20160607 – Thoughts

Bolsas, Brasil, Curiosidades, Emergentes, Europa, Thoughts, Tônica do Dia

TÔNICA DO DIA

Bom dia a todos,

Apesar do susto de ontem quando Janete Yellen veio com um discurso mais hawkish dizendo que seriam necessário aumentos graduais nas taxas de juros, o mercado parece ignorar o fato e o “risk mode ON” domina nas bolsas lá fora. Na verdade Yellen conseguiu corrigir parte da distorção observada na curva após o relatório de sexta (ESSA T-NOTE ANDA ESTRESSADA!). Ainda assim, ao não endereçar “quando” , deixando a questão em aberto, o mercado passou a trabalhar com aumentos sim, mas num prazo mais distante. … timming é algo de extrema importância em mercado! No post “VAI TER HIKE, MAS NÃO AGORA!” coloco como está o atual cenário de apostas para isso. Logo parece que teremos uma janela favorável para emergentes…ao menos é o que o mercado esta dizendo hoje

Bom seguindo…petróleo rompe os US$ 50 e chega aos US$ 51 (“uma boa ideia”) na máxima de 8 meses. Dólar enfraquece perante outras moedas, futuros americanos apontam leve alta de 0,3%; mas na Europa o otimismo ganha espaço com bolsas subindo 1,3%; otimismo que também esteve presente na Ásia com altas de 1,5% (Asia Dow).

Mas o fato da zona do Euro ter crescido mais que o esperado é um evento bastante importante para entendermos o movimento de hoje. Revisão do dado de PIB da zona do Euro do 1T16 para +0,6% foi o fator que esta ajudando a sustentar os mercados por lá.

Internamente é cadeia para Sarney, Calheiros e Jucá….se ocorrer preparem os barcos pois haverá um dilúvio no Brasil meus amigos. Bom pelo lado cívico, mas ruim para mercado.

Entenda: bull in politics, bear in markets. Quando a política domina, falta espaço para falar de valuation, projetos, reprecificação de ativos domésticos e por aí vai.

Gringo entende como positivo sob o aspecto de instituições, mas ruim para governabilidade de um governo frágil…começa a pensar que no limite esse governo poderia cair…e não é de duvidar…nesse sentido a dúvida é inimiga da boleta de compra!

 

 

 

LÁ FORA

 

VAI TER HIKE, MAS NÃO AGORA!

Após falas e mais falas de Yellen na qual diz que vai subir juros, mas não dá pistas de quando, e na esteira de uma fraca atividade econômica, o mercado optou por adotar que não será em breve….vinha comentando em alguns posts “NÃO VAI TER HIKE”…pois é…vai ter…mas não agora…aumentaram bastante as apostas para o encontro de setembro…

“She did not address the timing of the Fed’s next gradual move, which suggests to us that she is in no hurry,” said Chris Rupkey, chief financial economist at Bank of Tokyo-Mitsubishi UFJ Ltd, arguing that her comments on the payroll report “largely rules out a move in rates next week. July is not a strong bet either.”

 

 

ESSA T-NOTE ANDA ESTRESSADA! 

Nesse cenário de aumenta não aumenta, a curva do treasury de 10y andou estressada….olha o movimento de sexta pra cá… porrada pra baixo…discurso deu uma puxada pra cima…hoje mercado ignora e ela segue pra baixo…quer vol? Larga a OIBR e vai operar essa T-NOTE!

 

TREASURY10Y

 

 

O BOM E VELHO DEDO GORDO? 

Cara por isso que os robôs ganham espaço no mercado…não é que um dedo gordo aparece novamente! Esses casos são muito engraçados de se ler ou ouvir, mas garanto que ser o dedo gordo deve ser uma sensação tenebrosa.

Entenda: dedo gordo é quando o sujeito erra uma ordem e manda comprar ou vender uma quantidade e/ou preço errados gerando uma distorção monstra no preço do papel.

Se não me falha a memória (e ela falha pra K…) em 2011 a bolsa americana beirou o circuit brake no intraday com uma ordem errada de um trader…se não me engano foi um ordem em Master Card (componente do índice) que desencadeou um monte de ordem automática e quase levou ao circuit brake sem ninguém entender nada! 

Well o dedo gordo da parada foi no Pound (libra esterlina) as 5hs a.m. … sujeito deve ter dormido na frente do teclado…fato é que o spike observado na moeda foi atribuído a erro. Mas o dedo gordo parece visionário, porque os bancos começaram a chamar margem e serem mais restritivos/cuidadosos em operações com o pound por conta da proximidade do referendo (23/06) … isso ajudou a puxar a moeda.

 

1465292789_june 7 pound

 

 

VOCÊ NÃO FAZ NADA PARA MUDAR ESSA SITUAÇÃO

“blá, blá, blá…mas o problema não é esse…problema é que você não faz nada pra mudar essa situação…pra mim chega..não dá mais”

Esse diálogo poderia facilmente ser parte de uma discussão de namorados….uma DR clássica….parafraseando o sapiente Marinho atacante do Ceará: “que merda hein!” (perdão pelo palavrão).

Bom mas esse também pode ser um diálogo de Mario Draghi (presidente do banco central europeu) para os governantes da União Europeia.  Como autoridade monetária ele tem usado todas suas armas (bazooka do Draghi que tanto comentei aqui lá pelo inicio de março) para ativar a economia e nada surte efeito. Problema não é crédito…dinheiro barato as empresas conseguem…problema é demanda mesmo! Acesso a crédito para empresas aumentou…mas quando perguntadas qual sua maior dificuldade hoje, a resposta é simples e objetiva: demanda!

Olha os gráficos:

 

 

 

NO BRASIL

PENSANDO UM POUCO…COMPRA OU VENDE? 

E o nosso mercado hein…com toda essa discussão de vai ou não subir juros…emergentes crescem ou não…risk mode ON ou OFF?!

Pois bem o driver por trás dos 10% de queda do IBOV em maio estão bem claros a meu ver: (i) fim do rally dos emergentes que motivou a realização de lucros de curto prazo com a consequente saída de capitais; (ii) este movimento encontrou respaldo em nosso cenário político que, pós impeatchment, passou a enfrentar a dura realidade da dificuldade de governabilidade do novo governo (me perdoem a redundância aqui).

Como sempre ressalto aqui, somos parte de um grande todo…profundo isso…mas é sério…penso que o driver principal aqui acaba sendo o movimento (flow) de recursos para mercados emergentes…logo, por isso tenho focado tanto em analisar lá fora.

Minha conclusão para mim mesmo:

Sigo nada convicto que mesmo que os juros não sejam elevados nos EUA, teremos um rally nos emergentes…a meu ver falta motivo, fundamento para tal. Isso é uma coisa. Outra coisa é uma recuperação pontual em nossa depreciada economia que poderia motivar uma reprecificação de ativos em bolsa…nisso acredito! Sair de um PIB -4% para 0% ou quiçá 1% ano que vem é um baita movimento a meu ver. Por isso num geral acredito que se realizar muito (vir pra 45k) tem-se bom ponto de entrada novamente. Só vale a ressalva master que poderia inverter tudo: se não tivermos alguma estabilidade política por aqui, esse cenário de inversão não ocorre! Por isso sigo na defensiva…menos comprado e com carteira com menos beta.

 

Indo além em alguns desdobramentos macroeconômicos….

Oo crédito segue diminuindo no Brasil…nada muito novo aqui…

 

Como resultado das medidas de estímulo a China e a alta em agrícolas, as exportações deram uma porrada…dá uma olhada:

 

 

E a confiança da mulher traída vem melhorando…esse sim é o indicado mais importante…um brinde ao amor!

 

 

 

 

CURIOSIDADES…

PRA QUE JORNAL SE TEM FACEBOOK?

Rimou…heheh…well…não sei vocês mas apesar de alguns discordarem penso que o Facebook, mas ainda mais o twitter são fontes de informação valiosa…quer saber o que esta acontecendo? Não precisa ligar TV…só acessar ambos…no face tem muita bobagem e variedades…no twitter, seguindo as pessoas e os canais certos, dá pra pegar muita info!

Se tu não acreditas em mim, acredite na Pew research que fez um estudo bem bacana a respeito. Vo postar alguns gráficos legais aqui…(p.s: são sobre a realidade americana)

About 6-in-10 Americans get news from social media

Reddit, Facebook and Twitter users most likely to get news on each site

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Social media news use: Facebook leads the pack

 

Tem mais dados da pesquisa aqui:

http://www.journalism.org/2016/05/26/news-use-across-social-media-platforms-2016/

Que fique registrado que eu sou super fã de jornal e jornalismo em geral tá…antes que surjam os críticos.

 

Era isso, 

Abs.

WILL

 

 

Leave a Reply