buggCapa

20160705 – Thoughts

Bolsas, Brasil, China, Curiosidades, EUA, Europa, Petróleo, Thoughts, Tônica do Dia

TÔNICA DO DIA

Bom dia a todos,poundnolow

Hoje de fato começa o 2S16..especialmente lá fora com a volta do feriado americano. Mas chama atenção o pound…mesmo passada a paúra de mercado com o Brexit, a moeda inglesa segue definhando (vide gráfico) …é um consolo para mim…explico: estive na Inglaterra em 2015, lembro de ter comprado pound pagando R$ 6,50 máxima histórica e quando compre falei para um amigo “estou pagando a máxima desse troço”..a análise estava certa ao menos…hoje esta em R$ 4,31!

Tivemos ainda as ações do Banca Monte dei Paschi di Siena SpA (terceiro maior banco italiano) caindo quase 8% na Itália, aumentando as especulações do governo tenha que injetar recursos…ajuda a elevar o sentimento negativo….Mamma Mia!

No risco e incerteza mercado corre para os Bonds…my name is Bond, Negative Bond…ahh muleke…vamo que vamo..comento mais sobre isso no post com esse trocadalho do carilho. silver

Além disso o rallyzinho de ações parece estar perdendo fôlego..futuros america
nos apotam queda de 0,4%, Europa opera negativa em 1,2%, na Ásia as bolsas fecharam majoritariamente negativas com o Ásia Dow caindo 0,8%, petróleo toma um tombo de 2,4%…na contramão o ouro e a prata seguem seus rally’s próprios subindo 0,9% e 1,2%. Olha o gráfico da prata…

Internamente, tivemos Temer falando em medidas impopulares…não é ser malvado, mas é isso que precisamos… remédio amargo… mas fala-se em aumento de imposto… política fiscal frouxa e monetária arrochando…parte de nossas eternas inconsistências…All in all sigo achando que vem dinheiro para cá, mas após 5 dias de altas ininterruptas é possível que haja uma pausa para respiro…comento novamente a ideia de “GRINGO UNDER EM BRASIL?” mais abaixo. Outro fator que deve ser observado é que o câmbio queda dos R$3,59 do 1T16 para R$3,21 2T16 tem um impacto em empresas com dívida que é interessante…por isso comentei de FIBR ontem…ontem me aventurei num L&S FIBRxSUZB…vamos ver. Comento mais abaixo também sobre bancos…provisões já foram monstras e já reduziram resultados, inadimplência cresceu mas dentro do esperado e spreads seguiram aumentando..me corrijam se estou errado, mas acho que resultados podem surpreender positivamente…comento mais abaixo… No mais não vi nada de muito relevante não.

 

 

 

 

LÁ FORA

 

MY NAME IS BOND, NEGATIVE BOND

A incerteza com o Brexit aumentou a expectativas de novos easings monetários e vem pressionando ainda mais os bonds. O japonês por exemplo opera negativo em 0,24%. Mas entenda que os títulos tem um preço, a taxa é a resultante deste movimento de preço…Vejamos um exemplo simples: por exemplo tu compra um título a US$ 100 que paga 5% aa … passa uma semana o mesmo título que continua pagando uma taxa de 5% esta cotado a US$ 102 (grosso modo um yield de 2,9%) … passa mais uma semana e esse título esta cotado a US$ 105 (yield 0%)… passa mais uma semana esta cotado a US$ 106 (yield -0,94%) … qual a lógica? apostar em queda de taxas e não necessariamente carregar esse título. Por isso muita gente ganho dinheiro esse ano em bonds negativos…mais de 30% até!  O gráfico mostra a apreciação de títulos de 2045 do Canada, Suíco para 2049, Britânico para 2045, Alemão para 2046 e Japonês para 2045. (P.S: Não por acaso todos na parte longa da curva onde os movimentos são mais amplos)

negativebonds

 

 

#EUA – SEXTA É DIA DE PAYROLL, OU SERIA PAYROLA? 2 

Avançando no comentário de ontem acerca da expectativa com o payroll de sexta, outra questão que chama atenção e que já foi alvo até de comentário da Janete, é a baixa produtividade do trabalhador americano…já comentei aqui também, dá uma olhada:

EUA – O OVO OU A GALINHA? O CAPEX OU A PRODUTIVIDADE?

 

 

 

#EUA: TRUMP É BEARISH? 

Não adianta, por mais que não queiramos somos partidários…nós gaúchos sabemos bem o que é isso…lá no sul é assim…é azul ou vermelho; quente ou frio, chimango ou maragato…enfim…Deixando o regionalismo de lado, os mercados também parecem se movimentar com a probabilidade de Hillary ganhar as eleições por lá. Essa poderia ser considerada uma relação expuria…mas acredito que tenha uma razão: Trump representa um grande ponto de interrogação para o mercado…incerteza sabemos que é bearish pra mercado…

 

 

#EUA: GRINGO NA GRINGA VENDE PROS GRINGOS

Ficou confuso com o título? Tio explica….Na dúvida com os acontecimentos futuros da economia americana, deu pra ver que os gringos por lá (investidores estrangeiros nos EUA) vem se desfazendo de suas posições em bolsa lá, ou seja, na gringa…quem compra? Devem ser os americanos, por aqui chamados de gringos…ficou claro? Rs…

 

Corroborando, achei esse outro gráfico que mostra que o dinheiro tem saído do mercado de equities americano indo para bonds (treasury) ou ainda debt (dívida).

 

 

 

 

#CHINA: AINDA CARO…

Apesar da realização observada em julho/15 e janeiro/16,

DJChina

 

Bolsa chinesa esta loooonge de ser pechincha…Melhor pra nós! 

 

 

 

#PETRÓLEO: DAQUELAS PESQUISAS QUE NÃO VALEM NADA

Não sou bom de marketing…confesso…o título cria uma dúvida: pra que postar então?! Mas acho legal…mercado é frenético e muda de opinião como quem muda de camisa ou gravata…por ora essa é a expectativa do mercado para o preço do petróleo daqui um ano, segundo pesquisa do Citi.

 

 

#JAPÃO: SÓ PART TIME

Ontem comentei sobre o mercado de trabalho americano…vi esse gráfico e me chamou atenção…mostra que no japão também vem havendo uma expansão do emprego part-time…muitos sugerem que se deve a entrada de mulheres no mercado de trabalho…ou o outro lado da moeda é: falta força e dinamismo para aquela economia criar empregos full-time.

 

 

 

NO BRASIL

GRINGO UNDER EM BRASIL? 2

Ontem fiz um post sobre a possibilidade de atração de capitais para cá…gringo esta leve em Brasil…pouco alocado…se arrumarmos a casa o $$ vem…veja que desde 2013 o gap de valuation entre emergentes e países desenvolvidos só fez abrir…cedo ou tarde isso corrige…penso que tem mais espaço para a queda do múltiplo lá de fora…mas também tem algum espaço para expansão do múltiplo interno.

No caso brasileiro o IBOV ta na casa dos 11,5x e ná média histórica…mas com a casa arrumada e empresas crescendo esse múltiplo poderia estar em 10x….logo teríamos sim espaço para nossa bolsa crescer…oremos!

 

 

#BANCOS: O BOM, O BARATO E O ARRISCADO

Tinha recebido um relatório da Plural e confesso que não tinha dado a devida atenção…foi sobre bancos…sobre os dados de inadimplência, crescimento das provisões para devedores duvidosos e spreads.

Vamos ao que interessa, o que me chamou atenção:

(i) crescimento das provisões para devedores duvidosos foi bastante forte desde o 1T14….52% desde então…foram os bancos se preparando para o crescimento dos defaults…o que é saudável…mas isso até agora, ainda que venha ocorrendo, não chegou a ser nada grotesco…

pdd e inadim junho

 

(ii) spreads seguem crescendo

spreadbancos

 

Ora se spreads cresceram e as provisões foram maiores que o que foi observado em termos de perdas com inadimplência, teremos surpresas positivas nos resultados dos bancos, correto? Me parece que sim! Só digo uma coisa: tem que ter banco na carteira! Pode até diversificar…tem espaço para os 3: ITUB (o bom), BBDC (o barato) e BBAS (o arriscado). 

 

RESULTADOS DO 2T16: O CÂMBIO FAZENDO EFEITO!

O 2T16 se encerrou … já dá pra começar falar das expectativas quanto aos resultados trimestrais que vem por aí … a safra de balanços. Penso que um grande fator que deve afetar os números é o câmbio. Taxa (dólar Ptax) fechou em R$ 3,2098 uma desvalorização de 9,81% frente fechamento do 1T16. Considerando que muitas empresas possui endividamento na moeda americana, isso acaba afetando….ontem até citei isso quando falei de FIBR e SUZB.

Economática fez um levantamento que achei bem bacana de dividir aqui. São as 10 empresas com maior estoque de dívida em moeda estrangeira e, portanto, as quais se espera um ganho financeiro relevante por este evento. Mais que um acontecimento one off, penso que se a entrada de capitais continuar acontecendo por aqui, o câmbio tenderia a seguir pressionado para baixo (valorização do Real) e esse evento poderia figurar novamente pelos resultados…veremos…

Exibindo ATT00006.pngdividas e dolar

 

A tabela é extensa e tem muito dado…inclusive desnecessário a meu ver…mas é interessante…

Quanto aos papeis da lista gosto das papeleiras especialmente depois de terem sido amassadas recentemente. EMBR não é ruim e BRFS tenho receio com preços de grãos. OI e JBS nem pensar. BRKM pega na veia isso…mas é um case complexo…aliás, sempre foi…muita coisa implícita que pode afetar, tenho medo. 

All in all, ainda que em grande parte contábil, o alívio financeiro da redução de dívida é sempre bem vindo e pode fazer preço….vamos acompanhar.

 

 

CURIOSIDADES…

O FIM DOS JORNAIS?

Sim eu sei, esse é um dado óbvio…o número de trabalhadores em jornais vem caindo e o número de trabalhadores em sites aumentando, ok! Mas mais que a tendência, chamo atenção para o fato de que em 2016, pela primeira vez os periódicos de internet ultrapassaram os tradicionais jornais!

 

 

 

Era isso, 

Abs.

WILL

 

 

Leave a Reply