HGTX3 – GAROTA CAMISETA MOLHADA 2017

Bolsas, Brasil

Não sei vocês, mas com esse calorão do nosso verão tropicano a unica coisa que da vontade realmente de fazer é estar em contato com água…gosto muito! Acho que foi a distância que estive durante alguns anos difíceis de adolescência, quando raramente tínhamos dinheiro ou oportunidade de ter umas férias bacanas na praia…ou ainda ter uma casa na piscina…tinha q ficar me escalando nos amigos mais abastados….faz parte.

Piscina lembra o que? Arminha de tocar água um no outro…e isso lembra o quê?

Gata molhada na piscina!! hahahahaha

Talvez o encadeamento lógico de muitos não seria esse, mas pô a ideia é genial! Gata, arminha de molhar e aquela camiseta Hering ficando transparente….ai ai ai (suspiros)

 

maxresdefault

Well falando em Hering, uma resolução de 2017 é focar análise em Brasil e em papéis no mercado interno. Por isso estou escrevendo esse post sobre HGTX. Já rodei internamente na gestora e pessoal gostou…quem me acompa
nha aqui sabe que carrego o papel há algum tempo…até expliquei o que deu errado no case recentemente. Mas gostamos assim…filosofia meio Rocky Balboa…bate mais forte!!

CARTEIRA WILL – 20161226

 

Pois bem indo ao que interessa…. fiz um call recente com o RI da empresa (Hering).

Eles não dão guidance de vendas, mas é sempre possível pescar o “feeling” em relação a atividade. Minha percepção é de que não devemos ter ou esperar nenhuma surpresa positiva para o 4T16. Acredito que uma estimativa coerente seria uma queda de 7% no SSS (vendas nas mesmas lojas) – lembrando que no 3T16 foi 10,7%.

A meu ver isso é o que vem sendo colocado nos preços das empresas de varejo e Hering não é diferente. Após aquele “frenesi” de outubro, mercado voltou a realidade de que os dados macro mostram uma atividade muito fraca.

 

Li recentemente:

As vendas do comércio lojista da cidade do Rio de Janeiro caíram 4,9% em novembro em comparação com igual mês de 2015. Foi o pior resultado para o mês desde 2003. Os dados são da pesquisa Termômetro de Vendas, divulgada mensalmente pelo Centro de Estudos do Clube de Diretores Lojistas do Rio de Janeiro (CDLRio). Vendas de “ramo mole” (confecções e moda infantil, tecidos e calçados) retraíram 4,1%.

Na parte operacional, acredito que margem possa ser um pouco pressionada com os custos das reformas de lojas. Nada significativo, mas ela entregou as reformas para o natal, então 70% dos custos com essas reformas caem agora.

Fiz umas contas estimando o 4T16 com queda de 7% nas vendas…como ela deve fechar o 4T com os mesmos números de lojas e os dados sugerem um trimestre fraco, acho ok tal estimativa. A tabela abaixo compila as estimativas comparando a mercado (os números do mercado se referem ao ano fechado de 2016.

hgtx3

 

Então esses números dão uma ideia do que esperar para o 4T16.

Em suma, porque vejo valor em HGTX:

 

  • Papel relativamente barato. Ponto central é que considerando ZERO de crescimento de receita e lucro, supondo que em 2017 ela repita o ano de 2016, HGTX3 estaria negociando a 10,8x Lucro (P/L = 10,8x). Não tenho uma bloomberg aqui, mas sei que o histórico dela é bem maior que isso, lá pra casa dos 15x. E se tu considera algum crescimento teria ainda mais upside. O risco do negócio são as vendas caírem, seja em volume e/ou preço, o que afetaria margem e rentabilidade e tudo mais.

 

  • Forte geração de caixa livre para o acionista. Empresa livre dos investimentos que fez nos últimos 12 meses (Planta nova e CD em Goiás, implantação do SAP e controle de estoques, retrofit das lojas). Considerando que ela tinha 270MM de caixa líquido ao final do 3T16 e num cenário de crescimento fraco ou nulo, ela não precisa realizar grandes investimentos (estimo ~70MM). Logo, considerando uma geração de caixa nada pujante, de ~220 MM, ela terá espaço para pagar bons dividendos em 2017. Estimo um Free cash flow to yield de ~9%.

 

  • Considerando que os estoques já foram equalizados e que as vendas ao menos se mantenham no mesmo patamar de 2016, acredito ser factível esperar uma melhora do ROIC.. dos 15% atuais para 17% e se vento soprar a favor (melhora de vendas) quem sabe chegando aos 20%. Isso aliado a queda dos juros e percepção de risco faria com que tivéssemos uma relação ROIC x WACC bem interessante…uns 20% X 14% de repente? Mesmo nos 17% x 14% já acho interessante.

hgtx3b

 

Grande risco a meu ver é o fato de não sabermos quando e SE as vendas irão ao menos se manter, especialmente no importante canal multimarcas que é o mais sensível ao ciclo macro. ó pra lembrar que uma parcela significativa das vendas da Hering vem desse canal vide gráfico de receita dos 9M16…

 

hgtxcanal-de-vendas

 

Papel me parece barato, mas o cenário é desafiador e difícil para alguns players se posicionarem…mas lembro que o Gávea está na empresa com uma participação nada desprezível de 15%.

 

composicaoacionaria

 

Não espero melhora no curto prazo, mas se vendas ajudarem minimamente já teria muito upside a meu ver. Estoques alinhados, novo CD e fábrica com custos mais baratos, caixa líquido e tudo mais…foco agora, segundo a própria empresa, para 2017 é o crescimento de receita.

 

 

2 comments

    • Vou ficar te devendo essa. Por motivos de compliance as planilhas, apesar de ter sido eu q fiz, são da Valor Gestora.
      Mas sinceramente não tem nada demais, são bem simples. Foco tem q ser mais em entender a empresa do que fazer um modelo muito complexo.
      Tipo no final das contas, pelo que senti as vendas seguem fracas e não interessa como tu projeta, conquanto que tu parta dessa premissa de que no consolidado as vendas em 2017 não serão muito melhores q 2016…Questão é que mesmo botando crescimento zero da pra achar valor na empresa.

Leave a Reply