radiotropicalfm_chapolin

HIGHLIGHTS ECONÔMICOS: EU CHAPOLIN COLORADO!!

Brasil

Pra não se perder em meio a noticiários políticos e o tradicional “noise” que vivenciamos todos os dias, acho sempre muito pertinente a análise dos dados de fato…aquilo que tem movido a economia…saber como ela anda.

Fico com a impressão que temos tido uns Chapolins Colorados esse ano…tipo: “quem poderá nos salvar?”

Eu Chapolin Colorado! 

Resultado de imagem para chapolin colorado

 

Explico: com a falta de confiança numa recuperação de longo prazo e sustentada da nossa economia fica difícil imaginar nosso PIB crescendo realmente…seguimos desconfiados e sem uma certeza que essa recuperação atualmente vista é duradoura…então quem poderá nos salvar? Espasmos! Como assim?

Veja que o os primeiros meses do ano foram salvos por uma safra absurdamente poderosa…glamurosa mesmo…diva! rs

Aí tivemos uma recomposição de estoques em certos níveis da indústria, especialmente a de carros, que pela sua relevância deu uma dinamizada geral na economia.

E mais recentemente o troco do FGTS deu um gás no comércio…

Ou seja, tivemos 3 eventos que considero não recorrentes que tem nos ajudado a manter alguma atividade econômica…isso é bom…mas preocupa pela questão da sustentabilidade dessa atividade … posso estar sendo pessimista, e peço desculpas ao otimistas, mas é receio e conservadorismo mesmo…

 

Avançando…

 

SIDERURGIA

Contrapondo o que disse acima (rs) … os dados de China tem apontado pra cima…enquanto isso perdurar as commodities metálicas terão um bom momento e isso é bem bom pra nós!

 

siderurgia__dados de china

 

Não por acaso o minerinho acordou…

 

iron ore

 

CONSTRUTORAS

Vi essa notícia no Valor e achei interessante ao menos comentar que essa é uma tendência que deve perdurar esse ano… e acho isso positivo … para as empresas…para a atividade econômica nem tanto, mas enfm.

As vendas das incorporadoras superam os lançamentos de capital aberto superaram lançamentos tanto no segundo trimestre quanto no primeiro semestre, em 23% e 16,4%, respectivamente. Para o cálculo, foram consolidados os números da CR2, Cyrela, Direcional Engenharia, Even Construtora e Incorporadora, EZTec, Gafisa, Helbor, MRV Engenharia, PDG Realty, Rodobens Negócios Imobiliários, Rossi Residencial, Tecnisa, Tenda, Trisul e Viver Incorporadora, considerando-se somente a parcela própria das incorporadoras, sem a participação de sócios.

Em geral nos resultados, o que deu pra ver foi: alguma geração de caixa, prejuízos e um cenário ainda bem complicado…ah mas tem exceções…EZTC, MRV e TENDA…acho a última uma boa aposta no setor.

Vendas das incorporadoras superam os lançamentos

 

 

VENDAS NO VAREJO

Semana passada tivemos os dados do comércio varejista em junho … como comentei acima este está sendo um belo Chapolin Colorado! Segundo o IBGE, o comércio varejista registrou avanço de 1,2% no volume de vendas e de 0,8% na receita nominal, ambos frente ao mês de maio. Na comparação anual, o indicador cresceu 3,0% e o acumulado para os 6 primeiros meses de é uma variação de -0,1%. . A expectativa do mercado era de alta de 0,8% na comparação mensal e 2,2% na anual.

Ou seja, alguma melhora e acima do esperado pelo mercado…BOM!

Foram registradas altas em 6 das 8 atividades pesquisadas, destaques positivos para: Móveis e eletrodomésticos (2,2%); Tecidos, vestuário e calçados (5,4%); Outros artigos de uso pessoal e doméstico (2,7%). A parte negativa foi sentida nos setores de  Hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo, com recuo de 0,4%, seguido por Equipamentos e material para escritório, informática e comunicação (-2,6%).

vendas no varejo jun17

E a quebra pelos setores mostrando a evolução…(créditos: BTG Research)

vendas no varejo jun17 3

 

Já o indicador da CIELO, o qual é do mês de julho e não junho, não confirmou muito isso não …. ainda que alguma evolução tenha sido vista, o indicador da Cielo de desempenho do varejo mostrou que a receita de vendas do comércio varejista brasileiro não apresentou variação em julho na comparação com o mesmo período do ano passado, descontada a inflação aplicada aos setores do varejo ampliado, segundo o Índice Cielo do Varejo Ampliado (ICVA).

Mesmo assim não considero ruim não … longe disso! O resultado quebra uma série negativa de 23 meses consecutivos – o varejo vinha apresentando retração desde agosto de 2015 nesta base de comparação. Em junho, o índice havia registrado queda de 0,1%.

vendas varejo ciel jul17

 

E me chama atenção é que além do FGTS, talvez estejamos tendo uma mãozinha do crédito…expensão deste pra ser mais exato…queda de juros pode estar incentivando aqueles que pensavam em financiar algo e não o fizeram até agora.

 

creditoBR

 

 

Nem tudo é o tal Chapolin Colorado…um importante indicador é o desempenho do setor de SERVIÇOS …

 

Serviços

Segundo o IBGE, o setor de serviços cresceu 1,3% em junho ante maio, e recuou 3% na comparação anual, melhor que a queda de 3,9% prevista pelo mercado. Por atividade, em relação a maio de 2017 (série com ajuste sazonal), apresentaram crescimentos os segmentos de Serviços prestados às famílias e Transportes, serviços auxiliares dos transportes e correio, ambos com 1%, Serviços profissionais, administrativos e complementares (0,8%) e Outros Serviços (0,7%). O único recuo foi registrado nos segmentos de Serviços de informação e comunicação (-0,2%). O agregado especial das Atividades turísticas apresentou crescimento de 5,3% na comparação com maio.

NotGood … NotBad

 

 

E pra acabar tivemos o

 

IBC-Br de Junho

Frente a maio, o índice avançou 0,50%. Frente a junho/16, caiu 0,56%. O mercado esperava mais: +0,70% e -0,50%, respectivamente, após bons números do varejo e serviços, por exemplo.

IBCBR JUL17

 

Pra compensar…

 

PNAD: Desemprego

Nessa semana tivemos a divulgação da taxa de desocupação no 2T17 que foi estimada em 13,0%, uma queda de 0,7 pp em relação ao 1T17 (13,7%). Bom não?! Sim!

Tivemos retração em todas as grandes regiões, exceto Nordeste (estabilidade), com destaque para a região Norte (de 14,2% para 12,5%) e Centro-Oeste (de 12,0% para 10,6%). As outras taxas foram: Nordeste (de 16,3% para 15,8%), Sudeste (de 14,2% para 13,6%) e Sul (de 9,3% para 8,4%). As menores taxas de desocupação foram registradas em Santa Catarina (7,5%), Rio Grande do Sul (8,4%) e Mato Grosso (8,6%). Para o total do país, a taxa caiu de 13,7% para 13,0%, nesse mesmo período.

 

Bom sigo com esse sentimento de que temos sido salvos pelo super e quase anti herói mexicano colorado. Alguns eventos que me parecem pontuais…e se a safra falhar? Se os estoques tiverem recompostos? Se o $ do FGTS acabar? 

Como disse não gosto de ser pessimista não…só estou tentando digerir bem os dados e ver o fundamento por trás…

All in all, que bom que temos um super herói pra nos ajudar! 

 

Chapulin Colorado Mirada GIF - Chapulin GIFs

 

Leave a Reply