charge

20171121 – TÔNICA DA SEMANA: voltou a média e agora?

A Tônica

Começando por uma coisa nada ver, mas que tem a ver…ãhn??? Sim. Não tem a ver com a Tônica, mas é bem interessante…sobre o mercado de investimentos no Brasil…acho que vale a leitura no post do meu amigo André Bona do Blog de Valor:

Quase dois terços dos brasileiros não conhecem qualquer tipo de aplicação financeira

 

Seguindo….

Vivemos nos últimos dias ma volatilidade mais intensa e muitas dúvidas no ar. A leitura me parece simples…ainda mais ex-post: mercado colocando na conta a não reforma…e gringo não querendo ficar pro espetáculo da eleição. Veja que a saída de investidores estrangeiros tem sido relevante agora em novembro:

 

Cenário de reforma da previdência já deu uma melhorada com a chacoalhada que o presidentO deu e com o PSDB fora mas favorável as reformas…a charge abaixo resume muito bem a ideia:

charge

 

Na real parafraseando o presidentO: “tem que manter isso viu!”.

Enfim, de qualquer forma tivemos esse “estressezinho” no DI (juros) e bolsa que espero que possam ser capitalizados para o governo pressionar deputados de que é necessário para que as coisas não degringolem…é uma boa queda de braço!

 

10y juros BR nov17

 

Mas óbvio que aumentou a volatilidade e o risco do governo estourar o orçamento em 2018…a não reforma deixa o país desgovernado em termos de contas públicas e coloca uma pressão ainda maior sobre a decisão que será feita nas urnas! Esse é o problema.

“Uma reforma da Previdência mínima protegeria o mercado do risco eleitoral”, diz Fabio Klein, analista de finanças públicas da Tendências Consultoria. 

Veja a vol do Real x Dólar pra cima…

 

Anyway sigo defendendo aquilo que escrevi recentemente que a chance de um candidato reformista é alta e isso porque teremos um cenário EXCELENTE para eleição em 2018….comentei isso aqui:

WILL DINAH lhe informa:

E quando citei o bom comentário do Fernando Montero, da corretora Tullett Prebon em sua entrevista ao Valor:

“Vejo a economia que todo governo almeja num ano eleitoral: retomada cíclica, comida abundante, um mundo amigável e alguém que pode ser culpado por tudo de ruim – a ex-presidente Dilma Rousseff. As pessoas vão associar essa melhora da economia, senão ao governo, à agenda do governo. Aumentam as chances do candidato da agenda.”

Mercado também subestima a capacidade da reforma trabalhista em dar um gás nos empregos e ativar a economia.

 

Por penúltimo: tivemos uma boa correção no P/E do Ibovespa (relação Preço/Lucro)…voltando a média deixa de “estar caro” ante o histórico…será que anima umas compras na galera? #Deusnosouça!

pe bolsa

 

Acho que agora está na hora de corrigir essa boca de jacará não? MSCI Emergentes em preto e Ibov em linha verde.

msci emrgentes x br nov17

 

Então sigo com uma visão otimista sim…mas não ingênua…temos uma eleição em 2018 e cada vez mais o cenário de bolsa vai ficar no mínimo chato…lembrem daquela máxima: 

“Bull in politics…bear in markets” 

Esse é o meu receio…no micro as empresas vão seguir mostrando evolução e em tese lucros crescentes puxam os preços das ações para cima…mas a relação no mercado não é tão óbvia, simples e direta…então esse negócio pode descasar por um tempo….é o famoso ruído que começa a existir. 

new england patriots make noise GIF by NFL

Leave a Reply