pexels-photo-414249 (1)

20171127 – TÔNICA DA SEMANA: deixem as raposas trabalhar

A Tônica

Semana passada o título dessa coluna foi: “VOLTOU A MÉDIA E AGORA?”

Me referia ao P/E do IBOV que havia voltado para uma média histórica….o que aconteceu? Well Tivemos uma leve correção…uma leve alta semana passada.

Sou otimista, mas não ingênuo e tento não ser idiota…tento…é difícil, mas tento. Um amigo que tem o viés mais grafista me alertou pra uma coisa: a alta da semana passada foi com um volume menor. Não sou grafista, mas respeito e gosto de ouvir a tudo e a todos…nesse caso essa é uma colocação importante, pois apesar do refresco que tivemos semana passada, parece que muitos investidores não se convenceram ainda de que a “piscina esta quentinha”…. “pode vir ta quente”…gráfico abaixo o IBOV e o volume abaixo da média pra exemplificar o que estou falando:

IBOV nov17

 

Então essa alta da semana passada ainda deixa pulgas atrás da orelha…

Na verdade, olhando de forma mais ampla, essa altinha da semana passada foi apenas reflexo do movimento recente das commodities….sim existe uma correlação entre o desempenho das bolsas emergentes e commodities, obviamente. Não estou dizendo que é direto ou é causa efeito, mas que existe, isso existe!

commodities x msci

 

Mais notadamente tem uma tese aí bem interessante de que os árabes vão puxar o preço do petróleo por conta do IPO gigantesco da empresa Aramco (Arábia Saudita). A ideia é tentar justificar um valuation melhor pra essa oferta que é mais do que importante para eles. Falam em US$ 2 TRILHÕES isso mesmo US$ 2 TRILHÕES de valor de mercado pra empresa….a intenção dos caras é vender e levantar US$ 100BI….então pra eles o preço do petróleo conta MTO! Negócio pelo que li ainda não tem data, mas deve ser em 2018…então ainda tem  muita água pra rolar nesse sentido.

Aramco IPO

Verdade ou não o petróleo teve forte alta semana passada e talvez esse tenha sido o motivo mor da altinha que vimos aqui.

petróleo nov17

 

Mas e a reforma da previdência Will?

Então de fato estamos entrando em 2 semanas muito decisivas para esse evento que é sim deveras importante. Esse é aquele tipo de momento horroroso pro gestor ou pro investidor mais de longo prazo…temos um cenário sim relativamente binário pela frente (essas 2 semanas) que podem fazer as ações chacoalhar. Isso porque depois do dia 05/12 congresso para e aí só em 2018!

Veja que o mercado segue duvidando que algo vai sair….veja que o spread (diferencial) existente entre o juros de curto prazo e o de longo prazo está bastante elevado…o que mostra que os agentes ainda veem sérios riscos de descontrole fiscal para o médio/longo prazo…que é justamente pela não aprovação e/ou mudança de nada na previdência:

 

 

Então querendo ou não, esse evento vai ser sim bem acompanhado nos próximos dias…sei que esse pensamento é bem curtoprazista, mas pensa que a aprovação de “algo” é um evento importante para o longo prazo e para melhora da nossa macroeconomia. Ainda que tenhamos que rediscutir os termos da previdência em breve (2019 0u 20…) seria fundamental endereçar algo ainda antes da eleição de 2018.

 

Sobre isso não sou vidente e não me arrisco a fazer previsão…mas minha percepção é de que essse governo é MTO hábil pra aprovar e manobrar o congresso. Passaram a PEC do teto de gastos, TLP, reforma trabalhista….então não duvide das raposas do PMDB!

fox GIF

Ainda acho que decisão final não sai essa semana, mas sim na outra

Em termos de Agenda:

Terça: confiança do consumidor no Brasil;

Quarta: IGP-M e dados de relação Dívida/PIB;

Quinta: taxa de desemprego no Brasil; CPI e Desemprego na Europa

Sexta: PIB e PMI da indústria; PMI na Europa

 

3 comments

  • Essa empinada na curva de DI foi interessante comentar. Você acha que essa expectativa de alta futura nos juros não pode por “inercia” puxar a bolsa pra baixo? vide correlação histórica de juros mais altos x bolsa em baixa?

    • Não acho que inércia, mas sim está relacionado…curva empinando pra cima é sinal de maior aversão a risco pelo investidor, logo ele tende a reduzir exposição a bolsa que é um ativo essencialmente de risco. Mas em bolsa tu tens o vetor dos lucros e resultado operacional das empresas o qual pode atenuar maiores realizações.
      Mas minha percepção é que já entramos no ano eleitoral, o qual será marcado por incerteza e indefinição na bolsa…cenário chato que terá como driver maior o cenário político….infelizmente

      • obrigado, você responde de uma maneira bem técnica e didática. Parabéns por esse canal de qualidade,aberto e gratuito.

Leave a Reply