20180312 – TÔNICA DA SEMANA: Nuvens se dissipando?

A Tônica

Antes de mais nada…DALE GRÊMIO!

Avançando….Semana que passou não foi das melhores até chegar sexta-feira…quem não gosta de uma sexta?! Mas a real é que o Payroll deu o tom…sugiro você olhar o gráfico do intraday do Ibov pra entender o que estou falando. O que triggou a alta foi um crescimento dos salários menor que o esperado o que indica menor pressão inflacionária no futuro e menos necessidade de aumento de juros

Ajudou no curto prazo, mas me parece um fato a tendência de elevação de salários dado a política mais restritiva de imigração de Trump e a continuidade do aquecimento econômico por lá.  O gráfico abaixo do Credit mostra a taxa de desemprego numa base invertida no eixo da direita e a inflação de salários no lado esquerdo. Tende a ir pra cima essa inflação não?

Enfim…mas por ora mercado comemorou….Passando olho nos principais indicadores mas sem postar os gráficos pra não ficar enfadonho:

  • S&P se recuperando depois dos “tiros de volatilidade” de fevereiro e da taxação sugerida por Trump. Pra quem acha que cai o tax reform tem sustentado lucros e levado muitas empresas a renovarem programas de recompras…eu não vendo S&P.
  • VIX voltando a patamares mais calmos.
  • Treasurie se consolidou no novo patamar, mais alto que outrora, de 2,9%…#vaiter4hikes?
  • Dólar se consolidou após um 2017 de desvalorizações ante grande parte das moedas…eu não apostaria contra agora não!
  • Petróleo se recuperou e está nos US$ 62 … longe dos ~US$ 67 do fim de janeiro … não apostaria em quedas não, acho a assimetria mais pra cima do que pra baixo.
  • Mundo segue crescendo. Ultimamente não vi NENHUM dado relevante mostrando desaquecimento e/ou arrefecimento do crescimento global…pelo contrário, só mais indicações de que o mundo vem se recuperando e diversos países estão num “trend” positivo de crescimento. Aqui vai um gráfico que tweetei recentemente pra ajudar:

Comentei mais sobre mundo aqui:

GIRO PELO MUNDO: US, EUROPA, CHINA E EMERGENTES

 

E em relação a emergentes, sigo de olho nesse jacaré que abriu bem no curto prazo…ou seja, a bolsa brasileira está tendo uma performance consideravelmente melhor que seus pares no mundo:

Ao que alguém grita “ah Will mas isso é nas últimas semanas, tem que olhar prazo mais longo” … seu desejo é uma ordem my friend, que tal um gráfico semanal desde as mínimas de 2016, quando eu decidi voltar para o Brasil porque acreditava que estávamos começando uma inflexão:

De fato nossa bolsa performou melhor. Na minha opinião tinha quer performar mesmo! Tá em linha com o fundamento! Nosso crescimento de PIB de 2016 x 2017 foi da ordem de quase 5% (saímos de um -3,6% para um +1%) e com perspectivas de +3% esse ano! Veja que apesar de não animar (ficou aquém do esperado) o gráfico da variação anual da produção industrial mais parece o Usain Bolt comemorando suas vitórias…

 

Não obstante, nunca é demais lembrar do básico…não precisa ser gênio…a curva de juros seguiu fechando o que reduz o prêmio requerido para o investimento no risco, entenda-se bolsa! E isso tende a elevar os valuations ou fluxos de caixas das empresas de bolsa…simplesmente se “acha” valor de forma mágica! A beleza do mercado. (P.S: publiquei esse gráfico 1 mês atrás e de lá pra cá a curva fechou ainda mais um pouquinho!). Abaixo curva de 10 anos em azul, 1 ano em vermelho e 2 anos em laranja.

 

 

Mas obviamente que depois dessas altas tem que ser seletivo! Por isso comentei sobre seletividade a 2 semanas atrás!

Mas além da performance relativa superior a de emergentes outro fator me salta aos olhos. As commodities metálicas passaram por uma realização importante no curto prazo. Não falo só do minério não….o cobre, o zinco, o chumbo … todos eles. O índice DJ Commodity All Metals abaixo ajuda a ver isso…queda de 6% entre máxima e mínima nas últimas semanas.

Sem desespero aqui…é só pra ter em mente…só pra acompanhar, pois é relevante para o nosso mercado….commodities sempre são.

Continuo com uma visão construtiva que já dividi com vocês lá atrás…nossa economia andando, juros em baixa, inflação sem sustos, um ambiente macro externo amigável. Tudo isso é bom para o nosso mercado. 

Com relação a política que é o grande risco do ano …. well posso parecer otimista, mas até agora não vejo um risco de voltarmos aos erros do passado.

  • Lula será preso essa semana? Não sei mas ele e em geral os partidos que defendem suas ideias parecem bem enfraquecidos.
  • Ciro quer ser a voz dos excluídos pregando um monte de baboseiras…mas talvez emplaque como a candidatura da esquerda…que bom, ele só fala merda e é muito ruim!
  • Marina é a eterna incógnita…segue sem a força necessária e ao menos tem conselheiros econômicos que não não dos piores.
  • Bolsonaro é uma incógnita mas tem o pragmático Paulo Guedes ao seu lado.
  • Alckmin …. bom é o Alckmin…a cara do PSDB … sem graça! Mas em termos econômicos tende a fazer o que tem que ser feito e capacidade política parece ter.
  • Meirelles a meu ver seria o candidato ideal…só acho que não consegue ganhar uma eleição…carisma não é seu forte…mas compondo uma chapa quem sabe.
  • Temer é raposa velha…não me agrada ele ser nosso representante máximo, mas seu governo está sendo impecável! Só acredito muito que a rejeição dele seja um problema grande….mas se vier que bom!
  • Maia é um gordinho chato que só quer aparacer! Tem base fraca … seu estado o RJ está no caos …vai dizer que o representante do Estado na Câmara não tem responsabilidade?

Enfim só quis listar aqui pra dizer que a meu ver a principal nuvem para 2018, a eleição, não parece estar tão carregada assim. Então aqueles que apostaram num ano ruim para bolsa irão ficar afim de comprar mais tarde quando essa nuvem já tiver passado e a bolsa nos 100 mil? #oremos! 

 

EM TERMOS DE PAPEIS

SUZB e FIBR devem seguir avançando com o noticiário da fusão. Saiu no Valor que a Suzano já teria toda a estrutura de financiamento pronta para a compra. Negócio da ordem de mais de US$ 10 bi!

Tem resultado da PETR hein. Mais que isso, tem a conference onde a fala do management ajuda a dar um norte de para onde vai a empresa….junto a isso petróleo se recuperando hein…olho nela.

BBAS pode sofrer com as declarações do Bendine no final de semana…cuidado.

SBSP deve repercutir o fato relevante de que recebeu uma carta de potenciais investidores para aquisição de parte das ações do governo…será que finalmente o Alckmin vai privatizar?

BEEF tem me chamado atenção. Resultado ruim, mas tudo tem um preço…to tentando entender o que se passa lá…pra ver se a carne está no ponto ou ainda mal passada…rs

No mais vocês sabem os papeis que tenho e gosto…estão na Carteira Will

 

AHH BOLSA FECHA AS 17HS HEIN ! 

 

AGENDA ECONÔMICA: 

No nosso Brasilzão temos Vendas no Varejo na terça e o IBC-Br que vai nos ajudar a mostrar como andamos.

Terça temos o CPI americano que assumem elevada importancia com essa desvalorização do dólar e agora as novas regras de exportação criadas por Trump. Importante porque só colocou mais lenha na fogueira de aumento de juros por conta de uma inflação que vai bater na porta do americano. Além disso, temos dados de Produção Industrial na China, sempre importante para commodities.

Quarta tem mais inflação nos EUA, mas é o PPI…talvez ainda mais importante na real…rs. Ahh temos vendas no varejo por lá também. E na Europa Mario Draghi irá falar, será que traz alguma novidade sobre o fim dos QE’s por lá?

Quinta tem o índice de atividade industrial da Filadélfia

Sexta tem dados de inflação na Europa….será que o queijo camembert e o jamon serrano espanhol estão mais caros? Oh vida ó céus…rs

 

E A SAFRA DE BALANÇOS NÃO TERMINOU…

Achei esse calendário de balanços do Investing.com … mto bom!! Vale a pena usar como referência: calendário Investing.com

 

Era isso, 

Aquele abs. 

 

6 comments

  • Prezado Will boa tarde. Parabéns pelo seu trabalho, acompanho desde 2009 na época da XP. Gostaria de saber se você ministra cursos de análise fundamentalista ou recomenda algum? Atenciosamente.

    • Bah que honra meu caro!
      Cara ministro sim…na verdade o curso que tem na grade da XP de análise fui eu que montei e hoje chamam o Galdi pra ministrar…eu mereço! Rs
      Mas ministro sim…confesso que não tenho acompanhado o universo de cursos para te recomendar algum não….

  • Will, saudações tricolores do Sul! Hehe
    Tche, uma pergunta básica, mas admito que não acompanhei nos últimos meses. Por quê as ações da BBAS3 estão mais cara que BBDC4?
    Até antes do rally de alta do ibovespa era de senso comum que bancos privados possuem melhor administração que bancos públicos e os preços da bbdc eram quase iguais do Itaú. Aí teve as compras de hsbc e Citi, mas só o Itaú parece ter levado vantagem nessa.
    Se puder só dar um explicada básica… imagino que seja a crença na melhora do risco Brasil, tamanho do banco, maior número de empréstimos, recuperação da inadimplência, sei lá… deve ter muitas explicações, mas se puder dar uma analisada se realmente faz sentido esse spread ou não, eu agradeço.
    Grande abraço – Zanin

    • Grande Zanin! Que honra!
      Cara na vdd qto tu olha multiplos o BBAS segue mais descontado como sempre foi..negociando a P/L 11 e P/B de 1,4 (atual) ; versus 16x e 2,2x de BBDC….logo ele segue descontado…como deve ser na real.
      Claro que qdo tu olha a cotação do papel de fato hoje uma ação de BBAS é mais cara que BBDC o q pode sim ser atribuido a essa melhor percepção de risco aliado ao banco e a própria melhora nos resultados…pensando num prazo maior, 2 anos, foram 40% a mais de performance relativa….que refletem tudo isso. Já num prazo ainda maior, de 5 anos BBDC ainda mostra performance superior o que é resultado da melhor gestão e nivel de retorno.
      A questão é que o preço na tela nem sempre esta em linha com o que poderia ser considerado justo né?

Leave a Reply