CARTEIRA WILL – 20180402

Carteira do Will

CARTEIRA

Mais um mês que se inicia. Vamos lá já comentei com vocês aqui minha intenção de dar uma mudada na minha alocação correto? Então a ideia é que sou novo, trabalho e tenho tempo suficiente para fazer poupança para a aposentadoria com parcimônia e dedicação.

Tenho capacidade e habilidade de correr riscos. São 2 conceitos:

  • 1. Capacidade: não quer dizer que sou melhor … não é isso! É simplesmente o fato de que tenho tempo de trabalho para acumular mais recursos e não dependo dessa grana agora. Pensa na minha vózinha querida…ela tem 85 e é viúva…não pode trabalhar e depende do dinheiro acumulado para viver…ela não tem capacidade alguma de correr riscos porque senão falta grana pra comprar o remédio no fim do mês…simples assim!
  • 2. Habilidade: isso sim tem a ver com a minha pre-disposição a correr riscos. É o suitability…aquilo que tem a ver com meu perfil…tipo se minhas ações caírem 10% amanha eu vou ficar bem triste, mas sei lidar com isso…já vi várias vezes acontecer. Mas tem gente que não tem estômago para essa montanha russa, ou seja, não tem essa habilidade.

Posto isso, minha alocação alvo será simples com 75% alocado em ações (diretamente ou através dos clubes Valor Gestora de Recursos); 15% em Multimercados de gestores que conheço e confio e 10% de dinheiro de fácil acesso e elevada liquidez, afinal a gente nunca sabe o dia de amanhã.

Mas atualmente a foto está assim, sem grandes mudanças…basicamente da semana passada para essa, a única mudança foi o aumento em ações que comento lá embaixo…em linha com o que vinha falando aqui de aproveitar as quedas.

 

FUNDOS

Desempenho dos fundos não foi lá essas coisas esse mês. Nas minhas contas o Adam foi negativo em ~0,5%, o Garde foi +0,4% e o Gripen +0,6% em linha com CDI….a carteira de fundos rendeu pouco mais de 50% do CDI.

É pouco eu sei. Mas os caras não vão acertar sempre e no ano os 3 fundos vão bem.

Ainda assim já solicitei resgate do Gripen e vou reduzir exposição no Garde…em linha com o que comentei acima de uma alocação alvo com mais ações e menos fundos multimercados.

 

AÇÕES

Única mudança aqui foi que aumentei exposição a VULC3 aproveitando as quedas com o papel abaixo dos R$10,00. É simples: vejo uma empresa que passou por uma turnover ou uma reestruturação monstra nos últimos anos, mega enxuta e preparada para continuar entregando bons resultados e elevado patamar de rentabilidade; quem entrega hoje no mercado um ROIC de ~30%; dívida? Nada, a empresa foi sanada quanto a isso e hoje é caixa líquido; negociando a 11x lucros para 2018 e 7x EV/Ebitda me parece num patamar de preço muito bom….por isso é minha maior posição hoje.

De resto mantive tudo como estava.

 

#NOTBAD

Fiz um post especial separado com as mudanças da carteira … confere aqui:

CARTEIRA #NOTBAD – ABRIL 2018

 

Era isso, 

Aquele abs.

 

8 comments

Leave a Reply