CARTEIRA WILL – 20180416

Carteira do Will

CARTEIRA

Promessa é dívida: falei que queria aumentar minha parcela em ações e aí está. Aproveitei essa bolsa meia boca e vim comprando, aumentando posição aqui e ali. Na parte de ações comento mais a respeito. Agora fico no aguardo dos resgates dos fundos multimercados baterem para recompor minha parcela de caixa e comprar mais ações. Carteira ficou assim:

FUNDOS

Em termos de fundos, até aqui o Gripen está performando muito bem, quase 1% no mês; o Adam está entregando o CDI do mês em 15 dias o que também é excelente; mas o Garde que é minha maior posição está patinando, ou melhor andando para atrás. Então no net, minha carteira de fundos não está rendendo grandes coisas esse mês. Pra quem me acompanha sabe que só estou esperando o resgate total do Gripen e parcial do Garde baterem pois estou reduzindo exposição aos fundos Multimercados. Mas por ora a pizza segue a mesma:

 

 

AÇÕES

Aproveitei essa semana  andei comprando mais ações de VULC3, BRSR6, TRIS3 e MGLU3. Aumentei minha parcela de ações aproveitando a queda nos preços de empresas que gosto. Lembrando que tenho BRAP3, BRSR6, SAPR11 e UNIP6 que são os ativos da carteira #notbad. Já que vou publicar uma carteira de ações que acho interessante, porque não comprar eu mesmo na física? “Put your money where your uth is!!”. Essa é a ideia.

Sobre MGLU3 apesar de toda alta a empresa segue fazendo o dever de casa e acredito que vai mostrar outro belo resultado quando divulgar o 1T18, é aguardar. LOGN3 é um baita case de turnover, mas confesso que ando perdendo um pouco a paciência com ela…complicado…tudo que está sendo feito lá coloca a empresa na direção certa, mas o desafio é gigante e os investidores não parecem muito afim de pagar pra ver…sigo com ela. TRIS3 é construtora e penso que esse anotem que ter uma em carteira…gosto da relação risco retorno nela…empresa decente, longo dos cases complexos do setor, comprei mais essa semana. VULC3 é o turnover que já se mostrou bem feito e que deu certo…papel sofreu nos últimos dias e fui checar o porquê…aparentemente um resultado do 1T18 mais fraco que alguns esperava…mas a questão é que o patamar de margem da empresa hoje é outro, quando virem que apesar de não vender muito mais que o 1T17, mas ainda assim ser bem, rentável, papel poderá voltar a andar…essa é minha esperança.

 

#NOTBAD

Lá se foi metade do mês e a carteira não apresentou nada de mais. Também pudera essa bolsa anda bem enjoada né. Enfim so far so good, ao menos caindo um pouco menos que o IBOV. …mas é verdade que em termos de consistência deixa a desejar pois apenas BRAP3 está realmente indo bem…enfim vamos ver até aqui #notbad.

EXPLICANDO A CARTEIRA #NOTBAD: Essa é uma carteira que “rodo” alguns indicadores fundamentalistas de modo a criar um filtro de escolha…não chamo de uma carteira fundamentalista pois não vou a fundo nos cases…..mas ela serve como uma boa ferramenta de escolha. Então a carteira que posto aqui seriam as 5 melhores ações a partir desses filtros…só isso. Resolvi acompanhar e o resultado tem sido excelente. Pra não ficar só de papinho resolvi colocar minha grana de verdade nisso. Por isso que as ações que aparecem na minha carteira pessoal (posts da CARTEIRA WILL) possuem grande intersecção com essa Carteira. No final deste post coloco um vídeo que explica as diferenças.

 

Era isso, aquele abs. 

 

17 comments

  • Will, parabéns! Como sempre aprendo muito com suas postagens. Eu comecei a acompanhar ações faz apenas 3 anos e talvez por ter começado pela análise técnica, fico com a impressão que sua carteira = comprar ações no topo em um momento de incerteza no ibov (faz apenas 2 meses que te acompanho aqui). Pelo seus resultados, acho que eu que estou errado! Abraços.

    • Muito obrigado pelo comentário Yan.
      O que é topo? Quando tu olha pra esquerda e vê que o preço está na máxima dos últimos sei la 12 meses, 2 anos , 5 anos etc. Mas faz esse exercício: pega o gráfico da RENT ou UNIP ou LCAM e olha 3 ou 6 meses atrás e vê se não estavam no topo…dpois compara com o que já subiu desde então.
      Será que valeu a pena comprar pelo fato da empresa ser boa, que é oque realmente importa ou não?! Faz o mesmo com BRFS…mta gente comprou nos 35 pq tava num “fundo”.
      Enfim…acho que o melhor post q responde um pouco minha visão sobre isso é:

      http://bugg.com.br/2018/01/02/7980/

      abs

  • Boa tarde mestre!!! Fazendo o mesmo… Realizei metade da minha posição em EMBR3 comprada a 15,50 e comprei mais vulc3. Bugg ta muito bom, parabéns !!!

  • Correção:
    Encontrei esta página através de um vídeo no Youtube.
    Gostei da sua página.
    Acho que operamos de um jeito muito parecido. Também sou gaúcho e fiz economia pela Ufrgs, embora não completei.
    Basicamente tento fundir ROEs altos, regulares com uma relação preço/patrimonio atraentes. (geralmente empresas com esse perfil são bancos).
    Atualmente minha carteira é 100% em ações. Basicamente brsr6, Itsa3, abcb4, sbsp3, eztc3. ( embora tenho um percentual mais elevando de Banrisul, pois acho que é um bom ativo em função do preço, apesar de ser estatal).

    • Meu conterrâneo e economista! Show
      É bem por aí mesmo…mas eu tento mesclar com coisas diferentes como MGLU e TRIS que são apostas mais focadas em crescimento mesmo.
      Mas sim ROE alto e uma relação P/VPA atrativa.
      Vamo que vamo…boa carteira!
      Abs

      • Ahh e também sou gremista hahah
        Sim, você é um pouco mais ”Fisher”. Eu sou um pouco mais ”Graham”.
        Regra geral uso combinação de ROE alto aliado a um P/VPA legal, mas também analiso outros indicadores, estudo o balanço das empresas, tento saber ao máximo possível das empresas. ( Gosto é de crises para encher o carrinho kkkk)
        A minha carteira atualmente é o que tem para hoje em função do preço… Na verdade estou lucrando com ela aprox. 400%. (Comprei a maioria desses papeis em Jan/16, em especial BRSR6).
        Mas vamo que vamo.
        Muito bom seu site.
        Manteremos contato.
        Abração.

        • Parabéns pelo retorno da carteira. Naquela época estava muito pouco líquido…tinha muita coisa pré e pós e alocada para gerar renda porque estava estudando e morando fora…então não pude aproveitar a inflexão…mas faz parte.
          Sobre rótulos eu prefiro não ter…rs
          Obrigado pelo comment gremista e gaúcho amigo!
          Abs

  • Olá Will! Excelente página! Vou acompanhar seu trabalho, muito instrutivo.
    Algum motivo em especial para você não possuir nenhuma ação da área elétrica?
    Parabéns pela iniciativa.

    • Muitíssimo obrigado Luis!
      Então eu tenho SAPR11 que é saneamento mas ela pode ser considerada Utilities tal qual as elétricas…e tem características semelhantes como um setor regulado, com fluxo de caixa mais estável, receitas controladas pelo governo e reajustadas anualmente pela inflação…tem a questão dos ciclos de revisão tarifários tb…enfim semelhantes.
      Optei por ela por achar mais barata e atrativa…se fosse pro setor penso que daria pra se arriscar em coisas com mais beta como a LIGT3, mas por ora fico em SAPR11.
      Forte abs!

Leave a Reply