EUA – A GUERRA INFINITA PARA ACHAR O TOPO…

EUA, Lá Fora

Não vi o novo filme e sucesso da Marvel…vou ficar devendo nas conexões com o filme, mas por outro lado, aqui não vai ter spoiler! Rs

Enfim o mercado e os economistas seguem em sua Guerra infinita na tentativa de descobrir quando se dará o topo na economia americana…veja o que eu li:

Economistas apostam em recessão nos EUA em 2021…

Não me entendam mal, sou economista, mas penso que temos que ter noção da nossa ignorância e falhabilidade quando o assunto são previsões.

A meu ver a justificativa usada mostra um viés analítico de curto prazo: “FED tightening”….ou seja o aperto monetário do FED gerando impacto nos preços de ativos. Assunto deveras atual, mas será que ainda será atual em 2021? Lembro que em 2016 o assunto ou o buzz daquele momento era a previsão e a falta de ciência de como lidar com juros negativos…naquele momento os juros iriam ficar negativos para sempre…..da mesma forma, hoje se fala muito dos aumentos de juros…eles devem ocorrer, mas será que pra sempre? Qual nível de “equilíbrio” teríamos?

Na real, a meu ver, os caras olham uma coisa: retorno a média. É meio que intuitivo, ou mais fácil apostar em recessão ou fim de ciclo o quanto mais longo ele fica…e essa expansão na economia americana já está pra bater o recorde da década de 90…107 meses! Como sempre avaliamos o futuro olhando o que ocorreu no passado, seria razoável supor que o ciclo termine cedo ou tarde.

Mercado gosta de perpetuar coisas….detesto essa palavra…perpetuidade!

Mas nessa repo teve um cara que foi macho…”economistão da porra” e merece respeito:

“Recessions occur because of unforeseen shocks, so by definition there is no meaningful answer,” said Deloitte economist Daniel Bachman, who declined to estimate either the timing or cause of the next downturn. 

#tamojuntoDani

Concordo plenamente…não tem como cravar e apesar dos receios com um arrefecimento da economia por lá, tenho uma opinião contrária…pra mim a America segue mais Great Againd do que nunca! Vamos aos porquês:

 

O que a economia nos diz? 

Well, estamos falando de estimativas de PIB crescendo 2,9%, taxa de desemprego escorregando ainda mais e chegando a módicos 3,7%. Gosto de gráficos menos usuais mas que ajudam a dar um sentimento acerca da atividade….Veja que o gráfico abaixo mostra o uso do intermodal ferroviário, mostrando em 2018 números bem superiores aos demais anos…um sinal de economia aquecida.

Outro dado é os applications para novas mortgages (novos empréstimos) para compra de casa atingindo o high comparativamente a outros anos! Parece que a alta das taxas de mortgages não alterou a intenção do comprador não!

E um dado mais comum é o PMI com muitos setores acima de 50 mostrando que a economia segue firme e forte.

Sim a Economia americana vai muito bem sim e a possível recessão americana é tipo eu prevendo tempo! (ps: não sou meteorologista)

Mas se a economia vai bem é juros para cima? Calma pequeno gafanhoto…temos outros fatores. 

Primeiro que os salários não estão acompanhando essa alta de commodities ou das expectativas inflacionárias:

E isso ajuda a explicar porque o sentimento do consumidor vem melhorando mas o consumo nem tanto….economia vai bem e isso anima a galera, mas quando chega o dia primeiro e o salário bate na conta, não dá pra sair animado comprando tudo não….

Segundo tu tem um componente chave nessa equação toda… a produtividade do trabalhador americanoisso é o mais importante….penso que esse é o dado a se observar nos EUA esse ano. Uma melhora na produtividade pode segurar pressões inflacionárias num ambiente onde o mercado de trabalho está bem apertado (conseguir produzir mais com o mesmo número de trabalhadores). E isso ajudaria a conter pressões inflacionárias e os juros para cima….colocando por terra a tese do receio com o FED tightening.

Essa é uma das razões por trás do Tax Cut de Trump…fazer com que $$ escoe para investimentos e melhore produtividade do trabalhador.

E vocês concordam que se a expectativa fosse de altas de juros continuadas que levariam a recessão em 2020, deveríamos ter uma alta espalhada…espraiada…diversificada não? Se estamos num novo grande ciclo de commodities com implicações inflacionárias pelos próximos anos a fio, as taxas de 2,5,10,30 anos todas deveriam caminhar para cima não? 

Então….veja que os spreads entre curvas curtas e longas nos EUA vem fechando e muito! 

Com toda celeuma de aumento de juros sendo perpetuados…”novo commodities” gerando pressões inflacionárias permanentes e tudo mais… porque tem havido uma massiva redução de spreads entre curva curta e longa???

Explico: porque o mercado interpreta que no curto prazo teremos sim inflação, mas não necessariamente no longo prazo…com isso as taxas curtas sobem e as longas ficam mais estáveis, logo o spread (diferença entre elas diminui…e muito!).

Ou seja, é como se apostasse mas com uma confiança menor de que esse cenário persistirá. Ora, então porque haveria recessão em 2020 ou 21?! Confesso que não sei.

Os dados de inflação recem divulgados ainda frustrou um pouco as expectativas. Core do CPI veio abaixo do esperado (gráfico 1)

E o core do PPI (inflação ao produtor) também decepcionou.

Isso inclusive ajudou a controlar o Dólar nessa semana

E puxar o S&P…pra quem gosta de gráficos até desenhei umas linhazinhas…

Enfim para tentar resumir…economia americana vai bem. Apesar de todos os receios e argumentos de que o S&P estaria esticado ou sobre avaliado a economia me parece ir bem e isso se reflete no desempenho das empresas. Inflação é uma realidade de alguns produtos mas ainda longe de ser generalizada e exigir uma ação mais forte do FED….superciclos de commodities ou de longo prazo ainda me parecem super achismo e perpetuar o atual cenário é pedir para errar…na minha humilde opinião.

Seguimos vendo muita gente em sua Guerra Infinita para achar o topo… o fim do ciclo de expansão na economia americana. 

3 comments

Leave a Reply