CARTEIRA WILL – 20180521

Carteira do Will

CARTEIRA

Mudanças aqui ainda não…só lá embaixo, ou no fim do mês quando o resgate do Gripen bater na conta.

FUNDOS

Comentei semana passada dessa minha alocação no Fundo Maxime RF do Personnalité…nada demais… $ de caixa, de disponibilidade, de emergência…e, por isso, representa 3% do meu PL total.

No mais a carteira sofreu com a fraca performance do Garde. Fundo negativou nesse mês louco.  Os caras lá são muito bom de juros, mas acredito que esse movimento do Ilan deu uma bela rasteira no mercado….mesmo pra cara bom e experiente não deu…enfim…cenário complicou, vamos ver. No mais Adam e Gripen se defendendo…mas o mês vai ser de muita choradeira para os Multimercados.

AÇÕES

Não fiz muita coisa, mas as oscilações geraram alteração na carteira. A alta de UNIP impressiona….especialmente para aqueles que olham gráfico…tentar prever o olhando o passado muitas vezes não é uma boa. Se eu o fizesse, não teria comprado o papel 200% atrás! Ou pra ficar mais matematicamente correto, não teria comprado o papel a R$ 13 (descontado os dividendos)…fechou semana passada a mais de R$ 41 … estou ganhando mais de 200%. De vez em quando a gente acerta! Só fica aquela dor de corno de não ter comprado mais … aquela gula básica. Para quem segue olhando o gráfico, um aviso: resultado foi bom, cenário segue firme para seus produtos e empresa não pode ser considerada cara. Segue na carteira firme e forte.

Números do 1T18 de HAPV3 foram excelentes! Entrei no IPO e não me arrependo…25% de ganho na ação…mas mais que isso, a tranquilidade de estar investindo numa boa empresa. Quando do IPO falei que meu target era R$ 30 … está chegando…tenho que rever isso…incorporar esses resultado do 1T18 na análise. Mas por ora sigo nela.

No mais, muita dor de cabeça e desilusão…rs. Com o desempenho das ações…em termos de resultados financeiros mesmo, só a CARD3 reportou números mais ou menos, ainda que já esperados. As demais empresas tiveram números bons e não vejo perspectivas ruins para BRSR, SAPR11, MGLU3, BRAP3 e até a VULC3 (minha maior dor de cabeça). Sobre essa última o papel negocia a 8x lucro e 6,5x Ev/Ebitda com ROE de 25%…acho difícil achar algo parecido assim na bolsa hoje em dia….mas enfim…não adianta só eu achar isso. Sigo nela.

No mais, o que tenho de grana tenho aproveitado essas quedas para comprar mais ações sem mudar a composição da carteira.

Warren-Buffett-Quote

#NOTBAD

Semana chamei o IBOV de “Samba de uma Nota Só” (na tônica da semana)…well eu diria que o mesmo serve pra essa carteira.

Consistência horrível…4 de 5 papeis underperformando o índice.

Mas 1 se salva…. está tipo ser goleador de time que é rebaixado (lembram do Grafite do Santa Cruz) … UNIP6 com performance exuberante carregando a carteira nas costas.

Até aqui, notbad, notgood.

Era isso,

Aquele abs.

5 comments

  • Will, vende tudo e all-in na unip hahaha

    O CEO da braskem está falando em mais 3 ou 5 anos de alta no preço de pvc/soda. Com as compras que fiz em 28 e 33, o PM foi pra 13. Com 1bilhão de ebitda, pode dobrar de valor e ser negociada a 6 ev/ebitda. Mas estou de olho nos dividendos que ela deve pagar nos próximos 5 anos zerando divida, recebi os do ano passado e desse ano, acho que se olhar o YoC fica bem apetitosa. Uma ten bagger de dar orgulho ao Lynch.

  • Will, no seu próximo vídeo se puder falar um pouco sobre BRAP seria legal, papel deu uma boa recuada depois das notícias e como vc enxerga o desfecho da situação? Grande abraço e boa semana!

  • Will, muito obrigado por compartilhar!

    Uma duvida, quando você diz:
    “Números do 1T18 de HAPV3… Quando do IPO falei que meu target era R$ 3”
    Como você define seus targets de Stop Gain e Stop Loss?
    Tem alguma ciência/metodologia?

Leave a Reply