CARTEIRA #NOTBAD – JULHO 2018

Carteira do Will
Não vou enrolar muito e vou direto ao ponto: que performance sensacional! 

Não sou de ficar tirando onda, mas esse mês vale! Num junho onde a bolsa cai 5,2% ter uma carteira de ações vencedora, ganhadora de dinheiro não é pra muitos não! Cade os aplausos?

leonardo dicaprio GIF

E mesmo em termos de consistência considero o desempenho bom. A meu ver apenas 1 papel foi realmente mal…o BRSR6…de resto dois muito perto da queda do IBOV (BRAP3 e CARD3) e os 2 ativos que entraram mês passado simplesmente catapultaram a performance – MGLU3 e QGEP3!

E o gráfico de jacaré de performance acumulada:

NÚMEROS IMPRESSIONANTES!

  • Desdo o início a carteira acumula alta de 102,47% contra 15,42% do IBOV;
  • Em 12 meses são 89,3% da carteira contra 11,77% do IBOV;
  • No ano o IBOV cai 4,76% e a carteira sobe 17,55%;

 

E sabe o que é ainda melhor? EU COLOCO O MEU $ NOS PAPÉIS DESSA CARTEIRA! 

E vou continuar colocando porque acredito no que estou fazendo e acredito que bolsa seja um mecanismo de acúmulo de patrimônio poderosíssimo!

 

Mas enfim, vamos a CARTEIRA DE JULHO

Penso que depois das altas de 18% e 21% acumuladas por MGLU3 e QGEP3 seja racional ou tranquilo embolsar esses lucros e dar espaço a ativos que se mostrem mais assimétricos.

São 2 ativos bem “polêmicos” que entram na carteira nesse mês de julho.

CSN (CSNA3): empresa bem complicadinha essa…mas o que me chama atenção? Bom primeiro que o setor siderúrgico possui beta elevado, então a meu ver qualquer melhora de mood ou um “rebound” de preços de commodities catapulta os papéis do setor. A empresa possui uma dívida monstruosa (dívida líquida de R$25bi!) e muita gente tem receio quanto a sua capacidade de pagamento…a meu ver eles tem capacidade e a CSN é hoje um case de crédito. Um passo importante foi dado sexta agora com a empresa emitindo fato relevante concluindo a venda da totalidade da participação societária na Companhia Siderúrgica Nacional, LLC, empresa localizada nos Estados Unidos…essa venda irá ajudar a reduzir essa dívida em R$ 1,8bi e nas minhas contas o seu DL/Ebitda pra uns 4,2x e um múltiplo EV/Ebitda de ~6,2x. Dívida ainda alta, mas penso que tem mais desinvestimento para vir o que tornaria a empresa ainda mais barata e fazendo com que o papel possa reagir positivamente. #Oremos.

Vulcabrás (VULC3): empresa esta inserida dentro de um segmento que cresce, o da venda de artigos esportivos, mais especificamente os da marca Olympikus…gostem ou não a marca é a principal no Brasil…além disso, o crescimento de academias, cross fit e outros ajuda a impulsionar vendas; isso aliado ao câmbio atual que encarece o produto importado ajuda a Olympikus; Copa é outro aspecto que tende a incentivar a prática do esporte e ajuda; não obstante a Olympikus possui uma capacidade de acesso a pontos de vendas que muitas das grandes não possui – para exemplificar, o tempo médio de entrega para loja é de 5 semanas, ante 6 meses de marcas internacionais. Fora isso a empresa vem tentando fazer a marca Azaléia “virar”…muita gente pode torcer o nariz, mas eles tem colocado bastante esforço e uma hora vira…fora isso o track record da família é muito bom nesse tipo de business. Papel negocia a 7x lucros nas minha contas, com um ROE de 25% e sem dívida….devo estar louco ou não enxergando algo….enfim acho um papel muito bom.

No mais…

Sigo vendo valor em Bradespar (BRAP3) uma forma mais barata de se expor aos bons resultados da Vale, negociando próximo a valor de patrimônio e com yield elevado.

Banrisul (BRSR6) teve vem tendo uma performance horrorosa, mas negociando a 15% de desconto ante seu valor de patrimônio e a um desvio da média do múltiplo (vide gráfico abaixo), acho muito barato pra ser ignorado. Para justificar ir o ROE (retorno sobre o patrimônio) teria que cair muito nesses próximos trimestres, o que não acho que seja a realidade.

CSU Cardsystem (CARD3) papel que muita gente desconfia da capacidade de entregar bons resultados esse ano. Penso que números não serão maravilha, mas negociando a 7x lucro e com yield bom e mesmo que ROE caia marginalmente me parece barato.  

 

Era isso…aquele abs!

 

EXPLICANDO A CARTEIRA #NOTBAD: Essa é uma carteira que “rodo” alguns indicadores fundamentalistas de modo a criar um filtro de escolha…não chamo de uma carteira fundamentalista pois não vou a fundo nos cases…..mas ela serve como uma boa ferramenta de escolha. Então a carteira que posto aqui seriam as 5 melhores ações a partir desses filtros…só isso. Resolvi acompanhar e o resultado tem sido excelente. Pra não ficar só de papinho resolvi colocar minha grana de verdade nisso. Por isso que as ações que aparecem na minha carteira pessoal (posts da CARTEIRA WILL) possuem grande intersecção com essa Carteira. No final deste post coloco um vídeo que explica as diferenças.

4 comments

  • Parabéns pelos brilhantes resultados, Will!

    Uma observação quanto a Vulcabrás: a empresa não vem pagando IRPJ e CSLL por ter prejuízos acumulados (deve ficar positivo em até 2 anos). Isso não distorce o P/L e o ROE? Fiz o cálculo utilizando 34% de IR e o P/L fica acima de 10 e o ROE bem menor que 20%. Não que seja caro com esses múltiplos, mas não me parece tão barato assim.

  • Sensacional .. meus aplausos!!!!

    Acompanhando as maiores quedas do Ibov, nesse primeiro semestre, me chamou atenção a queda de 48% da KROTON, o que acha do setor, parecia ter perdido atratividade neh, mas depois da alta de +10% hoje, acho que tem gente grande repensando ai..

Leave a Reply