CARTEIRA WILL – 20180910

Carteira do Will
CARTEIRA

Conforme comentei semana passada aquela posição de caixa foi passageira e transitória…já recompus minha parcela alocada em ações comprando alguns ativos…comento lá embaixo.

FUNDOS

Nada de novo aqui…fundos seguem rendendo nada … e se é pra ficar parado deixa que eu faço e sem pagar taxa de administração! Já solicitei resgate do Garde, mas demora 60 dias…o jeito é esperar….

AÇÕES

Recompus minha parcela alocada em BRSR6 e CARD3. Sobre a menor participação de CARD3 é reflexo da minha fraca convicção no papel…não na empresa…mas em acreditar que o mercado possa olhar e comprar suas ações no curto prazo. Pretendo ainda comprar um pouco mais de BBAS3…vamos ver.

Adicionei AGRO3, seguindo a carteira #NOTBAD. Abaixo replico o comentário que fiz no post da troca da carteira:

AGRO3: vou ser resumido e simples para facilitar entendimento. Esses caras compram terra, usam para melhorar o solo e incrementar o preço e depois vendem…negócio deles é comprar e vender essa terra, gerando uma TIR de 16% a 30% mas com um ciclo longo de anos para maturar cada fazenda. O bom é que hoje eles tem um portfolio melhor balanceado de terras já desenvolvidas e prontas para venda e geração de caixa.

Avaliação independente aponta para um valor de terras de ~R$1,5 bi e a empresa vale R$820MM em bolsa… ou seja ela negocia a 56% do seu valor de terras…um baita desconto que a meu ver aceita desaforo…  Eles calculam um NAV de R$ 25 por ação! Negociam a 6x lucro, praticamente a valor de patrimônio (P/VPA), dívida sob controle e ROE de 16%.

Risco aqui é uma Marina eleita podendo travar vendas de terras e tal … mas fora isso enxergo uns 30% de upside tranquilamente.

#NOTBAD

Começamos o mês com o pé esquerdo…vamos ver como as coisas evoluem após o cisne negro da facada em Bolsonaro.

 

Era isso.

Aquele abs!

7 comments

  • Boa Will!!
    Admiro teu blog e teu humor/sarcasmo – rs

    Pois é. Últimos meses não foram nada easy na bolsa. Resta aguardar o pós-eleições ver se os papeis andam.

    Abs!

  • Will, vc conhece a availação de portfolio por Marcowitz? E se sim, o que acha disso?
    Se fizer sentido, seria uma ponto na formação das carteiras mensais.
    Parabéns pelo seu trabalho! Acompanho há tempos!

    • Conheço e não gosto… ou melhor não acredito muito porque é baseado em risco passado e oscilações passadas…aí acontecem eventos de cauda que acabam com tua modelagem do passado…fora que as empresas mudam e isso impacta volatilidade futura…em suma, olhar o passado não necessariamente vai te fazer ter uma boa noção de volatilidade e risco futuros. Nem ele mesmo usou em seu portfolio…serviu pra ganhar prêmios e reconhecimento…assim como muita coisa que vem da academia. Gosto mais do estilo Buffet, Munger, Greenblatt, Lynch, Marks , entre outros excelentes gestores. Aliás a opinião deles sobre estudos da academia eh bastante controversa…da uma procurada.
      Muitíssimo obrigado pelo acompanhamento!
      Forte abs!

  • Olá!
    Recentemente assisti seus vídeos e achei muito bacana !
    Estou aprendendo aos poucos o mercado de ações, mas, ainda sou muito confuso em relação a qual direção seguir para definir a minha compra. Estou ha 2 anos no mercado e já fiz um curso na B3 onde aprendi uma parcela de cada segmento de análise. No início acreditava que tudo poderia dar certo, mas, com o tempo vamos conhecendo as dificuldades de cada análise.
    O que vem ficando mais claro no meu ponto de vista é a análise fundamentalista. Acredito que irei me dedicar mais neste tipo de estudo. Seus vídeos me motivaram bastante pra isso !
    Teria a possibilidade de comentar sobre a sua visão com relação as siderúrgicas?

    • Excelente comentário Fábio! É isso mesmo, dedicação e foco no longo prazo.
      Para te ajudar no aprendizado vou te passar um link aqui que tu pode fazer download de livros de graça. São básicos mas muito bons… é da CVM, então pode confiar que o conteúdo é confiável e o site tb..rs.
      http://www.investidor.gov.br/publicacao/LivrosCVM.html#AnaliseInvestimento

      Sobre siderurgicas elas sofrem com o excesso de capacidade hoje existente no mundo. Sobra aço. Então o preço dos seus produtos acaba tendo um teto baixo digamos assim. Precisamos de um mundo crescendo mais, ou ao menos o Brasil crescer bem para eles conseguirem ter melhores retornos. Gerdau é o melhor player do setor; Usiminas e CSN possuem dívidas elevadíssimas e governança discutível, mas potencial de inflexão maior justamente pelo seu maior risco. No curto prazo a desalavancagem da CSN pode ajudar a ação mesmo com cenário difícil.
      Acho que é isso
      Forte abs!

  • Olá, Will.

    Seus posts são sempre muito bons!
    Eu queria te fazer uma pergunta, você acha que a Vulcabrás vai pagar dividendos relativos a 2018, ou vai reverter mais uma vez para prejuízos acumulados?

    Valeu, Will.

    • Confesso que não sei…até é um bom ponto…vou buscar descobrir isso.
      Mas caixa e situação financeira tem…poderiam fazer uma recompra de ações…mto mais efetivo para o acionista a meu ver.
      Forte abs e obrigado pelo elogio.

Leave a Reply