CARTEIRA WILL – 20190107

Carteira do Will
CARTEIRA

Ano novo cor de gráficos novas…rs. Se acharem ruim só falar que volto para o normal. Ideia era dar uma mudada mesmo. Estou aqui na Inglaterra…olhei para o céu e pensei: cinza! Rs…inverno inglês tá complicado!

Como vocês podem ver estou full capacity…todo comprado e investido…aproveitei a queda de uma posição para comprar mais, explico mais abaixo. Por ora tenho 86% da minha grana investida em ações, nunca tive tanto. Um baita risco é verdade, mas conheço um pouco desse mercado e me sinto confortável. Além do mais, como vocês sabem eu já vinha otimista com Brasil e espero que as mudanças se materializem e isso se reflita positivamente nos preços dos ativos, tal qual já tem ocorrido.

Sigo com 11% da minha grana em liquidez e longe de qualquer risco…um dinheiro que me garante uns 10 meses de sobrevivência caso tudo dê errado…fora isso o bom de investir em ações é que você tem liquidez…é apenas uma questão de preço para liquidar posições.

AÇÕES

Aproveitei a queda das ações de LOGG3 para comprar mais o tal preço médio – agora em R$ 18,88 … sim estou perdendo 15% nela. Permita-me fazer um grande parênteses:

[Preço médio: uma ressalva, não sou daqueles que compra indefinidamente fazendo preço médio, apenas o fiz porque queria usar meus recursos de caixa comprando a ação em queda.]

Sobre a LOGG3, além do post que fiz (Link para o post), deixo algumas considerações:

Comparáveis? Talvez. Sim ela pode ser comparável a SCAR3, BRPR3 e ao FII HGLG. O problema de com as 2 primeiras é comparar escritórios com galpões, são mundos muito diferentes ao meu ver. E comparar com um FII também é complicado pela questão da liquidez e a dinâmica dos ativos de FII e ações…a meu ver beeeeem diferente.

Ideia de valor. Calculando alguns indicadores para o HGLG, chego ao seguinte:

  • P/VPA de 1,2x ,
  • Uma relação Preço/Lucro de 17x;
  • Preço/ Área Bruta Locável de R$3,86 mil o m².

Na LOGG3 temos:

  • Um P/VPA de 0,52x…um desconto de 56% ante o FII.
  • Relação Preço/Lucro de 23x…mais cara que o FII.
  • Preço/ Área Bruta Locável de R$1,5 mil o m², ou ajustando pela dívida elevada da LOGG, poderia dizer que o preço + dívida por m² chega a R$2,47 mil o m²…por qualquer uma das métricas um significativo desconto.

Mas o mais importante a meu ver na LOGG3 e por isso estou comprando suas ações, é o potencial de crescimento da Área Bruta Locável e isso justifica seu elevado múltiplo P/L . Empresa tem hoje um portfólio de ~743 mil m² e mas com potencial para dobrar isso (1464 mil m² de ABL já aprovados) e 121 mil m² já sendo construídos.

Fora isso penso que a liquidez do mercado de ações e o bom histórico da família trazem vantagem a LOGG3 ante o HGLG.

Sigo comprado….oscilação faz parte…e sempre lembrando: eu posso estar errado…rs

Sobre as demais e/ou outras ações mandem as perguntas que faço um vídeo respondendo.

#NOTBAD

Carteira começou o ano patinando…normal, é uma carteira menos correlacionada com o índice, mais focada em small caps. Se você observar apenas CSN faz parte do índice.

Fora isso a performance de LOGG3 decepcionou e assustou a muitos. Sigo comprado e acreditando vide os motivos citados acima.

Pra quem não viu o post do mês segue o link: Carteira #Notbad – Janeiro

E o vídeo que gravei falando da Carteira #Notbad em Warwick na Inglaterra:

 

Era isso.

Aquele abs!

28 comments

  • Boa comparação da log, também tenho o mesmo entendimento quanto ao potencial do ativo, sempre que cai tenho comprado, curiosamente em todos os dias em algum momento ela costuma despencar e depois melhora. O fato de ter saído da lista do ibov deveria produzir um efeito menor.

    Gostaria de saber se você tem como comentar qual o impacto do preço menor mediante o investimento do majoritário de pelo menos 100 milhões. Tenho comigo que a logg ter saido da mrv e em seguida cair assim pode ser uma grande jogada para o controlador.

    • Sempre é possível, mas a família não tem um histórico ruim de governança corporativa, então será que valeria a pena queimar a boa imagem que possuem?
      Outro ponto é: o q eles estariam tramando?
      Penso que tem muito fundo com mandato de IBOV e/ou investimento em construtora que ao receber LOGG3 simplesmente desovou a mercado.
      Vamos acompanhando.
      Obrigado pelo comentário.
      Forte abs!

      • Agradeço a você Will, de fato não creio que queiram queimar a imagem, penso mais que existe um interesse de que com o desmembramento se tem 2 ativos para explorar monetariamente em lugar de um, tem também o aspecto fiscal e contábil, não quero dizer com isso que eles tiveram pretensão de armar contra o mercado, apenas exploraram uma forma de ganhar mais dinheiro, a logg deixou de ser um acessório da mrv. Para mim o segredo esta nesse valor atribuído a logg no desmembramento. Em quanto isso não se desvenda sigo comprando. Abraço e sucesso.

  • Boa tarde, Will
    Qual sua perspectiva com relação à subscrição? Que impactos de curto e longo prazo você espera? Pois o valor de subscrição será de R$22,00 e o valor atual da ação (Em 4/jan) fechou em R$16,09. Poderia, por favor, comentar o que pretende fazer com os seus direitos de subscrição considerando os possíveis cenários que podem acontecer.
    Obrigado.

    • Confesso que está cedo e longe ainda, visto que só em Junho ou julho que deve acontecer.
      Mas acho bom pois é mais dinheiro entrando na empresa e uma demonstração de confiança pelos donos.

  • Fala! Qual sua perspectiva para setor de locação de veículos? Movi3 e a própria Jslg3 me parecem com desconto em relação aos pares muito grande… Empresa nova, logo arruma a questão dos seminovos, e acho que sobre a discussão sobre a gestão é um pouco de falácia..

  • Acredito no case, possuo hglg, últimos meses valorização da cota agradou! No mais sigo com Logg3 também, como tínhamos nos falado, tbm aumentei minha posição nela!

    Ante tudo, muito obrigado sempre Will! Você como sempre gerando muito valor de conhecimento!!

  • bom dia Will
    vou fazer outra pergunta sobre a ação da tris3 , o que acha da ação? sigo a sua carteira sempre e vou falar e todos os seus post são ótimos..

    • Po meu velho não faz isso comigo. Já tive ela na minha carteira…se der um search tem até post. Depois disso ainda namorei muito ela…hoje ela é tipo aquela ex que tá mais linda do que nunca e que tu te arrepende de ter se desfeito…kkkk
      Por ora prefiro MRVE ainda por conta de momento e múltiplo. Mas TRIS é baita empresa

  • Will, estou atualizando minha planilha pra IR, entendi a questão da MRVE em multiplicar por 0,8371, mas não consigo achar o valor de R$ 28,69 da LOGG em nenhum informe, pode indicar o caminho?
    Obrigado

    • Eles emitiram as ações com o mesmo P/VPA da MRV na data …no caso era 0,92.
      Considerando um PL de 2,148 BI divididos pelas 69,230 ações, chegaríamos a R$ 31,03/ação. Como saiu a 0,92x o valor de patrimônio chegamos a R$ 28,67 (CONSIDERANDO OS ARREDONDAMENTOS E VÁRIAS CASAS DEPOIS DA VIRGULA…AQUI FIZ SÓ “RESUMIDO”)
      Abs

  • Fala Mestre Will… aqui também fazendo PM em LOGG3, essas socadas estão com cara de que algum fundo aí esteja queimando o papel, acho que logo recupera… a ver! No mais, bom 2019 pra ti e toda família!

  • Fala Will e pessoal!
    Entrei em contato com o RI da MRVE para perguntar qual o custo de aquisição das LOGG3 e novo preço de MRVE3. Vou colar a resposta deles aqui que dá um entendimento um pouco diferente:

    “de acordo com nosso entendimento, sugerimos que o custo de aquisição seja desdobrado entre MRVE3 e LOGG3 conforme relatório da consultoria financeira APSIS (constante em nosso sítio sob o seguinte endereço: https://ri.mrv.com.br/ e caminho: Informações Financeiras e Legais –> Documentos Entregues a CVM –> Atas e Assembléias –> Atas de Reunião de Conselho de Administração (RCA) –> RCA – 09/11/2018), usado como referência pela B3 quando da cisão parcial da companhia, com os seguintes valores:

    Patrimônio Líquido à Mercado MRV R$ 6.104.092 100,00%
    (-) Redução de Capital em função da cisão(1) R$ 994.266 16,29%
    Patrimônio Líquido à Mercado pós cisão R$ 5.109.826 83,71%
    (1) Redução de capital calculada pelo produto do porcentual da MRV na LOG (46,29%), pelo Patrimônio Líquido da LOG a valor de mercado (2.147.999).

    Dessa forma, deve-se multiplicar o custo de aquisição das ações da MRV, pelo fator de 83,71%.
    Já para calcular o custo de aquisição das ações da LOG recebidas deve-se fazer o produto do custo de aquisição das ações da MRV pelo fator de 16,29% e dividir o resultado pela relação de troca entre as ações 0,07215075382.

    Exemplo: MRVE3 compradas à R$10,00.
    Novo custo de aquisição de MRVE3 = R$10,00*83,71% = R$8,37
    Custo de aquisição de LOGG3 = R$10,00*16,29%/0,07215075382 = R$22,58″

    Espero ter ajudado a todos aqui.
    Abraços

  • Fala Will! Essa queda da LOGG3 pode ter sido influenciada pela saída dela do IBRx-50? Outra coisa, acha que ainda vale a pena uma entrada em UNIP6 ou ROMI3? Abraço!

  • Will, o que você acha de PMAM3 (Paranapanema)? Cheia de dívida, mas vem melhorando os resultados operacionais e deve melhorar com o mercado. Acredito que vai ser necessário muito cobre se o país retomar o crescimento. O preço da ação está extremamente depreciado…

  • Boa noite meu camarada…buscando informação sobre LOGG3, cheguei aqui…e me deu mais certeza de entrar no ativo…na segunda-feira vendi algumas acoes q tinha, entrei em logg3 com preço médio de R$16,00…hoje fechou em R$19,60…q alegria….e ainda ganhei com a subscrição q comprei a R$0,24 e fechou em R$0,58…Para os que não conhecem a empresa segue um video do youtub sobre a empresa…https://www.youtube.com/watch?v=WlRVOlKa3Ww&t=13s
    Meu camarada, deixo aqui minha gratidão por vc dividir seu conhecimento conosco, que Deus o abençoe em todos os seu planos…muito, muito obrigado.

  • William, eu acho um grande erro usar a métrica de P/BV neste caso. O ativo da empresa é basicamente a carteira de propriedades, as quais estão todas avaliadas por um laudo de avaliação. Inclusive as que ainda estão em construção. Por isso o valor do ativo é tão inchado. E o patrimônio foi inchado em decorrência disso, afinal a diferença entre custo de construção e valor da avaliação transita no resultado na conta de ajuste de valor de propriedades. Em português claro, virou lucro e foi pro patrimônio. Para mim, a métrica mais adequada seria imaginar o FFO yield que ela vai apresentar uma vez que conclua sua fase de obras. Estimo que o FFO atual esteja em aproximadamente 65 milhões ano ano. Ela precisara de mais 200 milhões de CAPEX para entregar as obras em curso (assumo em dívida para não complicar muito) e assumo que os novos galpões serão locados com mesma vacância e mesmo preço médio que o portfólio atual. Chego em 76,5 mi por ano de ffo. Dividindo por 1.3bi de valor de mercado chego em 5,85% de FFO yield para 2019. Inflação mais 5,85% a.a. me parece adequado para este ativo, talvez até um pouco caro… Mas certamente não me parece uma pechincha nesses 18,85. Para comprar a esse preço, você precisa acreditar que os preços de aluguel subirão acima da inflação por alguns anos e que a vacância vai estabilizar perto dos 5%. nem acho tão descabidas essas premissas, mas insisto, que não se trata de uma barbada. Sugiro fortemente que você olhe para a CCP. Essa sim é uma enorme pechincha nos preços atuais sob estas mesmas métricas e tem um portfólio de qualidade muito superior. Abs, e obrigado por seus posts.

    • Discordo pois não vejo como “inchado”. A transição e o ajuste de valor de patrimônio é algo “honesto” e verdadeiro, algo que acontece no mercado. Num caso hipotético de venda de algum galpão, qual seria o valor? O de construção ou o de avaliação? Penso que o preço de vende se assemelharia mais ao segundo.
      Como tu disse penso que o valor de aluguel pode sim subir acima da inflação nos próximos anos, especialmente no tipo de ativo q operam e a qualidade dos mesmos.
      Atualmente calculo o FFO como cerca de R$ 74/m² e vejo a empresa podendo expandir em pelo menos uns 300k de área em 2019. Junto a isso Além disso, penso que a empresa irá crescer gerando diluição das despesas, com a uma tendência de melhora na margem FFO…com isso esse número poderia chegar a acima de R$ 90/m². Com 1 MM de area e R$ 90 de FFO por m² seriam 90 milhões de FFO….meio otimista demais…sim eu sei…e talvez por isso foco no desconto para book.
      Mas acima de tudo: obrigado pela tua opinião sincera e embasada; além disso obrigado pela sugestão de CCP.

Leave a Reply