CARTEIRA WILL – 20190121

Carteira do Will
Tempo de leitura: 4 min
CARTEIRA

Como gosto de frisar aqui, investimentos levam tempo e exigem paciência. Então vocês que me acompanham sabem que a minha carteira sofre poucas mudanças estruturais. Da semana passada para cá pouca coisa mudou…

  • Reduzi a posição em um ativo e isso me gerou um pequeno caixa de 2%.
  • A importância de poupar! Sim se você quer ficar milionário você tem algumas opções que nem vou listar aqui…mas a mais simples ainda que de difícil execução é poupar! Esse mês aportei mais uma graninha no fundo que uso como liquidez e por isso a alteração marginal em sua participação no todo. Não é fácil, mas você deve se policiar e fazer! Separe uma grana todo mês para ajudar seu patrimônio a crescer!
  • Ah lembram que comentei semana passada sobre o Petróleo? Pois é … ele teve 4,3% de alta essa semana e ajudou minha parcela de investimento lá fora.  Sigo perdendo (agora -12%) pois comprei há algum tempo, mas o que eu escrevi semana passada segue valendo e sigo vendo como uma alocação interessante.

AÇÕES

Mais uma semana de sobes e desces normais na bolsa….”ah mas Will porque a VULC3 caiu?” Pelo mesmo motivo que a FESA4 ficou parada e a ROMI3 andou bem, ou seja, o mercado! Rs … Por isso prefiro analisar prazos mais longos, ainda que escreva semanalmente.

UNIP6: reduzi minha posição aproveitando que não tinha vendido nada esse mês…então aproveitei a brecha dos R$ 20 mil isentos de IR para vender um pouco. Tenho um ganho acumulado beeem elevado nela, então a questão de pagar ou não IR dá uma diferença muito grande…aproveitei e reduzi.

Falando nisso, recordar é viver! Na Carteira #Notbad de dezembro adicionei MRVE3…quem lembra? Tinha um gráfico dela comparada a média do setor imobiliário e ao IBOV. Desde que comentei e comprei o ativo essa foi a performance:  +30% contra 12% do setor (laranja) e 7% do IBOV (preto). NOTBAD!! Quando do post falei q ela valia R$ 15,00…ta chegando lá!

Sigo com ROMI3 que comprei a 7,81! Acredito num bom resultado no 4T  e ainda vejo o desconto elevado sobre o valor de book dela. O mesmo vale para AGRO3 e BRPR3 as quais negociam com belo desconto sobre o NAV (valor de ativos líquidos)…numa ganho 15% e na outra 23%…mas sigo firme com ambas.

CSNA3 é aposta em beta. As 3 siderúrgicas ficaram para trás nessa alta de bolsa a meu ver (gráfico abaixo compara a CSN em vermelho, Gerdau em azul, Usiminas em verde e o IBOV em preto). Isso PODE ser corrigido…não sei se vai, mas PODE! 

E pra finalizar LOGG3…sim movimentos meio bizarros no papel, com direito inclusive a cotação errada no sistema da XP no fechamento na sexta. Enfim, sigo com ela sem temores. RI da empresa postou uma apresentação que vale a pena ser vista, LINK AQUI. Sobre os direitos (LOGG1), já vendi, pois não tenho intenção de aumentar posição nela a R$ 22,00…já representa uma posição relevante no meu portfólio..simples assim.

#NOTBAD

Uma semana não muito boa para essa carteira que acabou patinando e ficando para trás comparativamente a bolsa. Ainda assim, 7,3% num mês não é pouca coisa! 113% do CDI em menos de um mês do CDI! Sim eu sei, são riscos diferentes e talvez incomparáveis…mas meu ponto é: não seja guloso! Rs

O gênio Charles Munger nos ensina:

“Our job is to find a few intelligent things to do, not to keep up with every damn thing in the world.”

Meu objetivo não é acertar todos ativos que sobem na bolsa brasileira, mas sim, de forma consistente buscar gerar retorno para minha carteira e se você quiser, venha junto nessa jornada!

Era isso.

Aquele abs!

18 comments

  • Will, por que no acompanhamento dos desempenhos do papéis (tabela) vc não coloca todos q estão na sua carteira (gráfico pizza) ?

    Abraços!

    • Pq são coisas diferentes Renan. A Carteira #Notbad eu mantenho bem específica sempre com 5 papéis e 20% em cada um…facilita o acompanhamento. E o meu compromisso é comprar todos ativos que estão nessa carteira #Notbad. No entanto, acaba que não limito a minha carteira pessoal aos 5 ativos que ali estão , o que teorna mais complexo o acompanhamento…ainda assim divido com todos os ativos que tenho.
      Consegui explicar?
      abs

  • Will parabéns como sempre! Você é diferente cara!!!

    Sobre #notbad, não pode ter sido o melhor mês, mais a carteira é muito consistente

  • Will,

    Levando em consideração á alta taxa de absorção de galpões que estão sendo finalizados pela LOGG e a baixa taxa de vacância, além da programação da empresa de aumentar bem a taxa ABL ano á ano e o fato do próprio controlador estar injetando $$ á 22/ação, poderíamos estar diante de um case que ultrapasse e bem o seu valor NAV (aprox 31 reais), o mercado já sabe que a empresa possuí mais área alugavel e rentável para construir e botar para render e provavelmente já está precificando ou vai precificar no curto prazo (OK), porém, e se a empresa usar o caixa gerado para comprar mais áreas e expandir no próximos anos (pensando á frente de 2019 e 2020). Poderíamos estar diante de um case onde o papel possa ultrapassar e bem seu valor NAV?

    Quanto ao retorno com o caixa gerado pelos aluguéis, pelo foco em crescimento á empresa (pelo que vi) deve usar boa parte do caixa para novas construções, logo, o retorno ao acionista se daria mais por geração de valor refletindo na cotação do que dividendos?

    E caso a empresa expanda muito, poderíamos ter bons dividendos no futuro (digo daqui á 4-5 anos com a economia bombando).

    Na sua opinião, há a possibilidade de estarmos diante de um case com muito valor e com muita margem de valorização no médio/longo prazo ou você acredita que a empresa não tem essa capacidade?

    Pergunto isso, pois, vejo muita gente vendo mais como um case morno que no máximo bateria no seu NAV price (31) e pronto, acabei entrando no case com pouca % da minha carteira , porém, seria muito bom para todos os acionistas que um grande expansão fosse viável , porém, vejo pouquíssimas pessoas pensando nesse LP e isso me incomoda no case.

    (gosto de entrar em cases ou de grande crescimento ou de grande geração de caixa pelo fato do setor ter barreiras de entrada [UNIP por ex] , quanto maior a assimetria e o potencial de geração de valor melhor para mim).

    Outra coisa, vi em uma reportagem do Valor (se ñ me engano) que a família dona da MRV estava esperando a baixa das vacâncias na empresa para fazer a cisão e lançar a Logg sozinha n B3 (o que aconteceu), poderíamos interpretar essa cisão + injeção de capital do controlador , como uma estratégia pra aproveitar o possível boom da recuperação da economia e expandir a LOGG transformando-a numa empresa referência no país?
    (Porque se for isso e a economia colaborar, temos MUITO, muito valor potencial no case)

    Valeu e desculpe o Wall of Text. Abraço!

    • Sobre a cisão eles esperaram o melhor momento para que o mercado pudesse avaliar o ativo da melhor forma. Com alta vacância o mercado não ia comprar e o papel iria derreter (minha opinião).
      Tenho receio dessas conjecturas de 4 a 5 anos. Prefiro olhar trimestre a trimestre.
      Mas sim estou otimista com o ativo e penso que vale bem mais do que o preço de tela….pra mim vale algo perto do NAV sim. Só a ressalva é que o ROE é baixo nesse tipo de atividade, por isso não acho que valha muito mais que NAV não.
      Sigo com ela até segunda ordem…rs

  • Opa Will beleza?
    Parabéns pelo seu trabalho.

    Eu te acompanho em outras redes sociais e percebi que você esta em UK.
    Existe algum tipo de investimento interessante para nós brasileiros por ai?

    Eu conheço o crowdcube, uma plataforma de equity crowdfunding, mas fora isso não tenho nenhum conhecimento à respeito da economia britânica e oportunidades de negócios.

    Muito obrigado,
    Rodrigo Lima

    • Bom dia Rodrigo. Estou aqui por conta do nascimento da filhota…minha esposa é inglesa.
      Confesso que as coisas são bem burocráticas aqui.
      Fora isso a bolsa de Londres seria um bom spot pra operar petróleo…mas penso que através do acesso ao mercado americano você consegue acessar o mundo.
      Mas se eu descobrir algo aviso sim!
      Forte abs

  • Will,

    Em primeiro lugar, quero te parabenizar por compartilhar seus conhecimentos, carteiras, etc, de um modo tão fácil de entender.

    Estou seguindo a carteira desde dez/18, onde entrei em alguns papéis q nao estavam esticados, hj já sigo com realizações parciais e saldo restante.

    Sobre as carteiras notbad e a sua pessoal, tenho algumas dúvidas.
    – vc entra no papel ja com o aporte total destinado a ele?
    – se cair muito, vc compra mais?
    – se subir muito, vc desfaz parte da posição?
    – qual % vc considera muito para alta ou baixa?

    Obrigado.
    Leandro.

    • Opa que bacana meu caro. Tu tá certo…faça a sua diligência antes de investir qualquer centavo onde quer que seja!
      Respondendo:
      1) Sim. Como para fins de computo de performance na carteira #notbad eu considero preços de fechamento do mês, procuro entrar com tudo já no primeiro dia do mês, mesmo sabendo que talvez essa não seja a opção mais sábia…ao menos fica mais próximo da rentabilidade apresentada e cumpro com o prometido de botar meu dinheiro naquilo q escrevo.
      2) Eventualmente sim e se tiver mais grana disponível. Mas não sou adepto do preço médio não…sempre podemos estar errados.
      3) Depende…estou ganhando mais de 200% em UNIP e ainda tenho um resto nela…por exemplo.
      4) Não existe um percentual…penso e reviso caso a caso.
      Espero ter ajudado.
      Forte abs!

  • Will. Você comentou sobre QGEP3 em agosto quando teve a grande queda. o que você diz agora, após essa aparente recuperação?

    • Papel continua muito bom e com triggers interessantes. Acho que o mercado exagerou a mão mesmo.
      Mas obviamente que preço de petróleo também é uma variável fundamental para ela.

  • Will
    Desculpe se vc ja falou sobre isso em algum post mas eu não achei procurando rapidamente.
    Comparado a carteira #notbad com a sua. Qual teve maior rentabilidade?

Leave a Reply