CARTEIRA #NOTBAD – ABRIL 2019

Carteira do Will
PERFORMANCE

Sejamos objetivos aqui: a carteira foi realmente BAD nesse mês! Não há desculpas ou qualquer justificativa, fato é que a performance aquém do IBOV revela isso. Veja o IBOV contém 65 ativos, logo a probabilidade de algum ativo compensar a queda de outro é muito maior no Ibovespa, do que em uma carteira de 5 ativos. Numa carteira de 5 ativos, se você “erra” um feio, existe baixa probabilidade de você conseguir uma performance agregada boa.

Foi o que aconteceu esse mês com Ferbasa(FESA4) que soltou um resultado que decepcionou, anunciando um 1T19 fraco e com isso o papel caiu bem. Interessante que umas semanas depois eles divulgam um fato relevante mostrando alta para o preço do ferro Cromo para o 2T19, notícia essa positiva. Comentei isso em 2 posts de carteira: resultado, preço do ferro cromo.

Fora isso a carteira foi ok…VALE3 andou, TRIS3 a meu ver foi em linha com o IBOV e AGRO3 e LOGG3 caíram um pouco mais, mas nada absurdo.

Enfim vida que segue….

 

NÚMEROS

Ainda assim performance acumulada até aqui é boa a meu ver. Nada garante que será boa daqui para frente, mas gosto de olhar o passado para lembrar minha frase motivacional:

Quando eu acerto eu não sou um gênio, mas quando erro não sou um idiota!

  • Desde o início a carteira acumula 193% contra 51% do IBOV!
  • Performance de 12 meses: 47% contra 12% do IBOV!
  • No ano ainda melhor que o IBOV! 12,5% conta 8,6%!
  • Até aqui foram 22 meses de existência, com a carteira batendo o IBOV em 15 meses, ou seja, 73% dos meses.

 

CARTEIRA PARA ABRIL

Para abril a minha cabeça permanece a mesma…os grandes temas macro estão dados: trade war entre EUA e China; Brexit e desaquecimento na Europa; Reforma da previdência no Brasil. A meu ver houve até aqui muito ruído e pouca definição! Em relação aos resultados das empresas…muitos bons números, mas receio com o que temos a frente.

Mês passado não mudei a carteira. Para esse mês optei por uma pequena mudança:

Adicionei VALE3 pós incidente de Brumadinho por entender que o mercado havia exagerado e a queda das ações haviam sido demasiadas. De lá para cá VALE3 acumulou alta de 12% ante queda de 2% do IBOV….e da mínima o papel já subiu seus 25%. Não estou dizendo que Vale deixou de ser uma boa ação para se investir…longe disso…só penso que o principal do exagero já foi corrigido…o preço do minério já subiu bem e a ação veio refletindo isso. Como esta é uma carteira de apenas 5 ativos, optei por trocar.

E como sempre digo: eu posso estar errando.

A adição de UNIP6 tem a ver com a queda recente do pape, o bom resultado divulgado recentemente e perspectivas que seguem promissoras para o ativo. Não é todo dia que encontramos um ativo negociando 7x Lucros, 4x EV/Ebitda, sem dívida e com um yield alto. Queda recente deu, a meu ver, um ponto de entrada interessante no ativo. Vejo valor até os R$ 50,00.

No mais AGRO3 vem testando a paciência..carrego ela há algum tempo…faz parte.. vejo valor e quem sabe os preços de grãos não sobem? #oremos. Não vi nada de ruim ou que mudasse o case de LOGG3 por isso sigo gostando e carregando. FESA4 depois do fato relevante com os preços do ferro cromo para o 2T me deixou mais calmo. E TRIS3 é hoje, a meu ver, a melhor relação risco x retorno do setor de construção na bolsa…mesmo com as altas que o papel apresentou, acho bem barata.

Era isso então…assim que der posto o vídeo aqui com comentários a respeito.

Para quem quer saber mais sobre essa carteira:

VÍDEOS EXPLICATIVOS

 

Era isso.

Aquele Abs.

Twitter: @willcastroalves / Yotube: Willcastroalves

Instagram: @willcastroalves / Facebook: William Castro Alves

10 comments

  • Bom dia, Will. Mais uma vez passando para parabenizá-lo pelo trabalho desenvolvido aqui no seu blog. Como sempre, seus posts agregam muito valor. Aproveito o comentário para lançar uma dúvida técnica quanto à dinâmica de reaplicação dos lucros na carteira #notbad. Ao longo dos meses, quando as trocas dos ativos são feitas na carteira, o que recomenda fazer com os lucros das vendas dos ativos que “sobram” em caixa após as trocas sugeridas? Reaplicar de forma igual entre os papéis da carteira? Reaplicar apenas no novo ativo sugerido na carteira notbad? Abraços.

  • Fala Will,
    Parabéns pelas postagens!!! Sigo lendo seus posts para entender melhor sobre o mercado. Você citou que vê valor em UNIP6 até R$ 50,00. Como você mensaura esse valor? Usa alguns indicadores? Poderia descrever pra gente qual(is) método(s) utiliza? Pergunto isso pq não há um concenso. Tem gente que nem vê preço. Grande abraço

  • Wyll a Braskem tá bronca né? estou esperando o seu próximo post sobre a outra carteira, pra ver se mantenho ou vendo os ativos, com mais o a BRKM5 é a minha ação mais cara ela pesa muito na desenvoltura da carteira, se der fala um pouco sobre ela e sobre a CSANA3. Abraços wyl e sucesso pra gente.

  • O Will, tenho acompanhado a Unipar já tem um tempo e tenho pensado em aportar, está impossível ignorar os numeros kkkkk com essa recente queda acho que tem uma boa chance de upside, fico um pouco preocupado pela questão do TAG Along que não existe nas UNIP6 unicas com liquidez, como tu ve essa questão para uma decisão de investimento? Como tu tem FESA4 também isso não parece ser um fator decisivo pra ti, mas mesmo assim também não consigo ignorar totalmente essa desproteção total dos minoritários, um abraço e parabens pelo trabalho se puder me responder te agradeço!

    • Fico na 6 por conta da liquidez mesmo.
      Governança no Brasil é caso sério…N casos de tungada nos minoritários..as mais recentes foram em papeis que em tese não teriam esse problema, como a Smiles e a Qualicorp..então paciência..estar na 3 não te garante total proteção não.

  • will, demais seu blog e sua proposta. Gostei da abordagem do greenblat, se em algum momento puder detalhar achei excelente! Grande abraco!

Leave a Reply