20190401 – Tônica da Semana: O Cortiço Econômico

A Tônica

Ando meio literário…semana passada, motivado por uma thread do twitter falei de um livro que gosto muito o Elogio da Loucura de Erasmo de Roterdam que se relaciona muito bem com o loucura diária do mercado. Não sei vocês mas eu sempre gostei de ler…literatura era uma das minhas matérias favoritas na escola…então eu não era daqueles que lia apenas o resumo antes da prova, rs. Acabei gostando e criando o hábito.

Um dos livros que gostei bastante foi o clássico “O Cortiço” de Aluísio de Azevedo. Ele mostra como nossas atitudes, posições, opiniões, vestimentas e tudo mais são deveras influenciadas pelo meio em que nos encontramos.

Resultado de imagem para o cortiço

Trazendo para o mercado, gosto de começar o mês com um overview macro do que está se passando por aí…qual é o ambiente de negócios, porque tal qual o Cortiço de Aluísio de Azevedo, ele nos influencia diretamente.

 

NOVIDADES POSITIVAS DO ORIENTE ? 

Começamos com um dado muito bom da indústria da China. O PMI Chinês de 50,5 (oficial) e 50,8 (privado) voltou ao patamar acima de 50 o que mostra expansão da atividade por lá. É o maior avanço desde 2012, dado que o número anterior tinha sido de 49,2. E o dado privado (50,8) voltou a se expandir depois de 4 meses.

Production expanding, although new export orders still contracting

Isso mostra que aquilo que comentei lá na Tônica do dia 04/02 sobre o pacote de socorro a economia começa a surtir efeito e mais uma vez a economia responde aos estímulos de crédito fornecidos pelo governo, tal qual mostra o gráfico do Deutsche Bank abaixo – linha cinza é a variação do crédito e linha azul o PMI:

E o mais importante: reduz um dos maiores receios que se tem atualmente em relação ao cenário macro!

 

COMMODITIES

Nas Commodities (linha vermelha) já comentei aqui mês passado, mas segue chamando atenção a diferença entre as commodities metálicas e energéticas (entenda-se petróleo) e os grãos (Linha verde).

Não vou me arriscar aqui, pois cada grão tem a sua realidade, mas me chama atenção, pois essas discrepâncias tendem a não perdurar….

Sobre o petróleo seguiu firme ..melhor primeiro trimestre desde 2002! Não digam que não avisei…tem até vídeo no qual falei porque investi num ETF de petróleo.

Com o dado de China e o mundo não desacelerando tanto como muitos falam, tem espaço para o petróleo seguir bem, dado os cortes de produção da OPEP.

 

E OS RICOS COMO VÃO? 

Nos EUA a tônica segue sendo a da redução do crescimento. A grande maioria dos indicadores recentes apontam para desaceleração. Aproveitando o dado da semana passada (Conference Board – linha azul), o PIB (linha preta) estimado daqui para frente tende a ser bem mais fraco:

Ruim? Sim. Mas penso que isso pode ser rapidamente alterado com uma definição de acordo entre pondo fim a Trade War. Então, do mês passado para cá, a meu ver, nada mudou! 

 

Na Europa o sentimento econômico, assim como os dados seguem não muito animadores….

Sorte que a primavera começou…o sol talvez ajude a mudar isso.

Da Europa sigo falando que meu único anseio é que não estoure nenhum “pepino” grande como um hard Brexit, um banco italiano quebrando ou coisas do gênero. 

 

BRASIL – DIFÍCIL MANTER A CONFIANÇA? 

Lembro que no Cortiço tinha um personagem de um português certinho, pai de família e tudo mais o qual se transforma face aquele ambiente desregrado do Cortiço…ele acaba por matar um e abandonar a família, um verdadeiro desastre.

Começamos o mês com uma inflexão em TODOS os indicadores de confiança da nossa economia…nada positivo… o ambiente desregrado da nossa economia está afetando o humor da indústria, consumidores, serviços, comércio.

“O resultado de março sugere haver desapontamento dos consumidores com o ritmo de recuperação da economia, após projetarem melhoras para a economia e para as finanças familiares nos meses anteriores. Além da velocidade da recuperação estar aquém do esperado, a demora no avanço das reformas tem contribuído para o aumento da incerteza econômica”, afirma Viviane Seda Bittencourt, Coordenadora da Sondagem do Consumidor.

“O resultado da Sondagem da Indústria de março sugere que o setor continua em ritmo sonolento (…) Mas o que chama mais a atenção é a redução do otimismo com a evolução do ambiente dos negócios nos seis meses seguintes (…) recuou em março para um nível de neutralidade em relação ao futuro.” Comenta Aloisio Campelo Jr., Superintendente de Estatísticas Públicas da FGV IBRE.

Não vou postar aqui os outros gráficos pra não ficar enfadonho, mas a tônica foi essa. (LINK para os indicadores) O governo, ou ao menos a equipe econômica, sabe disso e por isso corre para que a reforma da previdência avance.

Além dos números da Reforma da Previdência… a Reforma da Previdência ganha uma importância ainda maior, não só pelos superlativos números, mas porque seria a primeira grande vitória desse governo. Um governo que foi eleito prometendo várias mudanças, precisa emplacar pelo menos uma…precisa começar…emplacando a maior delas, ganha um capital político para seguir com as outras….e penso que tirando do papel as mudanças tributárias, privatizações, desonerações, reduções de cargos e tudo mais, nossa economia voa!

Apesar de tudo de ruim que vemos e comentamos acerca desse Cortiço chamado Brasil, não esqueçamos que estamos sim em ritmo de melhora…nossa economia irá crescer esse ano! Veja que a criação de empregos vem melhorando:

E o menor endividamento das famílias e da economia tem levado a redução da inadimplência:

Menor inadimplência + menor endividamento das famílias + emprego = ambiente muito bom para os bancos, mas também para a recuperação de algum consumo.

 

BOLSA

Todo esse cenário desse cortiço macroeconômico, a meu ver, se traduz em uma cenário de bolsa agitada, confusão e briga tal qual um próprio Cortiço. Bate-boca, daqui, bate-boca de lá….trade war pra um lado…pacote de estímulo pra outro…briga entre políticos internamente… Mas por isso saímos dos 100k para 91k em dias! Tal qual grande parte das “correções” normais que temos visto nos últimos 2 anos. (p.s: isso não é uma análise gráfica)

 Normal que se mova em ups and downs… com exceção de 2 eventos que marcaram os anos (Joesley Day e a Greve dos Caminhoneiros) os demais ajustes do Ibovespa foram de até 10%, tal qual tivemos agora.

Sigo otimista como sempre…Brasil tem um potencial gigante, e seu eu achasse que a reforma da previdência não sai, nem devia ter dinheiro investido em bolsa provavelmente!  Sem um fato novo realmente relevante, penso que bolsa é pra cima sim! Sim eu sei…o cenário as vezes parece confuso, desordenado nesse cortiço, mas veja que mesmo os recentes fatos relevantes geraram uma paúra momentânea e quem não se deixou levar pelo ambiente inóspito aproveitou pra fazer grana!

 

PARA SEMANA

3 pontos me chamam atenção e podem fazer preço:

  • Temos uma bateria de PMI’s pelo mundo…são indicadores dão um certo tom de como anda a atividade econômica pelo mundo. Está dado que o mundo passa por uma desaceleração em 2019, mas a magnitude dessa desaceleração não está posta, então isso é algo que pode mover preços. Inclusive já tivemos o dado de China (comento mais abaixo) que traz um tom positivo para o começo da semana.
  • Essa semana o premier chinês vai a Washington seguir as negociações sobre a trade war…esse é o evento do ano no campo macro internacional, uma novidade positiva seria um belo catalisador pra bolsa.
  • Especula-se ou se comenta a respeito de uma nova Greve dos Caminhoneiros…não sei o quanto disso é verdade e o quanto é boato, mas é bom ficar esperto.

 

Era isso.

Aquele Abs.

Twitter: @willcastroalves / Yotube: Willcastroalves

Instagram: @willcastroalves / Facebook: William Castro Alves

3 comments

Leave a Reply