20190506 – Tônica da Semana: O QUE ESPERAR PARA E MAIO NOS MERCADOS?

A Tônica
Tempo de leitura: 8 min

p.s: Foto de capa tirada por mim em Lisboa em 2017. 

 

CENAS LAMENTÁVEIS?

Sigo um perfil do Instagram que se chama “Cenaslamentáveis”. É um perfil focado em futebol…uma de minhas paixões, como bom brasileiro. É o tipo de perfil cômico, mas que me arranca algumas risadas. Eles tem uma postagem recorrente no qual colocam vídeos de quebra-pau em cenas de futebol ao ritmo de músicas aleatórias…ex: Maradona brigando num clássico entre Barcelona e Atlético de Bilbao ao som de Parangolé!

Por que estou falando isso? 

Porque ao que tudo indica teremos cenas lamentáveis no mercado…então é melhor colocar um axé baiano pra ver se ameniza! Minha sugestão: qualquer uma do “mago Durval Lelys” em homenagem aos meus amigos de Vitória!

Resultado de imagem para durval lelys

Isso porque a tônica dessa semana foi dada no domingo por um tweet do presidente Trump:

Bem em suma ele está dizendo que as tarifas sobre os produtos chineses implementadas em outubro passado são as responsáveis pelo crescimento econômico americano e que subirão na sexta-feira…ele ameaça taxar outros produtos que não entraram nessa primeira lista de produtos…e ele diz ainda que as negociações entre EUA e China caminham devagar.

Por que isso é muito ruim para a economia e os mercados: 

  • Primeiro e mais importante ao meu ver: dá uma indicação de que as negociações para encerrar a Trade War vão pior do que se imaginava e o desfecho positivo esperado para breve, não deve acontecer. Adiciona uma componente de risco que não estava incorporada nos preços, a de que a trade War pode não ter um final feliz!
  • Segundo de fato eleva as tarifas de produtos chineses vendidos aos americanos…torna mais caros os produtos chineses e isso tende a impactar em cheio as perspectivas de crescimento da China. E se China cresce menos, o mundo cresce menos!
  • Possivelmente teremos retalhações chinesas…ou seja, tributação sobre os produtos americanos, afetando assim alguns setores e, consequentemente o potencial crescimento americano!

Bloomberg tem um gráfico bem legal que estima o impacto em termos de crescimento pelo globo, por conta dessas tarifas mais altas:

relates to U.S.-China Trade Deal Talks Enter Endgame: Global Economy Week

Porque ele fez isso então? A meu ver 3 motivos: 

  1. Pressionar os chineses para fecharem o acordo…eles ainda negociam e uma definição estaria agendada para sexta.
  2. Trazer o mercado para a realidade de uma negociação que não caminha bem.
  3. Dar uma resposta ao povo americano, mostrando que ele fez o que prometeu em campanha, ou seja, lutar para equalizar o déficit comercial chinês.

Trump com os mercados:

vince mcmahon trump GIF

Apertem os cintos, pois a meu ver o impacto disso é: aversão a risco na veia! Ruim para bolsa ; ruim para commodities ; ruim para emergentes; bom para ouro e dólar. Esse é o impacto esperado de curto prazo. Mas lembro que China e US estão em negociação até sexta…os chineses estarão em Washington, então é possível que isso se dissipe, caso haja algum acordo durante a semana, mas por ora, maio começa como normalmente é…um mês turbulento para os mercados!

 

SELL IN MAY AND GO AWAY? 

Esse é um axioma famoso no mercado americano. Seria algo como  “venda em maio e fique longe do mercado”. 

É tipo aquela música da banda Cheiro de Amor:

“avisa lá, avisa lá, avisa lá ôôô avisa lá que eu vô”…tipo vou cair fora desse mercado!

Tradicionalmente maio é um mês difícil para os mercados. O gráfico abaixo compara a performance de quem comprou o S&P 500 em novembro e carregou-o pelo período de 6 meses até abril (barra azul); e outro que comprou em maio e carregou a posição até final de outubro (barras em vermelho), igualmente 6 meses. Fica claro que a estratégia de comprar em maio não deu muito certo.

Fonte: Marketwatch

Indo para o Brasil, coincidência ou não, o fato é que o mês de maio tem sido um mês historicamente bem ruim para bolsa. O gráfico abaixo apresenta o desempenho do Ibovespa nos últimos 24 anos no mês de maio.

Fonte: Valor Gestora de Recursos

Então meu caro investidor…esteja ciente que esse é um mês daqueles! É preciso muito axé e calma!

 

 

BRASIL BANDA MEL 

No Brasil seguimos cantando aquela da Banda Mel:

aê aê aê aê hey hey hey hey ôôôô quando você chegar…quando você chegar….

Me refiro a reforma da previdência…quando ela chegar nossos problemas terão sido resolvidos? Not really, mas ela dará uma bela ajuda.

Nesse sentido eu postei nas últimas semanas uma tabelinha, a qual foi bastante criticada. Alguns dizem “como estabelecer probabilidades para algo tão incerto?”.

Sim eles estão corretos…por ora não há como dizer com nenhuma precisão matemática qual reforma da previdência teremos! Meu objetivo foi apenas fazer um exercício de entender o que estaria nos preços da bolsa atualmente. Penso que é isso aí: 

Então para quem criticou ou achou que eu estou viajando, veja que o Estadão publicou uma matéria com as estimativas de diferentes agentes do mercado a respeito da reforma:

E falo dessa reforma pois sem ela a confiança dos agentes vem definhando e a atividade sofre. A leitura é simples: a economia fiscal é gingante, mas tão importante quanto isso, para um governo que se propõe a mudar radicalmente a gestão do país, precisa vencer sua principal batalha, para que suas promessas se tornem críveis…logo a reforma da previdência capitalizou tamanha importância.

Essa semana tivemos mais um dado horroroso da nossa economia…uma lástima, me lembou uma das músicas do É o Tchan da época que ainda se chamava Gerasamba:

“e vai descendo vai , vai descendo vai, vai descendo vai … essa menina não é capaz de botar o peão pra rodar”

A produção industrial despencou 6,1% em março…com resultados negativos nas quatro grandes categorias econômicas, em 22 dos 26 ramos, em 60 dos 79 grupos e em 63,7% dos 805 produtos pesquisados…..foi o pior recuo em 10 meses na base anual e ficando bem pior do que o esperado pelo mercado.  e que sinaliza uma maior chance de recessão na manufatura e de desaceleração econômica no ano.

 

CONCLUINDO

Apesar desse corolário negativo, lembro que essa semana passada tivemos a conferencia da Berkshire Hathaway. Um dos ensinamentos do bom velilho é comprar quando todos tem medo, o noticiário é tenebroso e vemos sangue na tela. Logo não tenham receio meus caros…nesses momentos é que o investidor deve mostrar controle e aproveitar as quedas, pois para ganhar dinheiro no mercado é fundamental comprar barato….rs. 

A gente compra e segue por aqui no embalo do: “vai ralando na boquinha da garrafa”…cantando “sobe danada!”. 

 

Era isso.

Aquele Abs.

Twitter: @willcastroalves / Youtube: Willcastroalves

/ Linkedin: William Castro Alves / Instagram: @willcastroalves / Facebook: William Castro Alves

7 comments

Leave a Reply