20160513 – Thoughts

Bolsas, Brasil, Curiosidades, EUA, Europa, Thoughts, Uncategorized
Tempo de leitura: 10 min

TÔNICA DO DIA

Bom dia a todos,

Governo novo, vida nova, problemas antigos…hehe..voltemos a realidade…nada mudou significativamente…ainda..vamos com calma. Muito já se escreveu sobre Temer…então serei breve…lá embaixo tem post sobre (POESIA DE TEMER…). Mas em suma ele já deu a tônica de seu governo: (i) comércio exterior, (ii) estabilidade da economia e (iii) um forte programa de concessões e desmobilização de ativos. Senti falta de um arranjo fiscal como um pilar..mas enfim. 

Gostei do fato dele saber qual é o papel do governo: segurança, saúde e educação…logo todo o resto deve ser compartilhado com a iniciativa privada. Portanto, penso que muita coisa possa acontecer nos setores elétrico, de petróleo e gás, estradas e aeroportos…mas tudo depende do mais difícil…apoio político! PT já disse que vai votar negativamente contra TUDO independentemente da matéria….Fo.. mas veremos mais capítulos a frente. All in all o cheiro das propostas é bom…estou otimista.antigas-garrafas-de-agua-tonica-antarctica-290-ml-13733-MLB139598645_3946-O

Mas mercado lá fora não está muito…futuros americanos caem 0,4%, petróleo 0,9% e bolsas europeias 0,4%.

Me chamou atenção o que vem ocorrendo com as montadoras. Volks na mínima de 5 anos e perdendo market share cada mês desde os escândalos do ano passado; a Nissan comprando participação na Mitsubishi; e a Honda veio com um resultado 34% abaixo das estimativas dos analistas. Bizarro.

Na economia, tivemos uma porrada de dados: PIB de Hong Kong contraiu 0,4% neste 1T16; dado do PIB do 1T16 da UE foi revisado para baixo de +0,6% para+ 0,5%; dados de construção do UK mostraram uma contração de 4,5% ante o ano anterior. Ainda temos vendas no varejo nos EUA e o sentimento do consumidor americano segundo Un. Michigan.

 

LÁ FORA

 

EUA – SEM GLAMOUR

E a indústria segue definhando no mundo…deixou de ser glamouroso…virou coisa de chinês…bizarro. Veja que nos EUA apesar da queda recente, o dólar alto segue prejudicando exportações.

 

Não por acaso, na análise do último payroll advinha quem “destruiu” empregos:

 

 

A INFLAÇÃO MÉDICA 

Meu amigo não queira ficar doente sem plano…é caro!

Quantos de vocês já não ouviu algum tio, pai, avô ou etc te dando esse conselho ou citando essa frase?

Mas isso é porque é de fato a mais pura verdade! Já conversei com empresa do setor e na média dá pra falar que faça chuva ou sou, com presidentA ou presidente, com crise, etc, não interessa inflação médica é na casa de 10% todo ano no Brasil!

Nos EUA esse problema também vem assustando um pouco….dá uma olhada no vilão dos custos de trabalho por lá:

 

UK – THE BLOODY BREXIT, FOR GOD SAKE!!! 3brexit agaisn

Venho comentando bastante este tópico porque penso que realmente é importante.

Como já mostrei aqui esse esta na lista de um dos maiores riscos dos gestores a respeito dos mercados em maio/junho…dá uma olhada no post:

“TÁ COM MEDINHO É?”

Pois bem, vejamos os argumentos a favor da saída do UK da UE e os contra.

Favor: 

# Melhor controle de fronteiras e especialmente imigração….até porque a própria UE não tem conseguido uma solução para tal problema.

# Economia britânica sairia fortalecida segundo alguns…pois eles poderiam fazer seus próprios acordos comerciais, legislar em causa própria (suas industrias) e por aí vai…

#  Uma maior dinamicidade de decisões, que deixariam de necessitar do “aval de Bruxelas” ou da UE como um todo.

# Redução dos preços dado que produtos europeus são carregados de taxas e protencionismo que os encarece…fazendo parte da UE eles seguem acordos comerciais que determinam cotas e tals … logo estando fora, estariam mais abertos a negociar com outros países.

Contra:

# Economia do UK vai bem e isso porque Europa vem se recuperando. Em outras palavras, o UK precisa da Europa. Cerca de 50% das exportações britânicas vão para Europa, enquanto 10% das importações britânicas vem da Europa. Logo, quem precisa de quem?

# Cálculos do tesouro inglês apontam que a economia do UK poderia ser 6% menor em 2030. Isso representa perda de renda para população.

# Saída geraria uma incerteza muito grande que seria danosa para a economia. Não obstante, os novos arranjos levariam tempo a serem formados e isso tem um custo alto.

# Fazer parte da UE torna o bloco um só em momentos de guerra. Ainda que ninguém imagine nenhuma guerra, a coalizão geopolítica é importante para conter avanços de Putin por exemplo ou conter o ideal separatista da Escócia.

# Deixando de ser UE os cidadãos britânicos que vivem em outros países tais como Espanha, Portugal (cheio de aposentados ingleses) deixariam de ter acesso ao serviço público de saúde por exemplo.

 

 

NO BRASIL

POESIA DE TEMER…Reflete sobre a profundidade da vida, que muitas vezes se esconde nos mais rasos trocadilhos.

Temer é poeta … acho que vocês já descobriram isso, mas enfim…recorro a sua poesia para emitir minha opinião a respeito dele…penso que ele tem uma causa: botar o país nos trilhos. Assim como ele escreveu: “Um homem sem causa, nada causa”.

Sei que estamos apenas no primeiro dia do mandato do presidente Temer e vocês já cansaram de ouvir sobre o que ele deve fazer ou deixar de fazer…de quais as perspectivas , etc. Por isso me proponho aqui a pontuar algumas coisas que li e que me parecem fazer sentido ou ser importante comentá-las….

1) Crescimento. Penso que Temer pode aproveitar a recuperação cíclica de nossa economia. Mendonça de Barros pontuou muito bem…vivemos no primeiro mandato Dilma uma bolha de consumo inflada através de subsídios, financiada a juros baixos e gasto governamental. Essa bolha estourou agora no segundo mandato com 2 anos de queda de PIB de 4%. Mas agora já com inflação em trajetória de queda há espaço para corte de juros. Com alguma melhora na confiança e se aproveitando da capacidade ociosa hoje existente, nossa economia pode se recuperar mais rápido do que muitos imaginam. Talvez por isso o Itaú já veio com o 1% de crescimento projetado para 2017.

 

 “A dívida pública está crescendo de maneira explosiva e insustentável”, diz Giannetti (Reprodução)

2) Fiscal. Alguns economistas acham que Temer não tem mandato para promover mudanças radicais no tocante a reformas fiscais e que não deve ser duro demais nesse campo…isso pelo contexto político e por Temer não ter sido um presidente eleito…polêmico. Nesse quesito sou mais da linha do Eduardo Giannetti de que é fundamental atacar os problemas fiscais para retomar a confiança dos investidores e empresários e de que acabou o espaço para criatividade econômica e agora é o momento de fazer o que é necessário. E quando digo isso não é aumentar impostos para tapar buraco do fiscal…isso é remendo. Vale lembrar que estamos falando de uma trajetória muito ascendente…dá uma olhada e vê se não tem que ataca forte mesmo?!

 

3) Câmbio. No tocante a câmbio parece haver um consenso de que do jeito que está fica bom para todo mundo..hehehe… os exportadores já estão com olhos ar
regalados pois poderiam perder sua competitividade…a redução de juros entraria aí como uma ajuda para conter apreciações do real… Uma apreciação muito fdolarbaixoorte do real pode minar a competitividade das exportações brasileiras, além de baratear em demasia as importações. Logo penso que câmbio deve ficar por aí mesmo…talvez deslizar até os R$ 3,30…quando daí mta gente iria começar a reclamar.

 

Em suma, a meu ver, a percepção de que ocorrerá um ajuste ou a simples melhora do controle e administração fiscal deve diminuir o risco país, isso aliado a já trajetória descendente da inflação deve trazer os juros para baixo, tal qual já vem sendo precificado na curva. Esses fatores podem ajudar na retomada da confiança e que resultaria em sinais positivos no mercado de trabalho e no mercado de crédito privado, além de uma maior atração de capitais estrangeiros. Tudo isso é muito benéfico para nossa economia…estou sendo muito otimista será? 

 

 

CURIOSIDADES…

GAROTA DINAMARQUESA…

Esse post em nada tem a ver com o bom filme com o mesmo nome. Mas sim com minha experiência de vida. Era tarde de uma quarta-feira ensolarada de abril de 2007 e eu estava em Copenhagen… surpreendentemente fazia “calor” (por volta dos 22 graus) e eu caminhava inocentemente por um parque que não me recordo o nome. Eis que me deparo com duas jovens dinamarquesas fazendo top less. Isso mesmo top less. … sim elas eram lindas e loiras. Minha reação? Meter um óculo escuro, deitar na  grama e apreciar! Que dia meus amigos! Tudo que é bonito deve ser admirado com apreço. 

Lembro de olhar em volta e pensar: queria ter dinheiro para comprar um apê aqui…pois é…meu sonho tem ficado cada dia mais longe…dá uma olhada nos preços de apartamentos por lá…..ai ai ai ó vida…ó céus.

 

 

Era isso, 

Abs.

WILL

 

 

Leave a Reply