20160616 – Thoughts

Bolsas, Brasil, Curiosidades, EUA, Europa, Thoughts, Tônica do Dia
Tempo de leitura: 7 min

TÔNICA DO DIA

Bom dia a todos,

Well…not really…essas mudanças de temperatura fizeram uma vítima…peço desculpas pela brevidade, mas a tosse, dor de garganta e outras coisas me derrubaram.

Mas vamos lá Banco centrais dos EUA, Japão e Suíço não anunciaram nenhuma medida mágica ontem…como esperado…hoje tem o Banco inglês que também não deve trazer nada….mas o comentário da Janete ajuda a dar o tom do mercado…basicamente ela disse que “forces holding down rates may be long lasting”.

Em outras palavras a “presidenta” do FED disse: olha só, economia ta devagar, mundo não cresce, juros por aí estão negativos…to revendo meu cenário aqui e acho que não vô subir mais os juros! 

Sobre juros negativos da uma olhada no post: MY NAME IS BOND, NEGATIVE BOND

Ainda que pudesse parecer positivo para ativos de risco, o fato é que juros não sobem nos EUA porque economia no mundo está fraca….logo mesmo após tal discurso, mercados reagem negativamente e dólar se fortalece (DXY +0,4%); futuros americanos em queda de 0,4%; petróleo segue para baixo (-1,4%); na Europa bolsas caem 0,8%. Na Ásia o no show do BoJ fez a bolsa cair por lá mais de 3%.

Internamente a lava-jato esta fazendo o seu trabalho… e o Machado parece que está conseguindo cortar as asas de muito político por aí….afetando a cúpula do PMDB o (Partido do Meio do Brasil) ele acaba afetando a fraca governabilidade do Cobra Temer…uma pena…mas é a realidade….é simples: bull in politics, bear in markets! That’s it. Ao que tudo indica, junho deve ser mesmo aquele mês que a bolsa não vai andar…o que me deu um susto no início do mês foi só susto mesmo e segunda quinzena não deve ser das mais otimistas não.

LÁ FORA

MY NAME IS BOND, NEGATIVE BOND! 

Explicando rápido o que se passa…na busca por proteção, ou com receio do que pode ocorrer no mundo, os títulos considerados “heaven” ou “safe” tem sido bem demandados…não obstante temos um cenário de liquidez nunca antes visto….aumento de demanda faz os preços dos títulos subirem…em renda fixa, quando o preço do título sobe, significa que o seu yield cai, porque o investidor está disposto a pagar mais para ter o mesmo rendimento no futuro…logo a taxa de retorno deste é inversamente proporcional ao preço do título…os gráficos a seguir mostram que os yields vem caindo sistematicamente no mundo…reflexo da procura por esses bonds….os quais apesar de com retornos baixos, seguem mais atrativos do que nunca…ao menos na visão dos investidores…

No Japão…

“JGB yields are at levels where they should be peaking out, but given that the U.K. is the underlying driver, Japanese yields are unlikely to reverse course and rise just yet,” said Katsutoshi Inadome, senior bond strategist at Mitsubishi UFJ Morgan Stanley Securities Co. in Tokyo.

 

YIELDS

 

Na Alemanha….

 

YIELDS5

 

Nos EUA e UK ainda não chegou no nível negativo, mas fica claro pelo gráfico que seguem em queda…dá uma olhada:

 

YIELDS4

 

YIELDS3

 

Apenas nos países periféricos da Europa temos visto um movimento diferente…reflexo do aumento na percepção de risco com o Brexit…ou porque representam mais risco mesmo…

“Peripheral spreads will continue widening, regardless of the outcome” of the referendum, said Antoine Bouvet, a London-based rates strategist at Mizuho International Plc.

 

YIELDS6

 

 

NO BRASIL

CPFE3 – BUSCANDO ENERGIA NOA SUL  

Empresa anunciou acordo para aquisição da distribuidora gaúcha AES Sul por um valor total de cerca de R$ 1,7 BI….valor representa 8,5% do valor de mercado da CPFL. Não é pouca coisa não. A AES Sul atua como distribuidora de energia elétrica no meu Rio Grande e possui o monopólio para servir o mercado cativo de 118 cidades.

Confesso que me faltou tempo para olhar melhor, mas a CPFL pagou um 1,8x P/VPA e 0,5x P/Receita. Quanto ao lucro, teria que olhar melhor, mas em 2015 a AES Sul teve prejú de ~R$ 5MM, basicamente com custos de compra de energia para revenda…penso que foi one off…logo, considerando o lucro de 2014, chegaríamos a um P/L de 8x …. Considerando que CPFL negocia a um P/L de 20x, P/Receita de 1x e um P/VPA de 2,5x dá pra dizer que pagou bem menos que ela mesmo negocia…dado que CPFE nunca foi barata, não seria uma referência muito boa…all in all acho bom pra CPFE que “descola” um crescimento sem pagar nenhum absurdo por isso. 

 

 

JBSS3 – SERÁ QUE FINALMENTE CHEGARÃO NO TONY RAMOS? 

Há muito tempo tenho receio com JBS de que algum momento iria estourar algo
contra a empresa no tocante a envolvimento com corrupção…acho o crescimento da empresa deveras polêmico…nunca tive em carteira recomendada pelo medo de acordar com uma notícia bombástica…estive errado até hoje…pois bem…li hoje que a delação do ex-senador e ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado também envolveu a JBS. De acordo com depoimentos, Machado disse que em 2014 ouviu de senadores que a empresa faria uma doação de R$ 40 milhões ao PMDB após um pedido feito pelo PT. Entre os beneficiados estariam Renan Calheiros, Jader barbalho, Romero Jucá, Eunício de Oliveira, Vital do Rêgo, Eduardo Braga, Edison Lobão, Valdir Raupp e Roberto Requião. A JBS afirmou que as doações eleitorais estão dentro das regras da Justiça Eleitoral. A informação é do jornal Valor Econômico.

 

 

 

CURIOSIDADES…

 

EUA DO TAMANHO DO MUNDO

Que os caras são F… não precisa nem dizer … ao menos no que tange a economia… mas aí eu acho esse gráfico que esculacha! É o tamanho da economia de diferentes países que são comparáveis ao tamanho da economia de estados dos EUA…a comparação aqui é por PIB. Tipo só a Califórnia equivale a economia da França! O Texas equivale ao Canadá! É mole?!?!

 

 

 

Era isso, 

Abs.

WILL

 

 

Leave a Reply