EUROPA – DE REPENTE AS COISAS MUDAM DE LUGAR

Europa, Lá Fora
Tempo de leitura: 5 min

A foto de capa desse post foi só um momento de nostalgia da minha passagem por Edimburgo na Escócia….

Well…pela segunda vez aqui em um post vou citar Paulo Ricardo…até parece que sou fã do carpra…mas NÃO É ISSO, rs. Foi só porque me veio a mente aquela frase de uma música dele:

“E de repente as coisas mudam de lugar…e quem perdeu, pode ganhar”

 

Poisé…me parece que é isso que esta acontecendo na Europa…

Lembra que falava de um mundo de yields baixos e/ou negativos? Pois bem “de repente as coisas mudam de lugar! Yelds se recuperando all over Europe…arriba! 

Sell off ta rolando até no Alemão!

 

 

Curioso não…qual a razão disso Will? 

(i) Toda a torcida do Flamengo, Manchester, Bayer, Galatasaray, Milan, Barcelona, etc já estavam ganhando dinheiro e/ou posicionados para queda de taxas ou novos easings…trade crowdeado dá nisso;

(ii) EUA vão aumentar juros e isso abre margem para especulações acerca de algum aperto na Europa tb

(iii) As pressões deflacionárias parecem estar se reduzindo com a recente elevação de preços de algumas commodities…

 

 

(iv) Dados estão mostrando alguma melhora, em especial; vamos a eles:

Tivemos um desdobramento que vale chamar atenção aqui no tocante a Europa…dados de PMI divulgados essa semana foram fortes! Quem diria! Será que estão saindo do atoleiro?

Well, não sei, mas o PMI foi forte, dá uma olhada:

 

 

Algo que explica isso é que a economia alemã mostrou força, tanto no PMI de Serviços quanto da indústria…não obstante o dado de percepção com a economia por lá, também melhorou.

 

 

Não obstante, até a combalida azurra Itália mostrou alguma melhora com os pedidos a indústria fazendo spike.

 

 

E a MARvada da deflação, parece dar sinais de que está sendo superada…dá uma olhada no gráfico de inflação ao produtor alemão:

 

No mais havia uma certa preocupação com o rating de Portugal que poderia ser rebaixado e não aconteceu…não cheguei a comentar aqui antes porque sempre julguei pouco relevante….de fato o foi…mas achei esse gráfico interessante…poe mais lenha na fogueira do receio com o sistema bancário europeu…dá uma olhada nos nonperforming loan do setor corporate (em bom português, calote das empresas por lá)! Quase batendo 20%!! Mas ora pois! 

 

Isso é perigoso hein!

E por falar em bancos e Europa aqui vai um gráfico do Monte dei Paschi di Siena…aquele que tava quase quebrando….é tipo aquelas penny stocks que de vez em quando tu passa o olho e pensa em fazer uma “fézinha” independentemente de fundamento e tals…..tipo LOGN3, TPIS3, VTLM3, entre outras….enfim a perspectiva de arrumar a casa fez as ações saltarem de 0,16 Euros para quase 0,45 essa semana….mas tudo que sobe tem q cair…rs

bancamontedeipaschidisiena

 

Hehehe…lá tb tem gente que se engana com esses cases…anyway…o que importa aqui é chamar atenção que os bancos tiveram um rally interessante e na média as ações dos bancos europeus se recuperaram, o que é bom para o mercado em geral pois afasta aqueles riscos de cauda de uma grave crise no sistema financeiro europeu…ao menos por hora…rs

 

bancoseuropaout16

 

Conclusão: 

Situação na Europa dá sinais de alguma recuperação e melhora mais consistente…isso considerando o atoleiro que estavam metidos…não plotei aqui, mas desemprego na Espanha caiu bem, assim como na Polônia e outros lugares; dados de confiança do consumidor e empresário melhoraram não só na Alemanha, mas também em outros países; impactos do Brexit ainda não foram sentidos no UK…logo, em termos macroeconomicos, os últimos dados tem sido sim favoráveis na margem para economia europeia.

Os grandes temas por lá, a eu ver são ficam sendo: (i) com essa melhora Mr.Draghi vai reduzir/alterar/flexibilizar seus programas de compras de título e política moeentária como um todo?; (ii) será que não tem nenhuma “pica” escondida em alguns desses bancos europeus, vide o caso do Deutsche e dos bancos italianos?

A meu ver ambos tem poder para chacoalhar o status quo de mercado, por isso chamei atenção aqui.

Leave a Reply