BRASIL – É PRECISO FUGIR DO RUÍDO…

A Tônica, Bolsas, Brasil, Emergentes
Tempo de leitura: 8 min

Primeiramente peço desculpas aqueles que acompanham o Bugg pois falhei nas postagens essa semana…não por acaso uma semana cheia de ruído. Pra fugir desse ruído vim para o País de Gales …sim Wales! Aquele do time que surpreendeu na Eurocopa a oesta de Inglaterra…não, não é a Islândia, mas é bem frio por aqui. É interessante notar que aqui em meio a ovelhas e carneiros tenho o silêncio que preciso para não dar tando ouvidos a Renan, Temer, Geddel e por aí vai.

wales

 

O que foi colocado nos preços:

Bom sendo prático, o mercado acordou para o fato que é dezembro e estamos gordos, não estamos prontos para o carnaval, ou seja bora malhar! heheh…Em outra palavras o mercado acordou para o fato de que Brasil não vai crescer muito ano que vem (entre 0,5% e 1%), o atual governo não é uma rocha e tem teto de vidro, que as reformas necessitam de um equilíbrio político difícil de ser mantido e que sim é caro pagar 15x Lucro sobre as ações do Ibovespa. 

Não obstante, o cenário político volta a fazer o ruído necessário para acordar do sonho dos 70k…vocês sabem né “bull in politics, bear in the markets” 

 

551eda61-c344-4dfb-ae6b-50a7dd058da5

Eu devia dar mais atenção as coisas simples da vida…tipo: capa da Exame, vende! Comentei isso um tempo atrás e não fiz…Deus me deu o sinal…mas realmente para ganhar $ em bolsa você tem que ir contra tudo que ouve, vê e lê…não tem outro jeito! Escrevi sobre essa capa dia 07/11…estávamos a 64.051 pontos.

BRASIL – REVERSOR INDEX E BOTÃO EJECT?!

 

Inclusive escrevi isso:

“E o que ajuda a fortalecer esse receio é o fato de os números da economia Brasileira ainda não demonstrarem nenhuma melhora…isso preocupa cara…já falei aqui que não acredito numa descorrelação eterna de fluxo financeiro e desempenho econômico…alguém tem que ajustar! Ou os números começam a mostrar melhora, ou bolsa cai! “

 

Mas ok…passou.

 

 

O que temos visto? Dados seguem sendo fracos! Os mais recentes:

PIB. Segundo o IBGE, o PIB recuou 0,8% no 3T16 ante o 2T16. Na comparação anual foi um recuo de 2,9%, 10ª queda consecutiva; no acumulado do ano -4,0% ante 2015, a maior queda para este período desde o início da série em 1996.

 

pib2 pib1

 

Confiança. Último dado de confiança também não ajudou. Melhora ante outubro, mas o tom é de acomodação e não de avanço.

“A melhora da confiança industrial entre abril e julho teve como protagonistas o ajuste de estoques e a diminuição do pessimismo em relação ao futuro. Ainda que permanecesse baixo em termos históricos, o ICI havia atingido o maior patamar desde o final de 2014. Desde então, no entanto, o índice continua oscilando em torno do nível atingido em julho. O setor aguarda notícias que alterem o ambiente de negócios, ainda bastante desfavorável”, afirma Tabi Thuler Santos, Coordenadora da Sondagem da Indústria da FGV/IBRE.

confiancadaindustrianov16

 

 

Mas aqui no silêncio dos carneiros e ovelhas, bebendo meu english tea eu me pergunto se houve uma verdadeira ruptura de cenário??  

Sinceramente acho que não. Mas obviamente não sei qual o poder destruidor de uma delação da Odebrecht ou dos conchavos políticos. Não tenho como agregar NADA nesse sentido…e acho esse papo, MTO CHATO, pois não se chega a lugar nenhum…é um monte de especulação!

Salvo esses eventos que NINGUÉM prevê, o que temos como base? 

  • Inflação parece estar sendo controlada;
  • Apesar dos solavancos externos, a tendência interna é que os juros caiam…talvez não tanto na curva que já precifica parte relevante dessa queda, mas existe espaço para queda da Selic;
  • Queda de juros abre espaço para redução da alavancagem das empresas ou ao menos para o serviço da dívida e consequentemente representa mais Lucro na última linha;
  • Existe espaço para recuperação da atividade com recomposição de estoques e um PIB crescendo 0,5%-1% ano que vem. Recente relatório do Itaú comenta isso. De que a produção tem estado abaixo da demanda e isso só é possível com o consumo de estoques…mas estoques acabam e em algum momento a produção retoma…mesmo que em velocidade ainda lenta. (abaixo o gráfico da relação estoques/PIB)

estoquesitau

  • Um outro fator que ajuda é a recuperação dos preços de commodities. Não gosto de contar com o ovo no “..” da galinha, mas conquanto que não haja nenhuma catástrofe, a recente alta nos preços de commodities é boa para nossa atividade produtiva. (abaixo gráfico semanal de um índice de commodities).

commoditiesdez2016

 

O Itau sustenta uma tese de 1,5% de crescimento de PIB pra ano que vem que eu acho meio too much….

 

itaucrescimento

 

O ponto central é: aqui em meio as belas pastagens do norte do país de Gales eu não vejo o mundo desabar…aliás acho que é muito ruído!

 

wales2

 

Acho apenas que essa irracionalidade dos movimentos recentes guardam certa racionalidade com o que tem sido observado nos números de nossa economia. Houve então um certo ajuste de expectativas e o mercado trabalhando com o cenário base e não mais o Bull case, o melhor cenário…como assim?

Base case: reformas sendo aprovadas/avançando em ritmo lento e com dificuldade e muita luta política. Juros caindo por conta da atividade fraca, mas com ruídos políticos afetando a credibilidade e moeda. Atividade respondendo lentamente.

Bull case: tudo sendo aprovado rapidamente, juro caindo rapidamente e atividade respondendo com o país voltando a crescer, governo fortificado e disputas políticas contornadas.

Worst case: governo perde apoio político, reformas não avançam, país não cresce, risco aumenta, juros não cedem como forma de ancoragem cambial, população insatisfeita pressiona e no limite poderia haver mudança na condução de política econômica ou até de governo, tipo novas eleições.

Comentei aqui   BRASIL – IBOV DEU “PT”? #NOT – parte 2  sobre o potencial que podemos ver no IBOV. Sigo achando isso…acho sim possível haver um crescimento de lucros de 15% pra ano que vem…se isso for verdade a bolsa passaria a ficar cara lá depois dos 73k-75k.

Óbvio que vão haver solavancos e a alta não vai ser uma linha reta…come on! Estamos no Brasil!

Sigo achando que tem muito ruído! Por isso prefiro ficar aqui com as ovelhinhas ouvindo apenas o barulho do vento. 

Bom, vou lá acabar de subir minha colina e “falar” com algumas ovelinhas…pedir uns conselhos.

 

caminhada

 

 

4 comments

  • Bom dia William. Atualizando teus posts anteriores e no assunto das commodities, Vale e siderúrgicas continuam subindo no embalo do minério. O preço/tonelada já deve ter atingido níveis semelhantes aos de 2014, porém, com metade da demanda daquele ano. Quão próximos estamos do estouro dessa bolha?

    • Excelente pergunta Bruno.
      Acredito que essa alta toda segue sendo motivada pela procura por investimentos dolarizados por chineses.
      Minério e outros metais são a opção e acabam sendo inflados por essa especulação.
      Acredito que é questão de tempo até o governo impor restrições como fez em outros mercados que passaram por isso (vale lembrar o que ocorreu com a bolsa chinesa em janeiro de 2016).

  • Olá William, excelente artigo!
    Quando você vai postar a atualização da sua carteira.
    Vale manter a HGTX3 que está em tendência de queda?

    PS. obrigado pela sugestão de BEEF3!

Leave a Reply