Resultado Enauta(ENAT3) 1T19 – Resultado enaltecedor?

Empresas
Resultado Enauta(ENAT3) 1T19 – Resultado enaltecedor?

 

Essa piada foi extremamente ruim, eu sei. Mas tenho que concordar, a mudança de nome pode ter feito bem a companhia rs. O resultado da Enauta (antiga Queiroz Galvão, só de nome) foi enaltecedor!

 

Depois da tempestade, vem o CRESCIMENTO

Deturpei o ditado popular, peço desculpas, mas é isso que está acontecendo com a companhia. Continua crescendo e melhorando suas operações. Olhem a imagem abaixo:

Fonte: Release Enauta 1T19

Resumidamente, a produção foi impactada no trimestre por conta das fortes chuvas, que acabaram por acionar mais as hidrelétricas no período. Paralelamente, teve uma parada programada já pela companhia (só olhar trimestres anteriores, que eles comentam), que durou cerca de 20 dias. As atividades já foram retomadas normalmente e estão previstas para os próximos trimestre a produção em linha de 4,1-4,4MMm³ de gás.

Para ser sincero, tirando essa paralisação prevista e o Lucro Líquido (que também já era previsto), eu não vi nada que me pudesse desanimar com o case. Crescimento de 74,5% da Receita Líquida vs 1T18, em função de um trimestre completo da produção de Atlanta. Que representou pouco mais de 1/3 de toda produção.

Lucro Líquido de R$ 51 milhões, queda de 17,7% vs 1T18. Lembrando que no 1T18 teve um não recorrente da venda do Bloco BM-S-8. Excluindo esse não recorrente (só do dinheiro que entrou da venda), você chega a R$ 62 milhões de Lucro Líquido no 1T18, porém, afetados ainda pelo resultado financeiro alto do período (que também foi não recorrente).

EBITDAX encerrou em R$ 128,8 milhões, com alta de 117% vs 1T18!!! Esse resultado foi beneficiado em R$ 31,3 milhões, pelo fato da companhia ter adotado o IFRS 16 (Método Contábil). Aí vão falar, “viu foi por causa do não recorrente do IFRS 16”. Errado. Desconsiderando esse ganho, o EBITDAX cresceu 100% vs 1T18, por reflexo de uma maior produção e menos despesas gerais e administrativas.

Foi enaltecedor ou não?!

Oh Yeah Dat Ass GIF by Saturday Night Live

Olhando para frente…

Comentando um pouco do que foi falado na teleconferência. A companhia pretende e está estudando, possíveis perfurações nas Bacias de Sergipe e Alagoas. Sempre ressaltando, que estão crescendo via caixa, sem necessitar no momento de fazer novos financiamentos. Atualmente a companhia possui R$ 2 bilhões em caixa e um caixa líquido positivo, ou seja, todo o seu caixa consegue cobrir sua dívida bruta e ainda sobrar dinheiro.

Para 2019, o foco vai ser o investimento em Atlanta (cerca de R$ 65 milhões), para perfuração do terceiro poço e assim, conseguir dobrar sua produção. O que é excelente ao meu ver. Para 2020, já falam de R$ 90 milhões para o campo de Atlanta, desenvolvimento do Sistema Definitivo (SD) e explorações nos blocos CAL-M-372 e na Bacia do Ceará. Deixo a imagem da visão geral para Atlanta:

Fonte: Release Enauta 1T19

Por fim, estão bem animados com o pré-sal. Estão vendo muito potencial para o óleo a ser extraído de lá e esperam poder participar. Tiveram boas notícias também, de novas descobertas em Alagoas. Divulgação da descoberta de poços verdes e até a possibilidade de ter um FPSO (um navio utilizado para exploração, produção e armazenamento de petróleo e gás.

Não gosto de ficar muito entusiasmado, mas depois desse resultado, eu fiquei bastante animado.

MEU OUTLOOK PARA ENAT3

Enauta apresentou um bom resultado. Dando tudo certo com a perfuração do terceiro poço e a manutenção das duas bombas (que já irão acontecer pela LagunaStar), a companhia vai dobrar a sua produção e chegar a 20-25mil barris de óleo por dia (até no máximo 4T19 desse ano, segundo a companhia). Além disso, a companhia continua com foco em crescer (mas sem pressão e visando aquisições que façam sentido) e diversificar cada vez mais seu portfólio de receitas. Além disso, continua com um programa de pagamento de dividendos e comentou que qualquer melhora na receita e no lucro líquido, poderão efetuar melhores pagamentos, visando agregar mais valor aos acionistas (pagamentos extraordinários como o que aconteceu, serão mais difíceis de acontecer).

Logo, vejo Enauta negociando (2019E) a múltiplos que me atraem bastante:

É difícil achar companhias neste setor a esses múltiplos. EV/EBITDA de 3x? Negociando a 5,7x lucros? Com um preço em linha ao seu Valor Patrimonial e entregando resultados, com possibilidade de dobrar sua produção até o fim do ano? É ENALTECEDOR MESMO!

 

Era isso, valeu!

Twitter: @Breno_Bonani  Instagram: @bonani_ Linkedin: Breno Bonani

7 comments

  • Cara, você pode disponibilizar a memória de cálculo pra que entenda como chegou ao p/e estimado de 2019. Estou querendo aprofundar a compreensão desse papel.

    Abraço e parabéns pelas análises!

    • Boa tarde Carlos! Então, eu projetei um crescimento de 60% para suas receitas e para o EBITDA e 40% de crescimento no Lucro Líquido (todos para esse ano). Pois, tudo indica que do 3T19-4T19 já vamos ver a companhia operando com o dobro de produção, o que impulsionara ainda mais suas receitas.

      Também analisei seu crescimento passado. De 2017 para 2018 a receita líquida cresceu 60% e isso sem ter o dobro da produção! Não obstante o EBITDAX cresceu 50% de 2017 para 2018 e o Lucro Líquido cresceu 83% nesse mesmo período. E isso já excluindo todos os efeitos não recorrentes que a empresa teve, como a venda do bloco BM-S-8. Tentei fazer uma análise mais cautelosa, poderia ter forçado a barra e colocado números maiores, alguns até estão em linha com o crescimento operacional da empresa hoje (sem a dobra de produção).

      Espero ter ajudado!

  • Ajudou demais, Breno!

    Com a duplicação da produção no 4T19 o lifting cost também vai cair, o que vai expandir ainda mais as margens. Eventuais descobertas, farm-ins e aquisições no pré-sal vão melhorar ainda mais as perspectivas. O hedge no dolar e preço de petróleo que eles fazem também ajuda a dar previsibilidade e reduzir o risco, mas mesmo que o preço do petróleo caia o case para em pé.

    Obrigado pela análise e bons negócios!

    Abraço!

  • Breno, gostei da análise.
    Porém, com os 3 poços ok, vai produzir entre 25 e 27k, e não entre 20-25k bpd.

    • Obrigado Claudio.

      Eu entendo, mas isso é estimativa da companhia… Pode vim a não se realizar. Dei uma estimativa minha, sei que pode ser para mais, mas pode ser para menos também…

  • Por enquanto não vi nada de lucrativo neste papel, a não ser conversa fiada. O dividendo que recebemos, evaporou-se. Quem teve lucro foram os especuladores, que falam maravilhas quando compram e depois falam horrores quando vendem, e a empresa vai junto com eles. As informações são sempre tardias e são dadas por pessoas que não fazem parte da diretoria ou do Conselho de Administração da empresa. Por que nunca vêm a público para dar explicações, deixam-nas ao sabor de outras pessoas estranhas e de má fé.

    • Mas e a perfuração do terceiro poço e a sonda que está consertado outros 2? Que vão fazer a produção dobrar. E os seus múltiplos amassados entregando resultados expressivos? E o Campo de Atlanta já cooperando com 1/3 das receitas do último resultado? O mercado é irracional no curto prazo.

Leave a Reply