Buggpedia: O que é a SINDIPEÇAS?

Buggpedia
Tempo de leitura: 5 min
SINDIPEÇAS – Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores
O que é a SINDIPEÇAS? Qual sua importância?

 

O Sindipeças (Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores) e a Abipeças (Associação Brasileira da Indústria de Autopeças), entidades com mais de sessenta anos, atuam diretamente no desenvolvimento e fortalecimento do setor, que reúne empresas de pequeno, médio e grande portes.

HISTÓRIA

O Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores (Sindipeças) e a Associação Brasileira da Indústria de Autopeças (Abipeças) atuam diretamente no desenvolvimento e fortalecimento do setor, que reúne empresas de pequeno, médio e grande portes. Também representam legitimamente a indústria de autopeças no País. Além da sede, localizada na cidade de São Paulo (SP), as entidades têm representação regional nos Estados onde há produção de autopeças: Bahia, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Santa Catarina. E ainda um escritório em Brasília, responsável por importantes contatos com os poderes Executivo e Legislativo.

Hoje, são cerca de 460 associados, de capital nacional e estrangeiro, com necessidades específicas, mas com um ponto em comum: fornecem para todas as montadoras brasileiras e para o mercado de reposição que supre as demandas de uma frota de mais de 42 milhões de veículos. E exportam para mais de 180 países. Com serviços e atividades dirigidos, o Sindipeças e a Abipeças traduzem esse cenário em vantagens concretas para cada associado, baseadas em quatro pilares de atuação: estímulo ao crescimento da indústria, informação e capacitação, representatividade e defesa da indústria e associativismo.

 

O QUE ELA ME OFERECE?

Para quem acompanha ou já investe no setor de autopeças, é mais que recomendado ficar de olho nos dados que o site oferece. Inclusive, muitos dos dados que são divulgados no site, servem de apoio para companhias como Metal Leve (LEVE3), Randon (RAPT4), Tupy (TUPY3), Iochpe-Maxion (MYPK3).

Infelizmente, alguns dados que seriam de grande ajuda, como “Sondagem da Indústria de Autopeças”, “Relatório de Acompanhamento Econômico” e “Tabela de Previsão para 2019-2024” são dados restritos apenas para associados.

Entretanto, temos outros dados que podem auxiliar bastante o investidor quando estiver analisando o setor. São eles:

  • Balança Comercial de Autopeças: Este relatório é postado mensalmente e aborda como foram as exportações e importações no setor, além do saldo comercial. Inclusive, o relatório disponibiliza gráficos sobre exportações por países e por mês, importações por país e por mês.Fonte: SINDIPEÇAS
  • Pesquisa Conjuntural: Este relatório também é mensal e apresenta o faturamento líquido do setor, vendas das montadoras, dados sobre o “Aftermarket” (este bem importante para Metal Leve), vendas intrassetoriais e o emprego de mão de obra no setor.Fonte: SINDIPEÇAS
  • Desempenho do Setor de Autopeças: Possivelmente o mais importante. Esse nem chega a ser um relatório, mas sim, uma apresentação sobre o setor inteiro. Você encontra o faturamento (nominal, deflacionado, em US), número de empregados (por região), empresas (por país e por capital, bom para saber aonde está os maiores concorrentes), estrutura de custos (se é mão de obra, matéria prima ou outros custos) e muito mais. Para quem quer ter uma visão bem mais completa do setor, essa apresentação é um “MUST READ”.

 

ONDE ENCONTRO ESSES DADOS?

Os dados podem ser encontrados no site oficial da SINDIPEÇAS, nos seguintes links:

Site oficial: https://www.sindipecas.org.br/home/

Balança Comercial do Setor: https://www.sindipecas.org.br/area-atuacao/?co=s&a=balanca-comercial

Pesquisa Conjuntural: https://www.sindipecas.org.br/area-atuacao/?co=s&a=relatorio-da-pesquisa-conjuntural

Desempenho do Setor de Autopeças: https://www.sindipecas.org.br/area-atuacao/?co=s&a=desempenho-do-setor-de-autopecas

 

Era isso, valeu!

Acompanhe outros conteúdos no Twitter: @Breno_Bonani  Instagram: @bonani_ Linkedin: Breno Bonani

Leave a Reply