Grandes Investidores: Nassim Taleb, Buscando Retornos e Proteção no Caos

Grandes Investidores
Tempo de leitura: 5 min

Quem vos escreve aqui é o Eliseu. Desde o início da minha jornada no mundo de investimentos procurei ler, estudar e buscar mais e mais conhecimento. Hoje, passados 15 anos, sigo aprendendo, mas posso garantir para vocês que o que mais me ajudou nessa caminhada, foi estudar o que os grandes mestres, os grandes nomes, grandes gestores de mercado fizeram e ensinaram. Por isso resolvi compartilhar com vocês aqui no Bugg, o que aprendi, através dessa série “Grandes Investidores”. Espero que os ajude, assim como esses ensinamentos têm me ajudado a ser um investidor melhor.

 

 

Nassim Nicholas Taleb – Biografia

Nassim Nicholas Taleb, mesmo não sendo um dos homens mais ricos do mundo (ninguém sabe ao acerto, mas sua fortuna é estimada em cerca de US$ 30 milhões) foi um dos escritores que mais influenciou o pensamento e comportamento de investidores ao demonstrar o cuidado com situações consideradas “Cisnes Negros” e como lucrar com essas hipóteses que têm pouca probabilidade de acontecer, mas acontecem.

Nasceu no Líbano, em 1960, sendo Líbano-Americano, ex-trader, escritor e analista de riscos. Tem graduação e mestrado pela Universidade de Paris e um MBA pela Wharton School da Pennsylvania, além de um PHD pela Universidade de Paris.

Alguns de seus livros ficaram notórios, como o Cisne Negro (que foi considerado pelo Sunday Times, como um dos doze livros mais influentes desde a Segunda Guerra Mundial). Outro famoso Livro é o Antifrágil, que ganhou também grande destaque. Ele sugere a antifragilidade nos sistemas, que é uma habilidade de benefício em um crescimento de uma série de eventos aleatórios, erros e de volatilidade, ou seja, beneficiando-se de eventos que poderiam nos deixar frágeis.

Ele fala mais de 10 línguas, algumas pouco usadas atualmente.

 

Carreira de investimentos 

Por ter sido Diretor de riscos no Credit Suisse UBS, também trader para moedas, commodities e renda fixa no First Boston, trabalhado no Deustche Bank, BNP Paribas, Taleb foi pioneiro como um hedger (buscar proteção nos investimentos) para eventos considerados de cauda, ou seja, eventos que têm pequena probabilidade de acontecer, mitigando riscos em movimentos extremos de mercado.

Dizem que a fortuna dele é de US$ 30 milhões e que tornou-se financeiramente independente e com grande sucesso no mergulho das Ponto-com, nos anos 2000 e também na crise iniciada em 2007, em que mencionou que a Crise ocorreu devido ao desencontro entre a realidade e a estatística distributiva usada em finanças.

Desde 2007 tem sido o principal conselheiro da Universa Investimentos, em Miami, na Flórida, em um fundo baseado na teoria do Cisne Negro, sendo que alguns desses fundos tiveram retornos de 65% e outros 115% em Outubro de 2008, no auge da crise.

Escreveu 5 livros que fazem parte da coletânea Incerto, com os livros, Iludido pelo Acaso (2001), O Cisne Negro (2007), A cama de Procrustes (2010), Antifrágil (2012) e Arriscando a Própria Pele (2018).

O primeiro livro, Iludido pelo Acaso, sobre a questão de subestimar o papel de eventos aleatórios na vida, sendo eleito pela Fortune entre um dos 75 livros mais inteligentes escritos.

O segundo livro, o Cisne Negro, sobre eventos imprevisíveis, vendeu mais de 3 milhões de cópias, traduzido para 31 línguas. Este Livro foi considerado como o que previu a Crise de 2008.

Nesses dois primeiros livros, Taleb ganhou como antecipação um valor de US$ 4 milhões para escrevê-los.

 

Estratégias de investimentos e o Fundo Universa Tail Hedge

Uma das estratégias preferidas de Taleb é ser ambos, super-conservador e super-agressivo ao mesmo tempo. Por exemplo, um investidor pode investir em 80-90% em algo extremamente conservador como Títulos do Tesouro, enquanto o restante da carteira pode estar em algo altamente especulativo e com alto risco. Uma sugestão é estar em apostas altamente especulativas com uma possibilidade de perda limitada.

Na visão de Taleb, realizando essas estratégias, um portfólio pode ser robusto, para isso, ganhando uma positiva exposição para eventos considerados “Cisnes Negros”, enquanto limita perdas sofridas por eventos aleatórios.

Universa Tail Hedge, 3.33% no Fundo 96,67% em SPX teriam retornos melhores em momentos positivos e de crises de mercado

 

Na imagem acima, vemos que entre 2008 e 2018, um valor alocado no Fundo Universa Tail Hedge, que Nassim Taleb é consultor a maior queda teria sido de 0,6%, possuindo retornos maiores que outros fundos mesmo assim, ou seja, comportando-se muito bem em momentos de crises, servindo os 3,3% alocados no Fundo, como uma excelente proteção, mais inclusive que o ouro.

 

Era isso!!

Um grande abraço,

Eliseu

6 comments

Leave a Reply