20190909 – Tônica da Semana: MEMÓRIAS E O “EU AVISEI”

A Tônica
Tempo de leitura: 8 min
MIAMI

Cheguei em Miami. Correria monstra! Compra isso, compra aquilo…faz o Social Security, abre conta em banco, procura casa, comprar um carro…o furacão não atingiu Miami, mas atingiu minha vida…rs. Faz parte…mudança é assim mesmo…mudança com mulé e filha é ainda mais! Mas Deus tem sido bom o tempo todo!

Mas enfim…vamos lá…serei breve…vou compartilhar algumas memórias com vocês…a maioria toscas…rs

 

NÃO É MAGIA, É …

Olhem, vejam só, como num passe de mágica o mercado virou? Como num passe de mágica as coisas se acalmam, a volatilidade diminuiu, as ações voltaram a subir e o sentimento de aversão a risco se desfaz.

Como diria a saudosa “Feiticeira” lá em meados dos anos 90 fazendo propaganda de algum produto de emagrecimento “não é magia é tecnologia!” …rs…ela merece replay!

Nesse caso não é tecnologia, mas sim, uma boa conversa…ou a perspectiva de que essa venha acontecer.

China e EUA concordaram em realizar outra rodada de negociações comerciais em Washington, DC, no início do próximo mês.

O leitor deve estar se perguntando: mas o que de fato mudou?

Na prática, nada. Nada foi resolvido acerca do principal tema do ano (a Trade War). Mas nem precisa…o mercado ganhou um prato cheio para gerar “mils” expectativas acerca de um acordo….temos 30 dias de folga!

 

NOVAMENTE, DE NOVO, 20X … OS JUROS! 

Lembro que quando eu estava aprendendo a tocar baixo arranjei uma vídeo-aula do Celso Pixinga! VHS mano! Tinha uma parte engraçada … o cara está ensinando, ou seja, pressupõe-se que tenha alguma paciência com os mortais que estão aprendendo….mas ele se mostra bem incomodado em ter que repetir o que estava tocando…ao ponto de dizer “de novo, 20x!” Rs…

Então novamente vou dizer…20x…no limite os BC’s vão atuar com a sua apertada margem que ainda possui.

Muito se falou e gerou um certo “frenesi” com recessão nas últimas semanas. A resposta das autoridades monetárias tem sido clara, no sentido de afrouxar os juros. FED já anunciou corte; China baixou o nível dos depósitos compulsórios semana passada; Rússia anunciou corte semana passada; Austrália algumas semanas atrás…além de outros emergentes conforme comentei aqui dia 12/08/2019.

Não por acaso, hoje temos muitos países onde os juros reais são negativos (juro – inflação), da uma olhada.

 

E apesar do ceticismo de muitos, a história recente tem mostrado que a flexibilização monetária tende a repercutir positivamente nos indicadores de atividade. Gráfico abaixo relaciona os PMI’s (o qual é um bom preditor de PIB) com as mudanças de juros/política monetária.

 

 

O que quero dizer é que além de não haver HOJE, nenhuma recessão em curso…há um espaço para atuação das autoridades monetárias sustentando os mercados, tal qual elas já tem feito….então, especular sobre recessão me parece mais “noise” do que qualquer outra coisa. Fora isso, NINGUÉM sabe quando haverá uma nova grande crise…não perca seu sono tentando advinha-la!

 

CADA UM NO SEU QUADRADO…

Falei que ia compartilha algumas memórias toscas….Quem lembra dessa tosquice do Kibe loco? “Cada um no seu quadrado” …kkk

Pois então…voltando ao dia dia… O que aconteceu é que as boas novas ajudaram o mercado a sair de um certo “quadrado” em que estava inserido desde o início do mês de agosto…O principal índice da bolsa americana respondeu subindo 3% da mínima da semana (na terça-feira) ao fechamento de sexta. , fato é que mercados se Isso não é análise técnica…até porque se fosse, seria mto ruim!

S&P

E os Emergentes (EEM)Também como reflexo desse ambiente mais calmo, as bolsas de países emergentes alcançaram alta de 3,8%.

 

EU AVISEI 1

Não estou aqui para contar vantagem, mas para mostrar que o conteúdo gerado aqui pode ser útil para você ganhar dinheiro! Pode parecer que escrevo mta coisa, mas o foco aqui é te ajudar a investir melhor.

Então…Eu avisei no dia 05/08/2019 eu comentei que agosto era tradicionalmente um mês ruim para bolsa:

“Tradicionalmente Agosto não é um mês muito bom para o mercado americano. Desempenho do S&P nos últimos 10, 20 anos ou desde 1950, não tem sido bom nesse mês – vide gráfico (link acima).”

E quem leu as 2 últimas tônicas viu que eu já estava otimista…normal esse sobe e desce…tem que saber lidar!

 

EU AVISEI 2

Outro “Eu avisei” foi semana passada...falei que o DÓLAR estava desajustado…caro na minha opinião.

Minha opinião: reforço o que disse semana passada “acho caro e exagerado”. Nesse patamar é mais venda do que compra! Qual o motivo para o dólar voltar ao patamar de setembro de 2018 quando ainda flertávamos com a possibilidade de Haddad presidente? 

Para mim o que houve foi:

  1. Reação normal onde os emergentes sofrem com a aversão de risco global;
  2. Contágio com a caótica situação da Argentina que afugentou alguns investidores do Brasil;
  3. Muitos fundos multimercados estavam vendidos em dólar internamente após a reforma da previdência, apostando no Real…com a piora do cenário externo muitos tiveram que se zerar e isso se deu com muitos comprando dólar.

Tava R$ 4,15…caiu pouco mais de 2%…Sigo achando caro by the way!

 

DEIXA O MENINO JOGAR

Outra boa memória que tenho é da sinuca com meus primos na Praia do Rosa… oh época boa! Até hoje não sou um bom jogador, mas era cada “gato” que arranjava na mesa de sinuca…até hoje na verdade….aquelas tacadas despretensiosas que encaçapam umas 1 ou 2 bolas sabe-se lá como! E lembro que na época a trilha sonora do bar/boteco tinha Raimundos, Charlie Brown, entre outros…e Natiruts. “Deixa o menino jogar” talvez seja a minha favorita.

Assim é o Brasil….deixa o menino jogar que ele vai mostrar que é bom!

Tivemos na semana passada o PMI que apresentou forte alta alcançando o maior nível em 5 meses…a maior alta desde março de 2017

Juros, mudança na condução de política econômica, obras de infra, privatizações, etc. Tudo isso leva tempo para mostrar seus resultados práticos, mas uma hora vai! Essa é a minha oração.

Não por acaso, desde a eleição temos mantido alguma correlação com os emergentes (algo normal e histórico), mas com a bolsa precificando ou antecipando essa melhora. Veja comparação (Ibov em verde e Emergentes em vermelho)

Chamei atenção 2 semanas atrás, para a frase do Barão de Rothschild:

“the time to buy is when there’s blood in the streets.”

Coincidentemente no dia em que o IBOV fez sua mínima recente….de lá para cá +7%!

Sigo acreditando que há muito espaço para as empresas ganharem em margem e alavancagem operacional entregando maior lucro.  Isso aliado a ainda baixa alocação a bolsa brasileira abre espaço para maiores valorizações na bolsa. #oremos!

Então deixa o menino jogar!

 

Era isso.

Aquele Abs.

Twitter: @willcastroalves / Youtube: Willcastroalves/

Linkedin: William Castro Alves

Instagram: @willcastroalves / Facebook: William Castro Alves

9 comments

  • Excelente, Will! Realmente você avisou… E dessa vez eu agarrei legal a oportunidade no dólar! Te devo uma cerveja! Muito obrigado pelos conhecimentos! Abs!

  • Bom dia Will.

    Depois que o Guedes disse que “dólar acima de 4 reais não é problema”, penso que o BC está “tranquilo” com este patamar e que, até poderia ir baixando os juros sem se importar com o impacto no câmbio acima dos 4,00 reais.

    Lembrando que o Guedes, citou (“sem querer”) uma “banda”, dólar de 4,00 a 4,20. Bem, interpreto isso como um “sinal” de que o BC vai procurar trabalhar neste “intervalo” cambial.

    • Considerando que inflação esta controlada, um câmbio mais depreciado ajudaria a melhorar nossa competitividade internacional, algo que o pessoal da indústria iria adorar. Então, sim parece confortável para o governo esse patamar de 4 a 4,2 mesmo.
      Mas lembro que quem atua no câmbio é o BC e não o ministro da economia.
      Além disso, o governo é apenas mais um agente operando cambio….temos empresas externas, internas, especuladores, bancos, etc.
      Dito isso, penso que um patamar mais “justo” para o nosso câmbio esta mais para 3,9 do que 4,2.
      Forte abs

Leave a Reply