20190923 – Tônica da Semana: GIRO PELO MERCADO E UM CHUTE

A Tônica
Tempo de leitura: 6 min
ISSO AQUI É MUITO SÉRIO 

Começo a Tônica chamando atenção para outro post.  Uma tragédia aconteceu recentemente e me tocou.

Já recebi alguns comentários aqui no Bugg, de pessoas que leram meu posts e mudaram sua atitude frente a investimentos…que desistiram da ideia lúdica e enganadora de “viver de trade”…. Esse é o quarto post dessa série que muitos criticam e que muitos elogiam e me agradecem por ter escrito. Te convido a leitura pois ISSO AQUI É MUITO SÉRIO!

PORQUE NÃO SOU TRADER IV – ISSO É MUITO SÉRIO!

 

GIRO PELO MERCADO…

Voltando ao mercado (IBOV), dia 26/08/2019 escrevi que havia uma “natural mystic” comum a todos movimentos de queda do mercado…quando a paúra e irracionalidade toma conta do mercado. Da mínima de segunda para cá a bolsa acumula +9,2% de alta. Espero que você tenha aproveitado!

 

De certa forma bem linha com o desempenho dos demais mercados emergentes que também andaram no período.

 

Refletindo de forma amplificada aquilo que se observou nos preços das commodities, as quais também tiveram uma “folga” e andaram subindo …

 

Em especial os preços do petróleo, os quais foram ajudados pela paúra da semana passada. A alta e paúra durou um dia. Conforme comentei semana passada, a pressão sobre a commodity só se manteria se de fato a Aramco tivesse dificuldades para recompor produção. Não foi o caso e o petróleo segue voltando…o que isso nos ensina? Muito cuidado ao “perpetuar” um cenário de 1 dia em qualquer previsão ou expectativa! Deixe a poeira baixar!

 

Mas enfim… com exceção do petróleo, penso que esses movimentos nas bolsas aqui e no mundo nada mais são do que um reflexo do mercado antecipando um possível acordo entre americanos e chineses no encontro de outubro …. simples assim … nada de novo … como sempre digo, “não somos uma ilha” … o que acontece no mundo, acaba nos impactando aqui também. 

 

Não por acaso S&P voltou as máximas. O que houve de concreto? Nada! Logo chegamos naquele momento que não há razões para o mercado subir…por outro lado, por que o mercado cairia se ainda existe uma possibilidade de acordo entre EUA e China?

 

Não só isso, tivemos redução de juros pelo FED, algo que deve ajudar a dar sustentação para o mercado, ainda que já amplamente esperado; e tivemos também dados econômicos que tem surpreendido pela ponta positiva. Da uma olhada no Citi Economic Surprise que basicamente o quanto os indicadores macro tem se mostrado melhor que o esperado (mundo e US):

 

Falando em política monetária, o Bacen também deu a sua ajuda para sustentar mercado com a redução de 0,5 p.p. na taxa básica de Juros. Curva de juros de curto prazo já aponta para baixo de 5% (4,89% para ser mais exato)!

 

Isso gera alguns efeitos:

(i) tende a gerar impactos positivos na economia num prazo de 6 meses daqui … é o tempo que normalmente demora para os juros gerarem efeitos na atividade;

(ii) empurra mais investidores (PF’s, fundos de pensão, etc) a buscarem outras alternativas de investimento que remunerem melhor seu capital; e

(iii) Dólar! A queda dos juros torna o Brasil menos atrativo para os investimentos de renda fixa…de portfólio…o famoso carry trade…algo que tradicionalmente era feito pelos gringos que se beneficiavam de juros elevados na comparação internacional. Com isso, há uma tendência a entrar menos dólares no Brasil e isso pressiona o câmbio.

Tivemos outros fatores também como a tensão entre EUA e China que afeta a percepção de risco acerca de moedas emergentes; a situação na Argentina; a falta de crescimento e reformas no Brasil…não obstante, o governo também já se manifestou favoravelmente a uma taxa de câmbio mais depreciada (um dólar mais alto)… o que ajuda os exportadores e torna os produtos brasileiros mais competitivos externamente. Além disso, a inflação se mostra controlada no momento. Então, por que não?

Tenho estado errado no dólar, afinal escrevi aqui que achava ele esticado, sobrevalorizado….caiu um pouco e voltou tudo! Teve gente que apostou na queda algumas semanas atrás e ganhou…sigo achando o mesmo: dolar esticado….mas talvez o novo normal seja em R$ 4 e não em R$ 3,7 como muitos podem pensar….temos que “comer muito feijão” para justificar um dólar a R$ 3,70!

 

PARA ACABAR…

Tentar estimar o curto prazo é um velho exercício de achismo….um chute mesmo…. então aqui vai meu chute: acredito que por ora, sem novidades internas, o mercado deve fazer uma pausa para “respirar”. 

Juros ajudam, mas sozinhos não fazem verão. Externamente esticado e já antecipado com o que temos hoje de novidades. 

Acho o Dólar esticado, mas mundo está buscando dólar e internamente não houve grandes avanços….então segura a fatura do cartão. 

kick GIF

 

Era isso.

Aquele Abs.

Twitter: @willcastroalves / Youtube: Willcastroalves/

Linkedin: William Castro Alves

Instagram: @willcastroalves / Facebook: William Castro Alves

2 comments

Leave a Reply