20200406 – Tônica da Semana: ESSA CRISE É MAIOR QUE A DE 2008?

A Tônica
Tempo de leitura: 10 min
AMARGO

Começo essa tônica meio amargo. Não temos mais futebol…ficar em casa é bom mas cansa…não dá para ir a praia…as pessoas andam deveras desconfiadas…e não há mais espaço para otimismo! Nos grupos de whatsapp que participo qualquer visão mais otimista é logo rechaçada, com “mas você viu o que sei la quem falou sobre o PIB” ou a clássica “não mas essa crise é diferente” ; ou os mais em cima do muro “não saíremos os mesmos, o mundo será diferente”. 

 

AGORA É DIEFERENTE

Não tenho resposta a essa questão…mas a história nos ensina certas coisas…por isso gosto de pesquisar sobre o passado.  Acho que ainda voltarei a faculdade para estudar mais história…mas enfim.

30 de setembro de 2008 

Manchetes da crise | Direito Administrativo em Debate

Manchetes da crise | Direito Administrativo em Debate

Outubro 2008 

SOL: Manchetes do jornal

 

Quem está com medo de investir por conta dos jornais, eu sugiro nunca investir…melhor deixar o dinheiro na poupança mesmo.

 

2008 X  2020 A BATALHA DAS PIORES 

Não há como como não comparar a atual crise com a última que tivemos…Eu vivi 2008 e me surpreende muita gente afirmando peremptoriamente que essa crise é pior que 2008. Para mim não há como afirmar que essa crise será maior!

Pode até ser, mas lembro bem que em 2008 o medo diário era: qual banco irá quebrar? Como o sistema financeiro reagirá a tudo isso? Sem os países desenvolvidos comprando a China vai vender para quem suas bugigangas? O dólar já era, mas qual será a moeda? O que o FED pode fazer? Juro a zero, existe isso? Desemprego na Europa foia níveis recordes…bancos europeus quebraram…países endividados … EUA + Europa tinham e tem uma relevancia gigante no consumo e no PIB do mundo, com eles quebrados, como seria o pós crise? O mundo parecia acabar! O sistema capitalista parecia ter flahado duramente e deveria ser revisto! Essa eram discusões da época.

Desemprego. A Crise de 2008 gerou 10 milhões de desempregados nos EUA e jogou a taxa de desemprego para 10%.

 

 

A crise atual jogou o desemprego para 4,4% … sendo que grande esmagadora maioria dos empregos é da chamada GIG economy (entenda) o famoso “bico”. É tipo o motorista de Uber, o freelancer…esse cara já esta desempregado…ou o garçom…etc. É cedo para dizer que para por aí, mas em 2008 o desemprego via de bancos, indústrias e muito do potente e importante setor imobiliário…eram grandes nomes que desmoronavam. Nessa crise atual grandes indústrias e bancos ainda não foram afetados. Alguns setores inclusive estão contratando pessoas.

 

PIB. Em 2008 os EUA tiveram uma forte contração de PIB que foi sendo sentida por meses…pra ser exato foram 4 trimestres de contração econômica….e ao todo a crise trouxe seus efeitos por pelo menos 18 meses.

 

Essa crise tem tudo para ser mais severa em termos de PIB…em 1 trimestre, ou quem sabe 2? EUA está parado cerca de 1 mês…será que ficará fechado por mais 6 meses? Ninguém sabe. Meu ponto aqui é: não há como afirmar que essa crise é pior que a de 2008. Veja que essa é uma crise de demanda. empresas não estão investindo e os consumidores não estão gastando…porque não podem basicamente! Desaceleração de demanda geram recuperacões mais rápidas. Por exemplo, em 2008, os bancos não tinham condição de emprestar e fazer a economia rodar…hoje esse ainda não é o caso.

Endividamento das famílias. Em 2008 as famílias se encontravam significativamente mais endividadas do que atualmente…isso quer dizer o que? Que a máquina de consumo americana estava quebrada e que iria levar tempo até ser consertada! Com consumidores alavancados e bancos sem ter consdições de emprestar,como a economia iria se recuperar? Esse não é o problema hoje, pois o endividamento é menor e os bancos ainda parecem em condições de emprestarem.

Inadimplência. Em 2008 muita gente quebrou e o cara que não tinha como pagar simplesmente perdia seu imóvel…”não teve arrego”! Ia morar num motor home! O banco por sua vez se via com um monte de casa que ninguém queria comprar, sem liquidez e correndo risco de quebrar! Atualmente o que temos? Você que tem sua mortgage não precisa pagar…aluguel? Relaxa, waiver de alguns meses…fora isso o governo distribuindo dinheiro. A mim me parece diferente.

 

Pacotes de Socorro…Outro ponto é que os atuais pacotes de socorro econômico tem sido sensivelmente maiores que 2008. O gráfico abaixo compara os pacotes com o PIB de cada país. O pacote americano atualmente é 2x maiore, o Inglês 10x (talvez com medo do Brexit), o alemão 5x maior.

Opinião Pública. E o que dizer da opinião pública? Não havia consenso algum! Críticas e mais críticas ao salvamento de bancos. Governos e o dinheiro públic sendo usado para salvar e resgatar bancos e banqueiros miolionários? Esse era o dilema que as autoridades tinham que lidar diariamente. Quem lembra do movimento “Ocupy Wall Street“. O povo puto com seu dinheiro sendo dragado para algo que eles nem sequer entendiam?! E hoje? US$ 2 trilhões foram aprovados em recursos destinados a pessoas e pequenas empresas. Pouca crítica… parece haver um consenso da necessidade….afinal de contas é uma questão de saúde não é? Ajuda aos velinhos, mascaras, luvas…me parece haver muito maior conscientização sobre essa crise e isso facilita muito na hora de chegar a uma solução.

Rethinking Occupy Wall Street - How is the Answer

Solução? Fora isso, quem entende o que é uma crise de confiança no sistema bancário mundial? Ninguém! Eu recém estava saindo da faculdade de economia e não achei a solução nos meus livros de economia! A crise atual é de demanda…o governo injeta dinheiro para tentar ajudar e depois discute o risco/custo econômico/social de abrir a economia tomando os devidos cuidados para com os vulneráveis… não estou dizendo que é uma solução fácil… não existe isso… mas parece haver alternativas.

 

MAIS UMA COISA…

Ninguém sabe de fato sobre o futuro, então em momentos de maior incerteza, abre-se espaço para especulações diversas. Muitos previam que o dólar não seria mais moeda de reserva pós 2008; ou que os EUA não seriam mais potência; ou que o sistema bancário americano não seria mais crível ; ou que os países desenvolvidos como um todo teriam um papel de coadjuvante na economia mundial, poise foram mais afetados e tinha a questão do endividamento dos paíeses europeus. Sabe o quanto dessas previsões se tornaram realidade:

season 10 episode 22 GIF

 

Se você quiser se aprofundar ou mesmo dar umas risadas, veja uma lista de previsões furadas acerca da economia ao longo da história.

12 of the worst economic predictions ever made by highly intelligent people

 

PORQUE ESCREVI TUDO ISSO 

Numero 1:

Para ressaltar minha ignorância e total incapacidade de prever o que vai acontecer. Justamente por não saber eu não afirmo nada sobre ser maior ou não.

Número 2:

Porque na crise de 2008, da máxima a mínima o S&P se desvalorizou 56% e o IBOV 57%….no mesmo período o dólar saltou 61% em menos de 5 meses. Até aqui o dólar se valorizou 32% (em 2020), o IBOV caiu 42% e o S&P 27%. Então daí temos 3 possibilidades

(i) Se essa crise é pior…. Se você acredita que essa crise é pior que a de 2008, então você imagina que o S&P, que hoje é composto majoritariamente por empresas do setor de tecnologia (Google, Microsoft, Facebook, Intel…) e menos exposta as essa crise, venha cair mais de 29%, lá para os 1700 pontos! O IBOV por sua vez, deveria cair pelo menos mais 15% e ir abaixo dos 60 mil pontos. Ahh e o dólar deve ir para cima de R$ 6,4 (~60% de alta ante o fechamento de 2019). Se isso é o que vocÊ acredite, compre dólar a R$ 5.34 e opere vendido em ambas as bolsas…tem um bom espaço ainda não?

(ii)  Se essa crise é igual…se você acredita que o impacto dessa crise para os mercados será igual ao de 2008, me parece que o que comentei acima também se aplica.

(iii) Eliseu fez um PUTA post sobre “prever crises”…se não leu acesse! Se você acredita que essa crise não será tão impactante quanto 2008, ou se você, assim como eu não acha nada, me parece que faça sentido você seguir investindo seu dinheiro….sabendo que essa, assim como outras crises do passado, PASSARÁ! 

 

MÚSICA

And do me a favor and break my nose
Or do me a favor and tell me to go away
Or do me a favor and stop asking questions

Perhaps “fuck off” might be too kind
Perhaps “fuck off” might be too kind

 

Era isso.
Aquele Abs.

Twitter: @willcastroalves
Instagram: @willcastroalves
Linkedin: William Castro Alves

15 comments

  • Muito bom post Will, o vírus do pcc causa mais pânico que danos, as pessoas de modo geral tem agido de forma irracional influenciadas por mídias que não fazem nenhum tipo de analise quantitativa, apenas saem vomitando pseudo informações para a grande massa, é óbvio que toda a engrenagem financeira vai sentir o tranco, e como tudo na vida vai se adaptar, aquele negocio ou pessoa que agregue valor se sobressairá. Por isso estamos aqui.

  • Concordo com o principal ponto: a crise é de demanda e queda do emprego!
    Mas não tem desconfiança, setores mudaram, trabalhos também e o que eu vejo é todo mundo querendo retomar. Existe uma paralização momentanea, mas não acho que seja pior que 2008 também.
    Abraço!

  • Olá Will, parabéns pelo texto!
    Mas acho precipitado começar encher o carrinho já.
    Comprar agora pra que??? Bolsas vão desabar pesadamente ainda…

    -Pico da crise viral ainda não chegou aqui e EUA.
    -A quarentena continua na China, Japão, Coreia.
    -As economias mundiais estão praticamente paradas desestabilizando inúmeros outros setores dos países.
    -Mesmo que o vírus chinês acabe sua matança agora, as consequências serão sentidas por um bom tempo ainda, como desempregos em massa, dívida social e pública aumentada, baixo consumo, relações comerciais internacionais afetadas por novas regras sanitárias…etc.

    Que o judeu Senhor Jesus tenha misericórdia de nós e do Brasil

  • Will, parabens pelo teu trabalho. Excelente! Concordo com comentário acima: a coisa esta irracional. A crise esta pior por causa das pessoas e governos agirem apenas no emocional. Incrivel como agem como manada. Mas vamos superar embora com muito danos.

  • Espero que esteja correto, mas acho que está errado, apesar dos bons argumentos. Ninguém sai incólume depois de imprimir tanto dinheiro. Ninguém administra um déficit público duplo gigantesco como o atual (arrecadação muito reduzida + necessidade sem fim de dinheiro para cobrir os rombos), além da necessidade enorme de liquidez. Não se recupera a atividade econômica, que provavelmente verá o maior índice de desemprego da história em dezenas de países, com um toque de midas. Os bancos podem até quebrar, mas será depois que diversas empresas fecharem. Confiança para o consumo ficará no fundo do poço depois das inúmeras demissões. O bolo de dinheiro foi comido muito e se demoramos 5 anos pra sair da crise da Dilma, acho que essa mundial demorará um pouco mais. Abraços

    • Imagino que vocÊ invista todo teu dinheiro em LFT, ou em dólar, ou ouro, ou Yen, ou ainda Terra…pq se estás tão pessimista assim são os únicos ativos viáveis não é?
      abs

      • Acertou parcialmente. No momento troquei rentabilidade por liquidez e a maior parte dos investimentos está em fundos comuns de grandes bancos, que pagam pouco mas têm liquidez imediata. Em moedas estou investindo em Yuan porque não estou confiante de que a política monetária dos EUA vai dar certo e talvez o apetite por dólares do mundo não irá continuar como nas últimas décadas. Abraços

Leave a Reply