20200422 – PODCAST BOM DIA USA: Novo pacote para economia, Petróleo, Coca-Cola, Netflix e mais

Podcasts
Tempo de leitura: 10 min

E para quem gosta de ler, aí está a transcrição do podcast. Esse é um podcast destinado aos clientes da Avenue. O texto aqui é apenas uma transcrição e Tais comentários não devem ser visto como qualquer tipo de recomendação de investimentos. 

**ONTEM**

PETRÓLEO

O noticiário foi novamente dominado pelo mercado de petróleo….parece que quando o mundo começa a vencer o corona temos uma nova crise que abala os mercados. Pelo lado positivo, apesar da forte queda, os preços fecharam distantes das mínimas. O WTI Junho, que chegou a negociar a $6.50, fechou a $11.57 (-43.4%) e o Brent Junho, que tocou $17.51, fechou a $19.33 (-24.4%). A queda pode ser explicada pelo ajuste desse novo contrato a realidade vigente da sobreoferta e falta de espaço de armazenamento. Junto a isso não ajudou o fato dos Reguladores do estado do Texas, um dos principais produtores dos EUA, que decidiram não impor limites à produção de petróleo neste momento. A lógica é que o custo de parar pode ser ainda maior para certas empresas. Nova reunião está marcada para 5 de maio.

E nesse cenário vale explicar o que aconteceu com o USO (ETF) que é uma forma de se expor ao petróleo. O USO caiu 25.1% e teve sua negociação paralisada em alguns momentos durante o dia…uma espécie de circuit braker do ativo. Foi um dia bem atípico com preocupações com sua solvência e liquidez. Com isso a gestora do fundo anunciou algumas mudanças: (i) não aceitará mais novas aplicações (o ativo continua a negociar normalmente nas bolsas) (ii) poderão usar discrição na gestão da carteira e comprar futuros de outros vencimentos fora os mais curtos para evitar perdas (hoje, por exemplo, o fundo anunciou que está 40% posicionado no WTI Junho, 55% no WTI Julho e 5% no WTI Agosto)

A mudança visa proteger os investidores do fundo e evitar perdas maiores reduzindo também a preocupação com a liquidez do fundo, dado que o momento é muito atípico.

 

O petróleo trouxe pessimismo no mercado e ofuscou a importante notícia que foi a aprovação de mais um pacote de ajuda pelo Senado americano na ordem de 484 bilhões de dólares. Mais um pacote de ajuda às pequenas empresas. Desta vez o tamanho foi de 484 bilhões de dólares e contou com a inclusão $75bi a hospitais e $25bi para testes de coronavírus. O pacote vai para a Câmara e não deve ter dificuldades em ser aprovado até quinta-feira.

  • S&P: -3%
  • DJ: -2.67%
  • Nasdaq: -3.5%

Fora isso, o presidente Donald Trump suspendeu por 60 dias a imigração para o país visando priorizar a contratação de americanos em uma eventual retomada da economia

 

**HOJE**

  • Corona: Total de 2.5 milhões de casos confirmados no mundo e 175 mil mortes. Os números de NY continuam a mostrar uma redução importante. Andrew Cuomo e Trump decidiram que o navio-hospital USNS Comfort deixará a costa da cidade de Nova Iorque e retornará à sua base e o governo federal ajudará o estado a duplicar sua capacidade de testes, atualmente em 20.000/dia.
  • Asia com maioria em alta, exceção ao japão que caiu 0.7%
  • Europa se recupera com altas de ~1.5%
  • Futuros apontam alta de 1.5%

 

**DESTAQUES**

AÇÕES BARATAS?

Ontem encerrei uma série onde comentei diversas empresas que negociam abaixo do seu valor de patrimônio e que fazem parte do S&P. Quem não viu acessa. Diferentes setores, nomes conhecidos, grandes empresas.

 

BALANÇOS

Essa semana 85 das 500 empresas do S&P reportam seus números.

Hoje: AT&T, Tesla, Nextera Energy, Biogen, Delta Airline, Kimberly-Clark

Ontem: Coca-cola, Netflix, Phillip Morris, Prologis, Lockheed Martin, Chubb, Chipotle,

 

Netflix (NFLX)

Ação caiu 0.8% ontem, teve muita volatilidade no after chegando a subir 8%, mas encerrando em 0.95% de queda. No ano as ações sobem 31%. 3 impactos do corona para empresa:

  • Dólar mais forte impacta negativamente sua receita fora dos EUA. Pacote no Brasil rendia para eles $8.5 e hoje $6.5…até por isso aumentaram no Brasil.
  • Salto na base de assinantes o qual pode ser temporário.
  • Pausa na produção de conteúdo…com algumas novas séries e lançamentos sendo adiadas por 1 trimestre ao menos. Isso tende a ser até bom porque atrasa os gastos e o uso do caixa e incrementa o fluxo de caixa no curto prazo.

A métrica mais olhada o número de subscribers teve um salto! Foram 15.77 milhões de novos usuários, trazendo o numero total para 182.9MM. Esperam mais 7MM no 2T, mas ressaltaram que isso não passa de um “chute” pois a reabertura da economia influencia muito isso. Eles claramente ajustaram as expectativas do mercado, afinal, lembro a todos aqui que esse é um setor que tem experimentado um aumento grande da concorrência.

 

Coca-Cola (KO)   

A empresa também sentiu os impactos do Corona com seu volume de vendas caindo cerca de 25% em todo o mundo desde o início de abril, liderado pelo canal de vendas fora de casa, ou seja, bares, restaurantes, estádios, cinemas,  etc, os quais representam cerca de metade de sua receita…reflexo da intensificação do combate a epidemia em diferentes mercados. Então o foco desse resultado recaiu no impacto a ser percebido no 2T.

No 1T a receira caiu 1% para US$8,6 BI ajudada pelo aumento de vendas para bebida em casa, com muitos consumidores estocando, se preparando para o lockdown. Vendas do ecommerce dobraram em diversos países, mas ainda é uma parte pequena do negócio. Lembrando q ela não vende apenas Coca, tem uma gama de sucos Minute Maid, água, chás, entre outros. Em termos geográficos, houve queda de vendas na Ásia que estava fechada e crescimento na America do Norte. Lucro foi de US$ 2,76 bilhões, ou $0.51/ação excluindo itens não recorrentes.

Empresa diz que reduziu os gastos com marketing, mas não tem planos de mexer nos dividendos (trimestrais).

Ações da empresa caíram 2.5% ontem em linha com o mercado e no ano -18%.

 

Philip Morris (PM)

Ação caiu 6% e acumula 15% de queda no ano.

O volume de embarques de cigarros e unidades de tabaco caiu 1,2%. As vendas aumentaram 6%, para US$ 7,15 bilhões e o lucro cresceu 11% (US$ 1,83 bilhão, US$ 1,21/ação considerando o ajustado).

Questão é que o impacto do corona ainda foi muito pouco ou quase nada sentido nesse primeiro trimestre, para empresa. No final de março é que o fechamento ficou mais pesado. Philip Morris já viu algumas reduções nas vendas nos duty-free shops, além de uma menor adoção de sua plataforma IQOS de novos usuários. A empresa espera ver outros impactos adversos durante 2020, mas sem estimar o quão pesados seles podem ser. A empresa disse que algumas fábricas que respondem por 20% de sua capacidade global de produção de cigarros são atualmente afetadas por paralisações impostas pelo governo ou por limitações de produção.

Ação apresenta um Yeld de 6% e negocia a 17x lucros.

 

Prologis (PLD)

Reit reportou aumento de 26% na receita de aluguel alcançando $882MM e lucro atingindo $0.83/ação. Os comentários do management foram bem confiantes de que a empresa tem total capacidade de manter seus dividendos e que se encontra muito sólida para atravessar esse momento de crise – eles tem $800 MM em caixa e outros $3.8BI em linhas de crédito já aprovadas. Taxa de ocupação de 95.5%. Mesmo com atuação fora dos EUA eles hedgearam posições de câmbio fora do US pelos próximos 3 anos, para não terem surpresas com a moeda. Eles revisaram em 10% para baixo seu lucro esperado para o ano, como forma de refletir os possíveis impactos do corona – $1.85/ação

Ação custa $89 teve alta de 0.5% ontem e no ano está estável, leve alta de 0.6%

 

 

 

Disclaimer: O conteúdo deste podcast é apenas para fins informativos, não serve como recomendação de compra ou venda de qualquer título na Avenue ou em qualquer outra conta. Ele também não é uma oferta ou venda de um título. Também não são relatórios de pesquisa e não servem como base para qualquer decisão de investimento. Todos os investimentos envolvem riscos e o desempenho passado não garante resultados ou retornos futuros.

 

Era isso.
Aquele Abs.

Twitter: @willcastroalves
Instagram: @willcastroalves
Linkedin: William Castro Alves

Leave a Reply