20200429 – PODCAST BOM DIA USA: Balanços de Google, Pfizer, Spotify e GE em destaque

Podcasts
Tempo de leitura: 9 min

E para quem gosta de ler, aí está a transcrição do podcast. Esse é um podcast destinado aos clientes da Avenue. O texto aqui é apenas uma transcrição e Tais comentários não devem ser visto como qualquer tipo de recomendação de investimentos. 

**ONTEM**

Mercado parou para respirar? Na verdade, na esteira da expectativa com os resultados das grandes empresas de tecnologia, tivemos um dia de realizações. Fora isso tivemos o alerta do consultor para assuntos de saúde da Casa Branca, Dr. Anthony Fauci, sobre uma potencial segunda onda da pandemia após o verão no hemisfério norte.

Na economia o índice de confiança do consumidor, medido pelo Conference Board, caiu para os menores níveis desde 2014, saindo de 118.8 pontos em março para 86.9 no mês de abril, mostrando que as condições atuais são bastante desafiadores embora as expectativas para os próximos meses.

  • S&P: -0.52%
  • DJ: -0.13%
  • Nasdaq: -1.4%
  • Petróleo: teve queda de -3.44% a $12.34/barril. Vale lembrar que o WTI chegou a cair mais de 20% durante a manhã.
  • Setores: As maiores altas do dia foram os setores que mais sofreram na crise…Energia (XLE +2.3% no dia / -39.7% no ano), Produtos Industriais (XLI +1.9% no dia / -21.1% no ano), Commodities (XLB +1.9% no dia / -15.1% no ano) e Financeiro, (XLF +1.1% no dia / -26.2% no ano); as maiores baixas foram de setores com boas performances no ano… Saúde (XLV -2.0% no dia / -2.3% no ano) e Tecnologia (XLK -1.8% no dia / -3.8% no ano).
  • Dolar: O dólar sofreu a mais forte queda em quase 2 anos! O dólar fechou em queda de 2,59%, a R$ 5,5172. É a mais intensa depreciação desde 8 de junho de 2018 (-5,59%). A leitura é de que agora não resta outra alternativa a Bolsonaro senão se unir o máximo que puder com o ministro da economia Paulo Guedes, além de procurar costurar apoio com o congresso.

 

**HOJE**

  • Corona: Total de 3.1 milhões de casos confirmados no mundo e 216 mil mortes. A notícia do dia foi do lado negativo com as declarações do Dr. Fauci acerca de uma possível segunda onda da pandemia no outono, quando as temperaturas voltarem a cair e afirmou estar “cautelosamente otimista” quanto à descoberta de uma vacina.
  • Asia grande parte em alta; só o Japão com queda de 0.06%
  • Europa com altas entre 0,06% na França e 1.2% na Espanha.
  • Futuros apontam alta consistente de cerca de 0.8%
  • Índice dólar tem 3ª baixa seguida e moeda americana recua contra maioria das divisas emergentes.

 

**DESTAQUES**

BALANÇOS

Ontem: Google, Pfeizer, Merckel, PepsiCo, Starbucks, UPS, 3M, Mondelez, AMD, Caterpillar, Waters (terça)

HOJE:  Microsoft, Facebook, Mastercard, Tesla, AMT, Boeing, GE, CME Group,

 

Google (GOOG)

Google surpreendeu o mercado com seu resultado do 1T20. Ações acumulavam queda de 9.75% no ano até ontem..mas pode chegar a zerar isso pois chegou a subir 10% no aftermarket. Receitas de mais de $41BI e $9.87 de lucro por ação analistas esperavam $40BI de receitas e $10 de lucro por ação. Receitas do Youtube cresceram 33% ; outras receitas que engloba seus devices e hardware (como os phones e computadores por exemplo) cresceram 23%; Google Cloud teve um aumento de 52,2%; receitas de anúncios no google também cresceram, ainda que em ritmo menor (+8.7%). No agregado a receita cresceu 13%. Na teleconferência com analistas e investidores, o CEO Sundar Pichai disse que o uso de pesquisas, YouTube e outros aplicativos foi significativamente maior à medida que as pessoas procuravam informações sobre a pandemia de coronavírus. Comparando, a atividade de pesquisas nos EUA, alcançou picos 4x maior do que durante o pico do Super Bowl por exemplo. Mas obviamente a receita de Ads sofreu, em especial em março….nesse sentido a indicação da empresa é que as coisas começam a voltar ao normal. Mas vale lembrar que empresas de turimos como TripAdvisor, Booking e Expedia devem reduzir e muitos seus gastos com o google. Botando em contexto, a Expedia comentou recentemente que gasta cerca de $5BI por ano em anúncios com o google, mas deve reduzir isso para algo como $1BI. Para se precaver contra isso a empresa vem buscando cortar alguns gastos com escritórios e marketing. Lembro que a empresa tem $105 BI de caixa líquido, mais de 12% do seu valor de mercado. Negocia a 24x lucros.

 

Pfizer (PFE)

A farmacêutica teve um lucro de $0.80 por ação no 1T20, $0.07 melhor que o consenso. A receita também superou as previsões ainda que tenha demonstrado uma queda de 8%. Em bases ajustadas o lucro da empresa caiu 12% na comparação anual.  A Pfizer reafirmou suas perspectivas financeiras para o ano inteiro e disse que segue trabalhando para descobrir uma vacina para o corona. Eles estão trabalhando ao lado da empresa alemã BioNTech e vem tomando medidas para acelerar o desenvolvimento da vacina contra o coronavírus…segundo eles inicia testes em humanos até o final deste mês. Fora isso a queda nas vendas do remédio para dor Lyrica contribuiu para uma queda de mais de 12% no lucro em comparação com um ano atrás. Ações da empresa tiveram leve queda de 1% ontem e no ano a queda é modesta de apenas 3%. Empresa vale mais de $210 BI. Empresa tem um ROE de 26% e negocia a 13x lucros.

 

Spotify (SPOT)

As receitas do Spotify cresceram 22% e a empresa alcançou 130 milhões de usuários (subscribers) pelo seu serviço premium, um crescimento de mais de 30% na comparação anual. Tais números que se mostraram acima do esperado pelo mercado. No seu release de resultado eles comentaram: “Todos os dias agora se parecem com o fim de semana”, pois o uso em plataformas de carro, wearable e web diminui enquanto o uso de TV e console de jogos aumenta “materialmente” (mais de 50%). A proporção de usuários ativos diários foi “forte” segundo eles. Fora isso é interessante notar as mudanças de comportamento. Segundo eles: “2 em cada 5 consumidores pesquisados nos EUA disseram que estavam ouvindo música para controlar o estresse mais do que costumam fazer, o que explica o recente aumento que vimos nas pesquisas por ‘chill’ e ‘instrumental”.

Empresa reportou um prejuízo operacional de US$ 18MM, menor que os US$ 52MM de 1 ano atrás.

Ações da empresa acumulam queda de 7.75% no ano. Empresa vale 26BI. Dado que não teve lucro as métricas tradicionais de análise não servem para empresa – ROE , P/L por exemplo.

 

GE (GE)

A General Electric apresentou um declínio acentuado nas receitas e lucros no 1T20 por conta do coronavírus. Receita caiu 8% e os lucros caíram 46% ano para US$ 1,096 bilhão, ou $0.05/share numero abaixo das expectativas do mercado $0.08 por ação. Segundo a empresa: “O impacto do COVID-19 desafiou materialmente os resultados do primeiro trimestre, especialmente na aviação “, disse o CEO Larry Culp. Ele disse ainda que a empresa está planejando cortes de custos de mais de US$ 2 bilhões, além de US$ 3 bilhões em preservação de dinheiro para amortecer o golpe do coronavírus. A divulgação de resultados da GE também indicou que a gigante industrial espera que o 2T20 seja ainda pior. Segundo a empresa: “O segundo trimestre será o primeiro trimestre completo com a pressão do COVID-19, e a GE espera que seus resultados financeiros caiam sequencialmente”, disse a GE. As ações da General Electric foram negociadas 2,2% menor no pré-mercado. Ações acumulam queda de 43% no ano. Empresa vale hoje $59BI.

 

Era isso.
Aquele Abs.

Twitter: @willcastroalves
Instagram: @willcastroalves
Linkedin: William Castro Alves

Disclaimer: O conteúdo deste podcast é apenas para fins informativos, não serve como recomendação de compra ou venda de qualquer título na Avenue ou em qualquer outra conta. Ele também não é uma oferta ou venda de um título. Também não são relatórios de pesquisa e não servem como base para qualquer decisão de investimento. Todos os investimentos envolvem riscos e o desempenho passado não garante resultados ou retornos futuros.


Leave a Reply