20200601 – Tônica da Semana: SERÁ QUE A BOLSA VAI MAIS ?

A Tônica
Tempo de leitura: 6 min

Confesso que a despeito do otimismo do mercado nessa segunda, estou um pouco receoso.

Na verdade vivo uma dualidade de sentimentos e feelings a respeito do mercado. Sou otimista e estou comprado, então obviamente acredito e tenho um viés a acreditar que seguirá subindo…afinal presenciamos uma injeção de liquidez sem precendentes, junto a isso, temos taxas de juros muito baixas o que empurra os investidores para o risco.

Por outro lado, entendo que os desdobramentos das discussões entre EUA e China podem ser danosos ao mercado; temos protestos nos EUA o que deve atrapalhar a reabertura; e temos um mercado que já acumula alta de 40% no Brasil e ~30% nos EUA desde as mínimas.

Então eudiria que estou receoso com o curto prazo. Mas volta e meia eu erro…e torço para estar errado…rs.

doubt GIF

 

RECUPERAÇÃO EM V? 

Na ponta mais bullish li um report do Morgan bem bacana sobre a recuperação em V. Basicamente eles ressaltam que a rodada de indicadores PMI de maio mostraram uma melhora reforçando a ideia de que a economia fez fundo em Abril.  Fora isso eles citam alguns exemplos interessantes:

  • Dados de compras com cartões de crédito crescendo 5% nos EUA ante quedas de 20% até algumas semanas atrás…obviamente o ecommerce tem papel preponderante nisso.

 

 

A despeito de China, os dados de atividade já inclusive mostram essa recuperação em “V”. Abaixo gráfico de PMI de industria e serviços por lá.

 

 

Aí com os massivos estímulos fiscais dados pelas economias desenvolvidas, fica mais fácil acreditar na recuperação em V. Abaixo o gráfico do Morgan de projeção de crescimento do mundo:

 

 

EMERGENTES

Mas nos emergentes vivemos um momento um pouco diferente com o virus aparentemente ainda escalando em diversos países. Abaixo 3 exemplos (México, Africa do Sul e Índia). Fonte dos gráficos.

 

 

E no Brasil: 

 

Logo ainda temos um percurso até pensar em reabrir as economias. Fora isso, os incentivos dados pelos países emergentes nem se comparam com a montanha de estímulos das economias desenvolvidas. Portanto tenho lá minhas dúvidas sobre uma recuperação em ‘V” nos emergentes.

 

BOLSA E ECONOMIA EM DESCOMPASSO?

Bolsa e a economia real de fato tem um timming completamente diferente um do outro. Sabemos que bolsa antecipa, ou tenta antecipar as coisas. Acabamos de ter um PIB negativo no 1T e teremos números muito piorers no 2T.

 

 

Mas veja que a bolsa brasileira já acumula mais de 40% de valorização das mínimas. No câmbio a correção foi de 10% (valorização do Real da máxima do dólar em R$5.99 para hoje). Considerando a massa de desempregados, a economia fechada e a situação fiscal e política deteriorada, esses 90 mil pontos me parecem de bom tamanho….mas também adoraria errar redondamente e ver a bolsa em 100k, 110k, 120k…etc. Sei lá, só me parece que os exageros com o corona já foram em parte corrigidos.

O sentimento é mais ou menos o que vejo no meme abaixo…Rs.

 

MAS TUDO TEM PREÇO

Mas meu sentimento negativo contrasta com uma realidade: acumulamos 25% de queda no ano, e quando olhamos no relativo, dá para ver o quanto ainda estamos atrás de do mercado americano (linha preta) ou ainda da média dos emergentes (linha vermelha).

 

 

Já tinha comentado isso aqui inclusive nas últimas tônicas. Algumas coisas chamam atenção (2 semanas atrás)

Essa foi a razão pela qual o credit Suisse recentemente deu um upgrade no Brazil…colocando o país como overweight….basicamente o Real e o Brazil estariam muito baratos para ser ignorado!

 

 

Enfim….termino essa tônica cocluindo que sigo em dúvidas…sorry guys….mas meu compromisso é com a verdade. Mas da mesma forma que tenho minhas dúvidas, estou aqui na torcida para que eu esteja errado e essas dúvidas sejam só coisa da minha cabeça mesmo! 

Boa semana pra nós! 

 

high five schitts creek GIF by CBC

 

Era isso.
Aquele Abs.

Twitter: @willcastroalves
Instagram: @willcastroalves
Linkedin: William Castro Alves

Disclaimer Os relatórios e/ou em qualquer conteúdo de análise e recomendação providos pelo Bugg possuem caráter meramente informativo e tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o usuário a tomar sua própria decisão de investimento, não devendo ser considerado como uma oferta para compra ou venda de ativos. Os editores responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos da Instrução CVM nº 598/18,que as recomendações do relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradasde forma independente. Além disso, os instrumentos financeiros discutidos neste relatório podem não ser adequados para todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento,a situação financeira ou as necessidades específicas de um determinado investidor. A decisão final em relação aos investimentos deve ser tomada por cada investidor, levando em consideração os vários riscos,tarifas e comissões.

5 comments

  • Olá Will, sim a única certeza que temos, são as muitas incertezas atualmente!

    As bolsas tiveram um UP é verdade, pois estavam um tanto descontadas, mas sem fundamentos sustentáveis a meu ver. Inclusive derrubou um pouco o dólar artificialmente. Os investidores estrangeiros fogem do Brasil devido a baixa dos juros e conflitos visíveis do todo tipo em nosso país, e isso infla o dólar.
    Nos EUA, Trump irá culpar a China (o que é verdade!) pela destruição do vírus chines em curso no mundo, como causa da tragédia econômica e social visando a reeleição nos EUA, e China pode revidar de alguma forma. Com isso, petróleo também cai, desacelerando o mundo mais ainda, e por aí vai…
    Prefiro ter ainda uns 20% de minha carteira aplicada em ouro e dólar devido a instabilidade mundial e principalmente aqui.
    Abs.

  • Concordo com vossa opinião, especialmente nos Países Emergentes, sabidamente o custo com encargos trabalhistas para demissões impactam fortemente as empresas, acrescentando o fato de que já fragilizadas as receitas pela redução do consumo. São Paulo segue fechada, milhares de desempregados, aumento do déficit público e investimentos em saúde questionáveis de desvio . Fico inseguro em relação ao patamar assumido pelo IBOV atualmente, mesmo que as taxas de juros baixas em nosso país, existem outros investimentos que não a bolsa e estes, da economia real, que geram emprego, serão reduzidos fortemente no curto e médio prazo, levando nosso PIB ainda mais para baixo. Incertezas políticas sempre pairão sobre nosso país com um STF aparelhado por Governantes anteriores de visão mais esquerdistas, o risco país é menor que em 2016, mas as incertezas não são poucas. Me arrisco a dizer que flight to quality deve permanece e o rally de alta no S&P permanecerá pela elevada quantidade de investidores com dólares em caixa. No entanto, em nosso país, com a deterioração da economia real, os estímulos não são suficientes para uma economia estagnada, que já vinha com baixo crescimento, sustentada pelo mercado agro e minério exportador, com câmbio forçado para cima. Estamos ainda mais ligados à antigas raízes, vender matéria-prima bruta. Esta crise gerará preço elevado humanitário no Brasil , são milhares de empregos perdidos, setor do comércio, turismo , aviação, hotelaria, locação etc. Por estas razões vejo uma assimetria na Bolsa, cenário futuro desafiador, nossos horários de limitação de abertura do comério ( apenas 4horas por dia) e outras dificuldades que ainda serão impostas por governantes locais, assim como baixa adesão das precauções sanitárias pela população que pode nos levar à uma segunda onda de covid-19. No USA, diferentemente terão acesso mais rápido à vacina e as medidas necessárias para retomada da economia por facilidades pelo Gov. o qual vêem um estado livre e uma economia de mercado. Aqui Impera a ideia de ajuda humanitária governamental e teremos que nos endividar ainda mais para gerar investimentos públicos para fomentar a combalida economia.
    Sigo posicionado , alocando aportes mais no USA com esta queda do dólar , mas vejo cenário de IBOV oscilando entre 80 e 90mil pts pelos próximos 2 anos…. preço para mim importa e muitas empresas ficarão no caminho … Abs
    Shalom

    • Obrigado pelo teu comentário João.
      Mas prefiro torcer para que vocÊ esteja errado quanto ao Brasil e q vejamos a bolsa subir…rs (tenho o viés de estar comprado)
      Sobre os EUA tu estas mais do que certo!
      Forte abs!

Leave a Reply