20200714 – PODCAST BOM DIA USA: Humor de mercado vira e mais: resultado da Pepsico, Pfeizer e Biontech na frente na corrida pra uma vacina, novidades na Amazon e expectativas com os bancos

Podcasts
Tempo de leitura: 10 min

E para quem gosta de ler, aí está a transcrição do podcast. Esse é um podcast destinado aos clientes da Avenue. O texto aqui é apenas uma transcrição e Tais comentários não devem ser visto como qualquer tipo de recomendação de investimentos. 

**ONTEM**

Ontem começamos o dia num tom positivo, mas ao longo do dia o mercado foi invertendo sua direção. O sentimento de aversão ao risco ganhou força no final dos negócios de segunda-feira, quando o governo da Califórnia anunciou que voltaria atrás em algumas medidas de relaxamento do isolamento social. O S&P 500 e o Nasdaq encerraram em baixa, derrubados por Amazon, Microsoft e outros nomes que vinham liderando o recente rali de Wall Street. O S&P 500 recuou após alcançar brevemente seu maior nível desde 25 de fevereiro. O índice recuperou-se mais de 40% desde meados de março. Foram justamente as ações que tiveram desempenho superior nos últimos meses, incluindo Amazon, Microsoft, Nvidia e Facebook, encerraram em queda superior a 2% depois de avançarem no início do dia.

  • Dow: 0.04%; • S&P: -0.94%; • Nasdaq: -2.13%
  • Setores: Vimos MSFT -3%, FB -2.5%, AMZN -3%, NVDA -4%, GOOG -1.74%, NFLX -4.2%, PYPL -3.8%. Em termos setoriais a tecnologia sofreu um revés (XLK -2.07%, XBI -2.58%); setor de petróleo também sofreu (XOP -2.2%). Na ponta oposta os bancos tiveram um dia positivo (KBE +1.2% e KRE+1.4%) e o setor financeiro (XLF +0.4%).
  • Dólar: O dólar fechou em alta com investidores à espera de catalisadores que justifiquem o otimismo com a recuperação da economia global. O dólar subiu 1,28%, a R$ 5,3890. No mês, o dólar baixa de 0,93%. No ano +34,40%.

 

  • Corona: Casos de vírus ressurgindo provocaram regras mais rígidas de distanciamento social e higiene em todo o mundo. A Califórnia fechou restaurantes e bares fechados, e mascaras para rosto serão obrigatórios em todas as lojas da Inglaterra a partir de 24 de julho. Teerã fechou escolas, universidades e locais religiosos por uma semana. Hong Kong impôs suas mais rigorosas medidas de distanciamento social até o momento, o Japão disse que um novo estado de emergência é possível, enquanto o estado australiano de Queensland impôs uma quarentena a alguns visitantes.

 

**HOJE**

A aversão ao risco domina os mercados europeus nesta terça-feira. O pessimismo é justificado pelo avanço dos casos de coronavírus, que pode levar a uma nova onda de medidas restritivas, e a expectativa em relação à temporada de balanços. Já os futuros americanos tentam se manter em alta. Na segunda-feira, o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), alertou que “muitos países estão indo na direção errada”, explicando que o avanço dos casos pode colocar a perder os ganhos em termos de controle da pandemia conquistados com o fechamento das economias. Nada de novo, um pouco mais do mesmo. Na china tivemos os dados da balança comercial de junho que surpreendeu positivamente, com as importações subindo 2,7%, mas o superávit com os EUA permanece alto em US$ 29,4 bi.

  • Asia: bolsas em território negativo. HK -1.1%, China e Japão -0.8%, Índia -1.8%
  • Europa: todas em baixa com o Stoxx 600 -1.2%
  • Os preços do petróleo estendem recuo, com investidores questionando a força da demanda, com a reunião da OPEP prevista para quarta-feira.
  • Futuros: apontam leve recuperação de 0.3%

 

**DESTAQUES**

SAFRA DE BALANÇOS

Hoje é o dia dos bancões divulgarem seus números.

  • Terça-feira: JPMorgan Chase (JPM), Citigroup (NYSE:C) e Wells Fargo (NYSE:WFC) – antes da abertura; além da Delta Airlines (DAL)

Para o JP o maior banco dos EUA o mercado espera receitas de $30BI (entregaram $33BI)  e um lucro por ação de $1.04 um declínio de 63% ante um ano atrás (entregaram 1.38).

 

  • Quarta-feira: Goldman Sachs (NYSE:GS), PNC Financial (PNC) e US Bancorp (USB); United Healthcare (UNH) .
  • Quinta-feira: será a vez do Bank of America (NYSE:BAC) e do Morgan Stanley (NYSE:MS); mas também temos Netflix, Johnson&Johnson (JNJ) e Abbott Labs (ABT).
  • Sexta-feira: Honeywell (HON), Blackrock (BLK),State Street (STT)

 

PEPSICO (PEP)

Ações da empresa tiveram leve alta de 0.33% – no ano elas estão praticamente estáveis.  Números mostraram uma queda de receita com menos consumidores comprando bebidas em restaurantes ou lojas de conveniência como conseqüência da pandemia ; mas seu negócio de alimentos teve um desempenho melhor, com produtos como Cheetos e aveia com forte crescimento. Eles não deram guidance sobre o ano por conta das incertezas. Em termos de expectativas:

  • Earnings per share: $1.32, adjusted, vs. $1.25 expected
  • Revenue: $15.95 billion vs. $15.38 billion expected

Receitas caíram 3.1%. Vendas no US caíram 7%. Fora da América do Norte, a empresa registrou queda nas vendas na Europa e África, Oriente Médio e Sul da Ásia. A receita da América Latina foi estável, enquanto o segmento Ásia-Pacífico, Austrália e Nova Zelândia e China registraram um crescimento de vendas de 15%. Abrindo o dado percebeu-se que seu segmento de sucos teve um forte crescimento de vendas, atribuído ao fato dos consumidores buscarem melhorar seu sistema imunológico, ainda que não se tenha nenhuma comprovação de que isso poderia ajudar contra o corona. Mas o CEO inclusive comentou que eles estão estudando criar mais bebidas e snacks que tenham foco em imunidade. O setor de aveia (Quaker) teve um crescimento de 23%! Pepsi lucrou $1.65 BI uma queda de 19% frente o lucro do mesmo período do ano passado. Grande parte desse menor lucro pode também ser atribuído aos maiores custos. CEO disse que foram gastos $400MM em custos relacionados a pandemia como higienização e equipamentos de segurança. Ele também disse que cortaram alguns investimentos, mas mantem os ligados a ecommerce. Em maio, a empresa lançou dois sites de comércio eletrônico, snacks.com e PantryShop.com.

 

FAST TRACK

Ações da Pfeizer (PFE+4%) e BioNTech (BNTX +10.6%) tiveram fortes desempenho ontem e apontam para novas altas em decorrência da notícia de que as 2 vacinas experimentais contra o coronavírus desenvolvidas em conjunto pelas empresas receberam a designação de “fast track” do regulador de medicamentos dos EUA. O status fast track da Food and Drug Administration é concedido para acelerar a revisão de novos medicamentos e vacinas que mostram o potencial de atender às necessidades médicas não atendidas. Se os estudos em andamento forem bem-sucedidos e os candidatos a vacina receberem aprovação regulatória, as empresas disseram que esperam fazer até 100 milhões de doses até o final deste ano e potencialmente mais de 1,2 bilhão de doses até o final de 2021. As empresas disseram que esperam iniciar um grande teste com até 30.000 participantes no final deste mês, se receberem a aprovação regulatória.

 

AMAZON (AMZN)

E a Amazon informou que irá lançar, ainda em 2020, na sua loja de Woodland Hills na California um novo tipo de carrinho de supermercado equipado com sensores e câmeras que permitira que os consumidores não tenham que enfrentar filas na hora de pagar. O carrinho já vai acompanhando as compras do consumidor. Para utilizar essas features os clientes tem que ter uma conta com Amazon e um smartphone. Para itens como produtos frescos, os compradores digitam o código e a quantidade de quatro dígitos do item no visor, que registra o peso e o preço. O carrinho também é equipado com um scanner de cupom que aplica descontos no pedido do comprador. À medida que os compradores adicionam e removem itens, uma exibição na frente do carrinho ajusta o preço total. Quando estão prontos para sair, os compradores saem pela faixa do carrinho de compras da loja. A empresa cobra o cartão de crédito vinculado à sua conta Amazon e envia uma cópia do recibo por e-mail.

 

 

Era isso.
Aquele Abs.

Twitter: @willcastroalves
Instagram: @willcastroalves
Linkedin: William Castro Alves

Disclaimer: O conteúdo deste podcast é apenas para fins informativos, não serve como recomendação de compra ou venda de qualquer título na Avenue ou em qualquer outra conta. Ele também não é uma oferta ou venda de um título. Também não são relatórios de pesquisa e não servem como base para qualquer decisão de investimento. Todos os investimentos envolvem riscos e o desempenho passado não garante resultados ou retornos futuros.

Leave a Reply