20200715 – PODCAST BOM DIA USA: Mercados em alta com resultados positivos de vacina. JPMorgan, Citibank, Wells Fargo, Apple e Google em destaque.

Podcasts
Tempo de leitura: 11 min

E para quem gosta de ler, aí está a transcrição do podcast. Esse é um podcast destinado aos clientes da Avenue. O texto aqui é apenas uma transcrição e Tais comentários não devem ser visto como qualquer tipo de recomendação de investimentos. 

**ONTEM**

  • Dow: 2.1%; • S&P: 1.3%; • Nasdaq: 0.9%
  • Setores: Praticamente todos os setores em altas. Destaques positivos para energia (XLE +3.5% e XOP +4.2%); Basic Materials (2.6%); Biotech (XBI +2.55%); e Industrials (2.1%). Na ponta oposta o setor financeiro teve um desempenho mais fraco (XLF +0.5%) e imobiliário (VNQ +0.8%) .
  • Dólar: O dólar fechou em queda de 0,78%, a R$ 5,3470 nesta terça-feira (14), após um dia de forte volatilidade, em que chegou a passar de R$ 5,45.

 

**HOJE**

  • Asia: Nikei em alta de 1.6%, Cingapura 1%, mas China em queda de 1.6% e HK estável, refletindo a notícia de ontem de que o Presidente Trump ordenou o fim do status especial de Hong Kong junto aos EUA e assinou uma legislação que pode gerar sanções às autoridades chinesas responsáveis por reprimir a dissidência política na cidade.

Bolsas europeias e futuros de ações dos EUA sobem com a notícia de que a vacina da Moderna produziu anticorpos contra o coronavírus em todos os pacientes examinados em um teste inicial de segurança. A potencial vacina da Moderna para prevenir o Covid-19 produziu uma resposta imune “robusta”, ou anticorpos neutralizantes, em todos os 45 pacientes em seu estágio inicial de testes em humanos, de acordo com dados publicados terça-feira à noite no New England Journal of Medicine. As ações da Moderna subiram mais de 16% no after.

  • Europa: fortes altas com CAC 40 na frança subindo mais de2%; 1.8% na Alemanha e 1.7% no UK. Ações ligadas a viagens são destaque na Europa e o dólar perde força contra diversas moedas.
  • Petróleo sobe após API indicar queda de estoques americanos e sinais de que oferta a ser adicionada pela Opep+ será menor do que o estimado.
  • Futuros: apontam para altas de mais de 1%

 

**DESTAQUES**

SAFRA DE BALANÇOS

  • Quarta-feira: Goldman Sachs (NYSE:GS), PNC Financial (PNC) e US Bancorp (USB); United Healthcare (UNH) .
  • Quinta-feira: será a vez do Bank of America (NYSE:BAC) e do Morgan Stanley (NYSE:MS); mas também temos Netflix, Johnson&Johnson (JNJ) e Abbott Labs (ABT).
  • Sexta-feira: Honeywell (HON), Blackrock (BLK),State Street (STT)

 

JPMORGAN

O JPMorgan Chase divulgou na terça-feira lucro do 2T que superou as expectativas dos analistas e com receitas recordes da sua mesa de trading, impulsionada pela crescente volatilidade e pelas ações sem precedentes do Federal Reserve para impulsionar os mercados de crédito. O banco registrou ganhos de US $ 4,69 bilhões, ou US $ 1,38 por ação, excedendo a estimativa de US $ 1,04 por ação dos analistas. A receita de US$ 33 bilhões excedeu a estimativa de US $ 30,3 bilhões. Apesar da empresa ter reservado US$8,9 bilhões em perdas esperadas para empréstimos em toda a empresa, e ter reportado resultados frágeis no seu braço de varejo, o crescimento de 79% das receitas da sua área de trading (em especial de renda fixa) se mostrou bem melhor do que o esperado e ajudou a compensar os números mais fracos em outras áreas. As receitas de trading representam quase 1/3 das receitas do banco. A mesa de renda fixa do banco registrou uma receita de US$ 7,3 bilhões, um aumento de 120% em relação ao ano anterior, esmagando a estimativa de US$ 5,84 bilhões em quase US$ 1,5 bilhão. A mesa de ações também superou estimativas com uma receita de US$ 2,4 bilhões, superando a estimativa de US$ 2,07 bilhões. Já na parte de varejo (Banco Chase) o banco reportou uma perda de US$ 176 MM ante US$ 4.2BI de lucros ano passado. No ano as ações caem 30% e subiram 0.9% no after.

 

CITIBANK (C)

O Citigroup divulgou resultados do 2T que superaram as expectativas, em parte devido a um aumento maciço nas receitas da sua área de trading que ajudaram a compensar uma desaceleração nos negócios bancários de consumo da empresa. Citi reportou um

  • Lucro: 50 centavos por ação vs 28 centavos por ação esperados pela Refinitiv
  • Receita: US$ 19,77 bilhões vs US$ 19,12 bilhões previstos
  • Receita de negociação de renda fixa, moeda e commodities: US$ 5,6 bilhões vs US$ 4,86 bilhões esperados.

Ainda assim as ações fecharam com queda e 3.9%! Qual o motivo? Nem sempre conseguimos entender as reações de mercado…ainda assim, tentando justificar, dá pra dizer que a ênfase caiu na desaceleração do “Consumer Banking”. A divisão global de consumer banking do banco é relevante para o Citigroup e enfrentou dificuldades durante o 2T, com receitas caindo 10%, as perdas líquidas de crédito aumentaram 12% e o lucro líquido do segmento de US$ 1,32 bilhão representa uma queda de 73% em relação ao 2T19. Fora isso o impacto positivo de trading é visto como não sendo necessariamente sustentável. As ações do banco acumulam queda de 38% no ano e subiram 1% no after; e atualmente negociam com 40% de desconto sobre o seu valor de patrimônio.

 

WELLS FARGO (WFC)

O Wells Fargo divulgou seu primeiro prejuízo trimestral desde a Grande Recessão, com o banco tendo reservado US$8,4 bilhões em reservas para perdas com empréstimos vinculadas à pandemia. O banco teve uma perda líquida de US$2,4 bilhões, ou $0.66/ação, pior que os $0.20/ação esperado por analistas. A receita de US$ 17,8 bilhões também foi mais fraca que a estimativa de US$ 18,4 bilhões. A empresa vem trabalhando com uma dúzia de ordens de cunho regulatório vinculadas ao escândalo de contas falsas de 2016, incluindo uma do Federal Reserve que limita o crescimento de seus ativos. Isso dificultou a administração do banco durante a crise do coronavírus, e o CEO sugeriu no mês passado que ele teria que cortar despesas e empregos este ano. Fora isso, diferentemente de outros bancos, eles não têm uma mesa de trading, ou outras vertentes de negócios tão pujantes. Fora isso, também por pressão do FED o banco saiu dos mercados de mortgage e financiamento de carros que são de maior risco, mas também mais rentáveis, o que dificulta sua vida. O banco também já havia cortado dividendos, tendo sido o único dos grandes bancos a ter que reduzir seu nível de dividendos após os testes de estresse do FED. Mas nesse tri eles foram ainda mais fundo, anunciando um pagamento de $0.10/ação ante o nível prévio de $0.51 – isso denota certo pessimismo do banco com os resultados vindouros. As ações acumulam queda de 55% no ano, mas subiram 1.8% no after. Negociam com 40% de desconto sobre book

 

AAPLE (AAPL)

Em uma decisão histórica muito aguardada, o tribunal geral da UE decidiu que a Comissão Europeia não conseguiu provar que havia uma vantagem dada pelo governo irlandês à gigante tecnológica dos EUA. A Apple venceu na quarta-feira um processo judicial contra a Comissão Europeia por uma disputa sobre 13 bilhões de euros (US$ 14,9 bilhões) em impostos irlandeses. A Comissão, o braço executivo da UE, concluiu em agosto de 2016 que o governo irlandês concedeu benefícios fiscais ilegais à Apple e ordenou que ela recuperasse 13 bilhões de euros. Na época, a Comissão afirmou que a Irlanda havia permitido à Apple pagar “substancialmente menos impostos do que outras empresas ao longo de muitos anos”. Esse caso, envolvendo uma gigante empresa de tecnologia dos EUA, é particularmente importante e uma peça central da repressão da UE à tributação nos últimos anos. Isso pode impactar a maneira como a instituição de Bruxelas lida com outras empresas em questões tributárias.

 

GOOGLE (GOOG)

Todo mundo está investindo na Índia ultimamente o segundo pais mais populoso do mundo com 1.36 bilhões de pessoas recebeu investimentos de: Facebook anunciou que estava investindo US $ 5,7 bilhões, em abril; Em janeiro, foi a Amazon, investindo US $ 1 bilhão na Índia. Hoje, o Google investe US $ 10 bilhões em parcerias, infraestrutura e ecossistemas. Os 10 BI serão gastos em 4 áreas:

  • Localização: “possibilitando acesso e informações acessíveis a todos os indianos em seu próprio idioma”. (A Índia possui nada menos que 23 idiomas reconhecidos constitucionalmente.)
  • Produtos e serviços Google e Alphabet criados especificamente para a Índia
  • Transformação digital: ajudando as empresas na Índia a se tornarem digitais primeiro
  • Bem social: “aproveitando a tecnologia e a IA para o bem social, em áreas como saúde, educação e agricultura”

Com mais de 500 milhões de usuários ativos da Internet no país, a Índia é talvez o maior mercado em potencial de crescimento para o Google. Quase 245 milhões de indianos acessam o YouTube na Índia. E mais e mais a internet tem penetrado em vilarejos e novas cidades, abrindo espaço para outras frentes como na educação por exemplo. Mais que isso, os investimentos das techs americanas na índia representam até uma vitória geopolítica pois (i) a Índia faz fronteira com a China, (ii) é um país e mercado bastante amplos. Recentemente a Índia publicou uma lista de 59 aplicativos chineses que foram banidos no país  – incluindo wechat e TikTok.

 

Era isso.
Aquele Abs.

Twitter: @willcastroalves
Instagram: @willcastroalves
Linkedin: William Castro Alves

Disclaimer: O conteúdo deste podcast é apenas para fins informativos, não serve como recomendação de compra ou venda de qualquer título na Avenue ou em qualquer outra conta. Ele também não é uma oferta ou venda de um título. Também não são relatórios de pesquisa e não servem como base para qualquer decisão de investimento. Todos os investimentos envolvem riscos e o desempenho passado não garante resultados ou retornos futuros.

Leave a Reply