20200904 – PODCAST BOM DIA USA: Realização normal, Dados desanimam os investidores, Resultado Broadcom, Campbell Soup e Docusign

Podcasts
Tempo de leitura: 12 min
E para quem gosta de ler, aí está a transcrição do podcast. Esse é um podcast destinado aos clientes da Avenue. O texto aqui é apenas uma transcrição e Tais comentários não devem ser visto como qualquer tipo de recomendação de investimentos. 

 

**ONTEM**

Vamos falar do fechamento de ontem? As ações fecharam com forte queda, sendo o setor de tecnologia responsável por grande parte do estrago. O que pode ter amargurado o mercado, é o fato dele já ter andado bem nas últimas semanas e os dados mais fracos do mercado de trabalho em agosto. As contratações desaceleraram e as dispensas continuaram, que pode sofrer mais pressões caso um novo pacote de estímulos não saia. No geral, me pareceu uma realização saudável, o S&P já vinha de uma semana de alta e em algum momento, alguma venda deveria acontecer. Por outro lado, algumas companhias começaram até repercutir positivamente uma reabertura mais ampla da economia. Destaque positivo para Macy`s (M) que subiu 8%, Carnival (CCL) que subiu 5,2% e a United Airlines (UAL) que subiu 1,2%.

 

  • Dow: -2,8%
  • S&P: -3,5%
  • Nasdaq: -5%
  • Setores: Na dia de ontem, como já era de se esperar, destaque negativo para todos os setores: A maior queda foi de tecnologia XLK (-5,7%), sendo que a Apple (AAPL) chegou a cair 8%, Microsoft (MSFT) caiu 6,2%, Google (GOOGL) caiu 5,1% e a Amazon (AMZN) caiu 4,6%. Além disso, biotechs XBI e Industrial XLI chegaram a cair 3,7% e 2,8% respectivamente.
  • Economia: Os dados divulgados sobre ADP (variação de emprego) não animaram muito o mercado. Como eu havia comentando no início do podcast, as contratações desaceleraram, as dispensas continuam e os economistas esperam que a taxa de desemprego tenha caído muito pouco. Os pedidos de seguro desemprego vieram melhor do que o esperado, mas permaneceram bem alto ainda. Isso tudo pode indicar uma lentidão na recuperação do mercado de trabalho. Lembrando que os dados de gastos no varejo, renda pessoal e pedidos de bens duráveis vieram bons, a economia americana tem progredido pessoal. Porém, ainda se espera mais estímulos, um impasse que ainda continua em Republicanos e Democratas. Outro dado que veio pior que o esperado foi a balança comercial, que teve um déficit de 63bilhões de dólares, enquanto as projeções esperavam um déficit de 58 bilhões de dólares. https://rb.gy/y8egke
  • Dólar: O dólar fechou no dia de ontem em queda (pois é), cotado a 5,29 (-1,24%). Repercutindo a entrega da reforma administrativa. A reforma apontou a substituição do regime único por cinco novos vínculos empregatícios, sendo que apenas um dele manterá estabilidade. Ele também proíbe progressões automáticas e dá maior poder ao presente da república de reorganizar a estrutura por meio de decretos. https://rb.gy/c4ycod

 

 

**HOJE**

  • Ásia: O principal índice chinês fechou com queda, a bolsa de Shangai encerrou sua sessão com queda de 0,87%.
  • Europa: Na Europa, os bancos têm carregado bom humor do mercado, ignorando as vendas que aconteceram no dia de ontem. A Euro Stoxx subia 0,45% as 7:30 da manhã. A IBEX 35 (bolsa da espanha) subia 1,47% depois que dois bancos reportarem que estavam em negociações para uma fusão. A DAX (Bolsa Alemã) subia 0,13%, enquanto a CAC 40 (Bolsa Francesa) subia 0,91%.
  • Futuros: Os principais índices americanos amanheceram mais tranquilos. Os futuros do S&P500 subiam 0,33% as 7:30 da manhã de hoje. Já os futuros do Dow Jones, subiam 0,59%.
  • Agenda: Hoje, logo mais, temos um dia agitado. Com média de horas trabalhadas, Payroll (o famoso relatório de emprego), Taxa de Desemprego.

 

**DESTAQUES DE ATIVOS**

Mais um dia com bastante coisa para comentar. E vamos começar com a Broadcom (AVGO), que é uma fabricante de semicondutores e que chegou a subir 0,5% na sessão de ontem. Ela que apresentou o seu resultado referente ao terceiro trimestre de 2020 e que para a surpresa dos analistas, sim, melhor que o esperado de novo.

Ela registrou um lucro de $5,40 por ação e uma receita de $5,82 bilhões. O lucro cresceu 6,7% e as suas receitas também cresceram 5,5% quando comparado com o 2T19. O segmento de soluções para semicondutores surpreendeu as estimativas, enquanto o as vendas de software para infraestrutura ficaram em linha com as expectativas. Ela chegou a gerar um fluxo de caixa livre de mais de $3 bilhões, que teve uma alta de 33% no ano contra ano. Ela encerrou com um caixa de $8,8 bilhões de dólares, menor em relação ao 2T19 por conta de um pagamento de $1,9 bilhão de dívidas no trimestre. Além disso, ela chegou a anunciar dividendos de $3,25 dólares.

Para quem não conhece a Broadcom, ela é uma companhia fabricante de semicondutores que atua como desenvolvedora e fornecedoras. Ela opera por meio de 4 segmentos: Infraestrutura com fio, comunicações sem fio, armazenamento empresarial (pode se chamar de núvem) e soluções para semicondutores. Tudo bem, mas o que de fato ela fornece? Chips, cabos, linhas de assistentes digitais, circuitos integrados específicos, amplificadores de potência para wifi e bluetooth, adaptadores, switches e muito mais.

Ela está situada na California, emprega 19mil pessoas e possui um valor de mercado de 141 bilhões de dólares. Sendo que somente em 2019, ela chegou a entregar $22,6 bilhões em receita.

Agora na contra ponta, vamos falar de uma companhia que apresentou melhor que o esperado. A Campbell Soup (CPB) apresentou o resultado do seu quarto trimestre de 2020, porém suas ações caíram 7,4% na sessão de ontem. E vamos entender o porquê.

A companhia comentou na sua teleconferência, que alguns problemas estão acontecendo na sua cadeia de suprimentos, especialmente no segmento de lanches (ou snacks). Além disso, deram um guidance (uma previsão) mais desafiadora para o começo do seu novo ano fiscal. Os investidores parecem estar enxergando uma demora maior para a solução desse problema e por isso, penalizaram as ações da companhia. Vale lembrar, que pelo oba-oba de ontem, a empresa pode ter tido essa queda mais acentuada por conta das realizações no geral.

Mas voltando ao seu resultado. A empresa relatou um crescimento na sua receita líquida que encerrou em $2,1 bilhões de dólares, com alta de 18% em relação ao 4T19. Essa melhora foi impulsionada pelo segmento de refeições, bebidas e lanches, refletindo um aumento contínuo de demanda, já que muitas famílias continuam em casa por conta do isolamento social.

Refeições e Bebidas tiveram alta de 28%, batendo as estimativas. Lanches cresceram 11% e também bateram as estimativas. Margem bruta ajustada melhorou em 190bps para 35,6% contra o consenso que era de 34%. Essa melhora foi impulsionada pelas melhorias na produtividade e pelos cortes de gastos de a companhia fez.

Vale ressaltar, que a margem bruta é um bom indicador para dizer se uma empresa tem uma vantagem competitiva em relação ao setor que ela está inserida. Geralmente, companhias com margens acima de 40% apresentam uma vantagem competitiva que diferencia elas do setor. A Margem da Campbell ficou em quase 36%, o que não é nada mal e não está tão longe assim dos 40%. Fica a reflexão.

Ela também apresentou um lucro operacional melhor que o esperado, que encerrou em 307 milhões de dólares com alta de 22%. E sim, também bateu as estimativas do mercado.

Para quem não conhece a Campbell Soup também. Ela é uma varejista que fabrica e comercializa alimentos, bebidas e lanches. Ela é famosa por fazer suas sopas enlatadas. Além disso, ela faz caldos, molhos, sucos, vende batata frita, vende cookies e muito mais.

Uma companhia de atuação global, que hoje vende seus produtos em vários canais. Sendo alguns deles via lojas de conveniência, supermercados e até farmácias. Ela conta com um site que informa suas marcas e de acordo com sua localização te informa as lojas mais próximas para poder comprar ou os sites mais próximos da sua região que entregariam na sua residência.

Ela chega a empregar 19mil pessoas também e tem um valor de mercado de 14,6 bilhões de dólares. Em 2019 ela entregou 8,1 bilhões de receita.

Agora rapidamente para finalizar. Vamos falar da Docusign (DOCU), a companhia que gerencia documentos e contratos via nuvem. Ela apresentou seu segundo trimestre de 2021 (que é o seu ano fiscal), e pessoal, eu gostaria de saber qual empresa não apresentou um resultado melhor que o esperado, porque tanto caindo ou subindo as companhias estão batendo as estimativas.

Ela bateu o consenso dos analistas e entregou 17cents de lucro por ação e uma receita de $342 milhões de dólares, que cresceu 45% no ano contra ano. Segundo a companhia, o que impulsionou a receita foi uma quantidade maior de assinaturas. Vale lembrar que ela ganha com subscrição do seu software e atendendo clientes profissionais, que seriam médias e grandes empresas, mas ela chega a atender empresas pequenas também. Ai vem a reflexão. Vários negócios pararam por um tempo, porém, vários outros continuaram. Em um mundo onde trabalhar remotamente foi forçado virar uma realidade, a companhia que fornece contratos e documentos para outras pessoas assinarem, nunca foi tão necessária.

Fundada em 2003 em San Francisco na California. Hoje ela emprega quase 4mil funcionários e possui um valor de mercado de $44,4 bilhões de dólares. Em 2019 suas vendas anuais quase chegaram a $ 1 bilhão de dólares. https://rb.gy/wvw7gd

Acho que por hoje é só. Lembrando que logo mais temos live ao vivo na sala de análises comigo as 9:45. Quem quiser me seguir nas redes sociais, meu instagram é @brenobonani e o meu Twitter é @Breno_Bonani. Desejo todos uma ótima sexta e um ótimo final de semana, a gente se vê na segunda pessoal, forte abraço!

 

Era isso.
Aquele Abs.

Twitter: @willcastroalves
Instagram: @willcastroalves
Linkedin: William Castro Alves

Disclaimer: O conteúdo deste podcast é apenas para fins informativos, não serve como recomendação de compra ou venda de qualquer título na Avenue ou em qualquer outra conta. Ele também não é uma oferta ou venda de um título. Também não são relatórios de pesquisa e não servem como base para qualquer decisão de investimento. Todos os investimentos envolvem riscos e o desempenho passado não garant

Leave a Reply