20200921 – Tônica da Semana: Semana começa pesada…empresas tech, rotation, opções e uma tônica com um pouco de tudo

A Tônica
Tempo de leitura: 9 min

Começamos a semana bem hein Sras e Srs!

Bolsas na Europa, futuros americanos, prata, ouro, petróleo….tudo em baixa… #mondayfeelings!

Fraude em bancos? (Fonte)… Tsic tsic

Da para voltar a dormir já?

Tired Cat GIF by Nebraska Humane Society
FALANDO DE BRASIL…

A isso se soma ao movimento estranho de sexta quando vimos os DI’s “rasgarem” no Brasil. Em suma, muitos investidores (fundos) apostando para um mesmo lado…quando alguns resolvem desfazer sua posição o que vemos é uma certa correria e a porta estreita. Muita gente hoje aposta em juros para baixo no Brasil. Ok. Faz sentido. Mas “e se”….esse “e se” que gera incerteza e faz o sujeito (ou vários deles) mudarem sua posição é que gera esses movimentos:

Não é normal uma movimentação dessas no DI. Pode ser atribuída a essa surpresa nos preços de alimentos – vide gráfico da ING abaixo. Ainda que o BC tenha deixado claro que juros devem permanecer baixos por um longo prazo. Isso e o descompasso fiscal sempre presente que sempre suscita dúvidas em torno da solvência fiscal do país.

E ela nunca vem sozinha. Vimos o dólar saltar e bolsa despencar na sexta num dia que a meu ver não teve nada de excepcional. Queda normal no mercado externo que “reverberou” de forma agressiva internamente.

Apesar disso, conforme comentei aqui, o que tenho lido a respeito do Brasil, salvo os embróglios e risco político sempre presente, é de que a economia tem reagido bem…últimos dados de vendas no varejo, produção industrial e vendas de veículos, PMI e o IBCBr…todos surpreenderam pela ponta positiva!

 

Isso aliado com uma bolsa de lado para baixo vai ajustando certos exageros….tornando o investimento em renda variável ainda mais interessante. Veja que mesmo comparado a outros emergentes, a bolsa brasileira tem ficado para trás em termos de performance. Em verde o IBOV e em vermelho o EEM que representa os mercados emergentes.

 

Essa performance mais fraca, a meu ver, tem relação com o peso financeiro que temos na bolsa brasileira e sua underperform no ano. Chama realmente muita atenção a discrepância de performance setorial de bancos (laranja) e setor imobiliário/properties/shoppings (vermelho) vis a vis outros setores.

 

 

O mundo não quer mais tijolo e cimento? Se não tiver digital ou tech no nome não presta?

Assim como nos EUA o universo Tech da América Latina tem ganho um espaço no mercado. Como temos muitos poucos nomes dentro desse universo, a alta nos pouco nomes acaba sendo exagerada ou desproporcional (my opinion). Mas veja que em termos de representatividade as empresas “tech” das bolsas emergentes ainda representam muito pouco do todo….em especial na America Latina. A realidade é que faltam nomes … a realidade é que a economia latina ainda é pobre em termos de grandes “nomes techs”.

Enfim…entendo a baixa representatividade nas bolsas latinas…e a busca por um investimento mais “conectado” com momento dessa nova economia que emerge pós corona. Mas na minha cabecinha tacanha de um cara criado no interior do Rio Grande do Sul durante a década de 80 (cito isso pelos viéses que carregamos)…existem certas coisas que fazem sentido e outras não …. sigo sem entender certos valuations de algumas das empresas “techs” da bolsa vis a vis o de bancos lucrativos e de empresas com o bom e velho tijolo com argamassa que resiste a presidentes, crises e tudo mais.

 

FALANDO DE USA

A vol das opções…

Mercado por aqui segue volátil (mais que a média)… com o movimento de opções ainda sendo relativamente atípico (também acima da média)… vide linha laranja (reportagem do bloomberg que fala do vencimento de sexta: fonte).

relates to Quadruple Witching Sparks Bursts of Trading Amid Options Anxiety

 

A explicação para isso eu ja dei aqui (As sardinhas , os tubarões, a baleia e o canarinho no mercado)…mas além da baleia da Nasdaq, temos a presença cada vez maior da PF  no mercado e em especial no mercado de derivativos.

 

 

E em geral a volatilidade implícita segue alta e apontando para que um cenário de incerteza que perdure pós eleições. Em outras palavras daria pra dizer que o mercado acredita que o resultado das eleições americanas possa demorar para sair… (fonte)

Imagem

O long em “Techs”

Fora a questão da volatilidade e da perigosa agressividade de investidores pessoa física no mercado de opções…cresce a discussão acerca de um possível “rotation” de setores com investidores saindo mais e mais das posições concentradas em tecnologia e se aventurando em outros setores….Pesquisa recente da BofA Merril Lynch acerca de qual seria o trade mais crowdeado do momento (aquele que já teriam muitos investidores apostando) é o posicionamento long em ações de tecnologia:

Rotation? 

Assim como a pesquisa mostra, não é tema novo…tenho ouvido isso já a algum tempo na real. Mas chama atenção que recentemente muitos hedge funds “viraram a mão” e agora já apostam contrariamente (vendidos) no Nasdaq (fonte):

Imagem

Quem aposta no rotation defende que o advento de uma vacina beneficiaria justamente as empresas que até aqui mais sofreram. Dado que com o passar do tempo, ao menos em tese, nos aproximamos de uma vacina, há ai um argumento para mudar de posições vencedoras e apostar nas empresas ou setores mais tradicionais. Pesquisa do Goldman mostra que o otimismo com as empresas consideradas Value (definição) aumenta em decorrência de uma vacina.

 

Me parece fazer sentido…mas é sempre uma aposta contrária. Sempre gosto de lembrar que muitas das empresas tech hoje caregam balanços sólidos, forte fluxo de caixa e um modelo de negócio já testado e lucrativos….ainda que sim…seus valuations hoje sejam beeem esticados (falo de forma genérica).

Otimismo. 

Independente do rotation ou não, o que tenho visto é uma melhora do humor com os futuros resultados das empresas…ou seja, mercado apostando em crescimento de lucros olhando para frente.

E isso se traduz num S&P menos caro do que muitos podem imaginar…afinal se os lucros crescem, o múltiplo Preço/Lucro se ajusta:

E com a política do FED de juros baixos por um longo periodo o que vimos recentemente foi um Buy de Dip…ou seja, mercado caiu? Toma! Fluxo para equities disparou nas últimas semanas – fonte.

 

Imagem

 

ACABANDO

Tentei passar um pouco de tudo que vi/li a respeito do mercado

Semana que vem Breno e Eliseu farão a tônica…eu estarei envolvido com a minha mudança.

Segunda começa pesada, mas faz parte…depois da segunda tem a terça, a quarta, a quinta, etc. Não se desesperem.

Uma musiquinha pra não parar nessa segunda:

Can’t stop the spirits when they need you
This life is more than just a read through

 

Era isso.
Aquele Abs.

Twitter: @willcastroalves
Instagram: @willcastroalves
Linkedin: William Castro Alves

Disclaimer Os relatórios e/ou em qualquer conteúdo de análise e recomendação providos pelo Bugg possuem caráter meramente informativo e tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o usuário a tomar sua própria decisão de investimento, não devendo ser considerado como uma oferta para compra ou venda de ativos. Os editores responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos da Instrução CVM nº 598/18,que as recomendações do relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradasde forma independente. Além disso, os instrumentos financeiros discutidos neste relatório podem não ser adequados para todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento,a situação financeira ou as necessidades específicas de um determinado investidor. A decisão final em relação aos investimentos deve ser tomada por cada investidor, levando em consideração os vários riscos,tarifas e comissões.

2 comments

  • Sobre este teu comentario: “existem certas coisas que fazem sentido e outras não …. sigo sem entender certos valuations de algumas das empresas “techs” da bolsa vis a vis o de bancos lucrativos e de empresas com o bom e velho tijolo com argamassa que resiste a presidentes, crises e tudo mais”. Acontece muito comigo, eu nao consigo entender como algumas pessoas sao tao otimistas com empresas que podem ou nao entregar. Minha estrategia é sempre deixar pra lá. Se eu não entendo, não entro, simples assim. Acho que perco oportunidades muitas vezes, mas simpatizo mais com tua estratégia de comprar barato coisas que a gente entende.

Leave a Reply