20200925 – PODCAST BOM DIA USA: Novo pacote de $2,4 trilhões? Mercados seguem sem rumo, Resultados BlackBerry, CarMax e Accenture

Podcasts
Tempo de leitura: 13 min
E para quem gosta de ler, aí está a transcrição do podcast. Esse é um podcast destinado aos clientes da Avenue. O texto aqui é apenas uma transcrição e Tais comentários não devem ser visto como qualquer tipo de recomendação de investimentos. 

**ONTEM**

Vamos falar do fechamento de quinta-feira? Os mercados encerraram com leve alta, com um misto entre os dados recentes da economia saíram no dia de ontem. Parece que a notícia que salvou o dia, foi que um possível pacote de estímulos possa realmente estar chegando.

 

  • Dow: +0,20%
  • S&P: +0,30%
  • Nasdaq: +0,37%
  • Setores: No dia de ontem, destaque positivo para: Utilities XLU (+1,19%), Materiais XLB (+0,73%) e Tecnologia XLK (+0,53%). Com Nvidia (NVDA) subindo (+1,52%), Qualcomm (QCOM) subindo (+1,28%) e Microsoft (MSFT) que subiu (+1,15%). Já na ponta negativa, tivemos Biotech XBI com queda de (-1,08%).
  • Economia: Ontem, a gente teve dados de Seguro Desemprego que vieram piores que o esperado. O número de pessoas requerendo o auxílio inicial foi de 870mil contra uma estimativa de 840mil. Pedidos contínuos, porém, também decepcionou. Por outro lado, os dados de vendas de novas casas vieram bons. No mês agosto, a venda de novas casas cresceu 4,8% ante uma projeção de queda de 0,1%. Isso ajudou o mercado a reduzir um pouco as perdas, mas não o suficiente para fechar positivo no dia.
  • Dólar: Fechou na quinta em queda, cotado a R$5,50 (-1,36%). Ontem mesmo, ele chegou a bater R$ 5,60, mas logo recuou. Os motivos, tanto o cenário interno quanto o externo. Do lado externo, mesmo com dados de seguro desemprego pesando, um anúncio de que um novo pacote de estímulos estaria à vista, fez com que todos os mercados se animassem. Mais cedo tinha saído PMI da Zona do Euro e ele tinha sido bom, ajudando ainda mais os mercados globais. Do cenário interno, o Banco Central Brasileiro, revisou sua projeção para a queda do PIB em 2020 para 5% ante uma previsão de queda de 6,4%. Após dados da economia brasileira terem vindo melhores que o esperado. https://rb.gy/njgjf2

 

**HOJE**

  • Ásia: Na Ásia, o mercado operou misto. O índice de Shangai, da China, caiu (-0,12%). No Japão, a Nikkei subiu (+0,51%).
  • Europa: Na Europa, as ações amanhecem recuando, com os investidores de olho na evolução do coronavírus e as perspectivas de recuperação econômica. O índice Euro Stoxx está em cai de (-1,50%), sendo puxado pelo setor de automóveis que caia (-2,1%) e ambos setores de viagens e tecnologia que caiam (-1,8%). A DAX, da Alemanha, cai (-1,62%), enquanto a CAC 40, de Paris, recuava (-1,64%) e FTSE MIB, da Itália, caia (-1,49%). Ao mesmo tempo. o FTSE 100, de Londres, caia (-0,56%).
  • Futuros: Os principais índices futuros americanos amanheceram em queda também, com os futuros do S&P 500 caiando (-0,44%) e os futuros do Dow Jones caiando (-0,47%) as 7:30 da manhã no horário de Brasília.
  • Agenda: Hoje temos apenas Pedidos de Bens Duráveis nos Estados Unidos como único dado relevante para sair no dia.

 

 

 

**DESTAQUES DE ATIVOS**

 

Antes de começar a falar dos ativos. Vale passar rapidamente no que pode ser o novo pacote de estímulos nos Estados Unidos. Parece que os Democratas estão preparando um novo plano de estímulo de $2,4 trilhões de dólares, e é isso mesmo que vocês escutaram, trilhões.

O novo pacote parece incluir ajuda ao auxílio desemprego, pagamentos diretos, empréstimos a pequenas empresas e ajuda as companhias aéreas. Tudo isso, já na próxima semana.

Vale lembrar que os dirigentes do FED (Banco Central Americano), frisaram ao longo da semana a necessidade de outro pacote de estímulos para que os Estados Unidos, continuassem sua recuperação dos impactos causados pelo Covid-19.

Vamos ficar de olho e ver se de fato agora, passa um novo pacote. https://rb.gy/u6drx5

 

BLACKBERRY (BB) 

Agora vamos começar as companhias. Essa empresa eu tenho certeza que muitos devem lembrar, talvez alguns tenham se esquecido dela com o tempo. A companhia de softwares BlackBerry (BB), que apresentou seus resultados referente ao segundo trimestre de 2021 (que é o seu ano fiscal) e que superou as estimativas do mercado.

Sua receita encerrou em $259 milhões de dólares, alta de 6,1% frente ao mesmo período anterior. Ainda veio acima das estimativas, graças a uma forte demanda por seus softwares de segurança e mobile. Receitas recorrentes dos seus softwares continuaram em 90%.

Lucro por ação foi de $0,11 cents, acima das estimativas, que esperavam $0,02 cents por ação. Margem Bruta ficou em 78%, o que é uma margem bem alta. E o fluxo de caixa advindo de suas operações foi positivo e encerrou o trimestre em $31 milhões.

Para quem não conhece a BlackBerry, ela no passado tentou competir no setor de varejo de telefoneis móveis. Acabou até chamando alguma atenção por um tempo, mas logo depois, foi engolida pela enorme concorrência que foi tomando esse setor. Hoje ela foca em softwares, apesar de ter a parte mobile bem pequena ainda dentro da companhia.

Mas ela acaba oferecendo soluções de segurança e sistemas operacionais para diversas companhias ou até entidades. Inclusive, alguns destaques do resultado dela foi ela continuar oferecendo serviços para aeronáutica americana, a guarda canadense, Rolls Royce e Lloyds Bank. Além disso, ela tem uma tecnologia de segurança que é usada por 17 governos ao redor do mundo e tem tecnologias já voltadas para o desenvolvimento de carros autônomos.

Ela parece aquela companhia que ficou para trás quando nós pensamos no foco que ela tinha no passado, mas os tempos mudaram e ela está tentando se adaptar cada vez mais.

A BlackBerry foi fundada em 1984 e está sediada no Canadá. Ela chega a empregar cerca de 3668 funcionários e em 2019 entregou uma receita de $1 bilhão de dólares. Atualmente, seu valor de mercado está em aproximadamente $2,82 bilhões. https://rb.gy/1ecffc

 

CARMAX (KMX)

Agora vamos falar da CarMax (KMX), a revendedora de carros que apresentou seu resultado também no dia de ontem e bateu todas as estimativas com tranquilidade. Ela que também apresentou seus resultados referente ao segundo trimestre de 2021 (seu ano fiscal) e encerrou com uma receita operacional de $5,37 bilhões, alta de 3% e batendo o consenso dos analistas.

Vendas de Veículos usados cresceu 3,9%, Same Store Sales (SSS) – que mede a eficiência de vendas nas lojas já existentes, cresceu 1,2%. Ela possui uma financeira também (CarMax Autofinance), que ela usa para ajudar as pessoas a financiar os seus carros. Esse segmento cresceu o lucro em 29%. O lucro por ação dela, ficou em $1,79 dólares contra uma estimativa de $1,08 dólares. Alta de 28% contra o mesmo período anterior. Ela ainda comentou que espera abrir de 8-10 lojas no seu ano fiscal de 2022 (que no caso pessoal, seria o ano que vem).

A companhia conseguiu ainda concluir seu canal de omnichannel (que liga tanto o canal online com o off-line), graças as acelerações que o Covid-19 trouxe para diversas companhias. Agora o cliente pode escolher como ele quer ser atendido, mas vale ressaltar, a parte online ainda é bem menor que suas lojas físicas. Mas conversando até com um amigo gestor que mora nos Estados Unidos, um salve para o Eliseu Mânica. Ele me contou que ela é realmente uma companhia interessante e fácil de fazer negócio. Segundo ele, ele chegou a vender 4 carros para ela já, quando ele queria trocar de carro. Achei esse depoimento interessante, porque de certa forma reforça a marca dela.

Para quem não conhece a CarMax, ela é uma das maiores revendedoras de carros nos Estados Unidos. Ela opera em dois segmentos, vendas de carros e com sua financeira. Seus veículos vão desde nacionais até importados e de luxo, além do serviço de financiamento, ela chega também consertar veículos.

Em 2019, a companhia operava aproximadamente 203 lojas. Ela chega a empregar pouco mais de 27mil funcionários e conta como receitas anuais de $20 bilhões de dólares. Atualmente, o seu valor de mercado é de aproximadamente $15,2 bilhões. https://rb.gy/1ecffc

 

ACCENTURE (ACN)

Por fim, temos a Accenture (ACN) que divulgou seus resultados e ficou levemente abaixo do consenso dos analistas. Sua receita encerrou em $10 bilhões de dólares, com queda de 2%. Sua receita também ficou abaixo da média dos analistas e a ela chegou a comentar que provavelmente o próximo trimestre também vai continuar fraco, devido aos impactos do Covid-19, que fazem com que os clientes gastem menos.

Seu lucro por ação encerrou em $1,70 dólares, abaixo da estimativa por $0,03 cents. Mas nem todo o resultado foi ruim, o Fluxo de Caixa Livre bateu recorde, ficando em $ 3 bilhões e a companhia encerrou com um caixa de $ 8,4 bilhões. Lembrando que, Fluxo de Caixa Livre, de forma de resumida, ele nada mais é que a soma do fluxo de caixa operacional mais o fluxo de caixa dos investimentos, logo chegamos neste indicador que mede a geração de caixa livre da companhia, que poderia ser usada para remunerados os investidores ou pagar os credores.

As novas reservas para seus serviços atingiram $14 bilhões de dólares, o segundo maior de toda história da empresa. Além disso, ela aumentou o pagamento de dividendos em 10%, para $0,88 cents por ação e o conselho da companhia aprovou uma recompra de ações de até $5 bilhões.

Para quem não conhece a Accenture, ela fornece consultoria, tecnologia e serviços na Irlanda e Internacionalmente. E ela atua em segmentos que vão desde fornecer tecnologias até saúde e serviços públicos. Fundada em 1989 em Dublin na Irlanda. Ela chega a empregar 492mil funcionários ao redor do mundo. Em 2019, ela entregou uma receita total de $43,2 bilhões e atualmente seu valor de mercado é de aproximadamente $137 bilhões. https://rb.gy/1ecffc

 

Vou ficando por aqui pessoal, hoje tem sala de análise as 9:45 comigo, onde eu vou comentar um pouco mais sobre a Peloton, que em breve vai virar uma série sobre companhias que devem pertencer a economia do futuro, e as 10:30 tem sala de análise com o Bo Williams. Quem quiser me seguir nas redes sociais, o meu instagram é @brenobonani e o twitter é @breno_bonani. Por fim, desejo a todos um excelente dia e um ótimo final de semana, forte abraço!

 

 

 

Era isso.
Aquele Abs.

Twitter: @willcastroalves
Instagram: @willcastroalves
Linkedin: William Castro Alves

Disclaimer: O conteúdo deste podcast é apenas para fins informativos, não serve como recomendação de compra ou venda de qualquer título na Avenue ou em qualquer outra conta. Ele também não é uma oferta ou venda de um título. Também não são relatórios de pesquisa e não servem como base para qualquer decisão de investimento. Todos os investimentos envolvem riscos e o desempenho passado não garante resultados ou retornos futuros.

Leave a Reply