20201202 – PODCAST BOM DIA USA: UK aprova vacina da Pfizer, Salesforce confirma compra da Slack e resultado da HP

Podcasts
Tempo de leitura: 11 min

 

E para quem gosta de ler, aí está a transcrição do podcast. Esse é um podcast destinado aos clientes da Avenue. O texto aqui é apenas uma transcrição e Tais comentários não devem ser visto como qualquer tipo de recomendação de investimentos. 

 

**ONTEM**

Os índices acionários americanos fecharam em alta nesta terça-feira, com a ajuda de alguns fatores internos como as falas do presidente do Federal Reserve Jerome Powell, sobre a recuperação econômica, além de dados econômicos positivos.

  • Economia: tivemos a divulgação do índice gerente de compras (PMI) industrial dos EUA que ajudou a sustentar o ânimo nas bolsas. O mercado esperava 58.0 o dado veio em 57.5, abaixo do esperado, mas ainda mostrando que a indústria segue expandindo…lembrar que acima de 50 0 índice denota expansão. Fora isso tivemos os gastos com construção nos EUA que aumentaram mais do que o esperado em outubro; +1,3% em outubro, sendo que os economistas projetavam alta de 0,8% e na comparação com o mesmo mês do ano passado, houve aumento de 3,7%. https://rb.gy/smy5iq

Além disso tivemos a notícia de que a Pfizer (NYSE:PFE) e a BioNTech (NASDAQ:BNTX) submeteram sua vacina à análise da Agência Europeia de Medicamentos (EMA), órgão regulador da UE, reforçando a perspectiva de que a aprovação de uma vacina contra a covid-19 antes do fim de 2020 poderá acelerar a recuperação econômica global.

  • Dow: +0.63%
  • S&P: +1.13%
  • Nasdaq: +1.28%
  • Setores: forte alta para o setor de metais e mineração com o ETF XME saltando 4%; destaque para o setor bancário com o KBE +2.25% e o KRE +2.6%; Outro setor que teve boa performance foi o de semicondutores (chips) com alta de 1.65% (SOXX é o ETF do setor). Na ponta oposta o XBI de biotech e o setor de industrials não foram bem com quedas de ~0.2%. Em termos de ativos, destaque para alta de 7% da ArcelorMittal (MT), 7.7% da Cleveland Cliffs (CLF) e 6.1% da United States Steel Corp (X). Nos bancos o WFC subiu 2.6% e o Comerica (CMA) subiu 4%; e nos semicondutores destaque para alta de 4.7% da Micron.
  • Dólar: seguindo o bom humor do mercado o dólar comercial fechou em queda de 2,21%, cotado a R$ 5,228.

 

**HOJE**

Hoje os investidores fazem uma pausa para refletir sobre alguns pontos

  • Na europa um possível Brexit sem negociação
  • Tivemos também uma reportagem do NYT dizendo que o presidente Joe Biden não irá remover imediatamente tarifas em produtos chineses.
  • Depois das altas recentes os investidores buscam novos catalisadores para impulsionar as ações.
  • Pandemia continua ganhando força nos EUA e os parlamentares estão alertando sobre as implicações econômicas.
  • Ásia: bolsas com leves movimentações de queda … na casa de 0.1% de queda.
  • Europa: bolsas em queda. -0.3 na Alemanha e França; -0.7% na Itália; -0.1% na Espanha e +0.1% na Inglaterra.
  • Futuros: apontam para uma leve queda de 0.1%.
  • Petróleo WTI está estável após três baixas seguidas em meio a dúvidas sobre decisão da Opep+;
  • Agenda: variação de empregos do setor privado as 10h15; depoimento do presidente do FED Jeromy Powell as 12h; estoques de petróleo as 12h30
  • Resultados: antes da abertura tem o resultado do Royal Bank of Canada; e depois do fechamento do mercado temos

Snowflake (SNOW), Synopsys (SNPS), CrowdStrike (CRWD), PVH Corp a dona da CK e Tommy.

 

**DESTAQUES DE ATIVOS**

 

UK APROVA VACINA DA PFIZER-BIONTECH (PFE e BNTX)

O Reino Unido autorizou hoje a vacina Pfizer-BioNTech para uso emergencial sendo o primeiro no mundo a aprovar formalmente a vacina Pfizer-BioNTech para uso generalizado. A vacina agora será lançada no país na próxima semana, começando pela vacinação em lares de idosos e profissionais de saúde.

Na segunda-feira, a Pfizer e a BioNTech disseram que solicitaram à Agência Europeia de Medicamentos a autorização condicional de comercialização da vacina. Se a autorização for concedida, poderá permitir o uso da vacina na Europa neste mês, disse a BioNTech, embora a EMA tenha dito que completaria sua revisão da vacina até 29 de dezembro.

Nos EUA a FDA disse em novembro que esta marcado para dia 10 de dezembro um encontro do seu comitê para decidir sobrea vacina da Pfizer e Biontech. https://rb.gy/xs0vpu

As ações da PFE subiam 3.9% no after enquanto as da BNTX +7.6%

 

SALESFORCE.COM + SLACK (CRM e WORK)

  • Breno tinha antecipado no podcast de ontem a intenção da Salesforce de comprar a Slack – 2 softwares de serviços para empresas que fazem parte do dia dia de muita gentem inclusive o meu. Pois bem agora está confirmado. A Salesforce está fazendo a maior aquisição em seus 21 anos de história. A empresa anunciou ontem que está comprando o desenvolvedor de software de chat Slack por mais de US$ 27 bilhões. A Aquisição avalia a Slack em mais de 24x a receita estimada para o próximo ano. Por meio de uma combinação de dinheiro e ações, a Salesforce está comprando a Slack por US$ 26,79/ação e 0,0776 ações da Salesforce, de acordo com um comunicado. Isso equivale a cerca de US$ 45,86/ação. A notícia obviamente vazou e as ações da Slack já saltaram nos últimos dias saindo de $30 para $43.84 ontem. Já as ações da CRM vieram caindo nos últimos 5 dias saindo de $250 para $241 ontem e projetam uma queda para hoje com a ação negociando a $230 no after.
  • Botando em contexto, a compra é uma das maiores já feitas para a indústria de software. O maior foi a compra da Red Hat por US$ 34 bilhões pela IBM em 2018, seguida pela aquisição do LinkedIn pela Microsoft por US$ 27 bi em 2016.

A Salesforce já tem no seu CEO Marc Benioff e na cultura da empresa, crescer via aquisições. A empresa gastou US$15,3 bi na empresa de visualização de dados Tableau em 2019 e, um ano antes, desembolsou US$ 6,5 bilhões para adquirir a MuleSoft, software de back-end que conecta dados armazenados em locais distintos.

  • A Salesforce, que começou desenvolvendo software baseado em nuvem para representantes de vendas, expandiu drasticamente seu alcance nos últimos anos e, ao longo do caminho, se tornou uma das empresas de software mais valiosas do mundo, ultrapassando Oracle, SAP e IBM também como outras empresas de tecnologia legadas, como Cisco e Intel. Ao adquirir o Slack, com mais de 130.000 clientes pagos, a Salesforce está reforçando seu portfólio de aplicativos corporativos e busca novas áreas de crescimento. A receita anualizada da Salesforce atingiu US$ 20 bilhões nesse seu último trimestre, um crescimento de 29%. Mas a previsão para o ano é de um crescimento menor na casa de 21% a 22% o que representaria a taxa de expansão mais lenta da empresa desde 2010. Já a Slack projeta um crescimento de 39% neste chegando a ~US$ 880MM de receitas. Comentando sobre o deal o CEO da Salesforce comentou: “Como você sabe, eles estão basicamente entrando na fase de $ 1 bilhão para $ 2 bilhões, o que eu conheço extremamente bem, e este é um momento em que podemos oferecer muito valor. Nós estivemos lá. Nós vivemos essa vida. ”
  • A aquisição intensificará ainda mais a rivalidade da Salesforce com a Microsoft, cujo serviço de chat e vídeo Teams emergiu como o maior concorrente do Slack. As empresas já vem batalhando em várias áreas. No seu core buisiness a Salesforce é o player dominante ainda que a Microsoft já tenha tentado concorrer. Ambas as empresas tentaram comprar o LinkedIn. E com a compra do Tableau no ano passado, a Salesforce saltou para o mercado de visualização de dados
  • A Salesforce vale hoje 187BI, com a empresa negociando a 62x lucros e suas ações acumulam alta de 48% no ano.

https://rb.gy/hz9wu9

 

Hewlett Packard Enterprise Co (HPE:NYSE)

A HP divulgou resultado melhores do que o esperado ontem. A empresa reportou lucro de $0.37/ação, superando as estimativas em $0.03. A receita ficou em US$ 7,21 bilhões (crescendo 6%), acima da previsão de US$ 6,88 bilhões. Margem bruta de 30,6% vs. consenso de 30,9% e margem operacional de 7,4% vs. consenso de 7,8%. Números bem em linha com o esperado. Ela também melhorou marginalmente seu guidance para o ano. As ações da empresa amargam 29% de queda no ano como reflexo da empresa mostrar vertentes de crecimento para o seu negócio. Os números do ano foram impulsionados pela pandemia dado que 70% da sua receita deriva do Personal System Business que é a venda de notebooks, desktops e estações de trabalho. Fora isso uma tentativa mal sucedida decomprar a empresa xerox esse ano, a queda nas vendas de impressoras produtos para impressão e a renúncia do CEO ajudam a explicar a queda das ações no ano. Novo CEO foca agora em reduzir custos, pagar dividendos e fazer recompras de ações. Eles inclusive anunciaram que estão mudando sua sede para Houston, Texas saindo da Califórnia.

As ações da empresa parecem baratas negociando a 7x lucros estimados para o próximo ano e um dividen yield de 3%, mas como disse isso deriva da falta de perspectiva de crescimento e da queda das ações.

 

 

Era isso.
Aquele Abs.

Twitter: @willcastroalves
Instagram: @willcastroalves
Linkedin: William Castro Alves

Disclaimer: O conteúdo deste podcast é apenas para fins informativos, não serve como recomendação de compra ou venda de qualquer título na Avenue ou em qualquer outra conta. Ele também não é uma oferta ou venda de um título. Também não são relatórios de pesquisa e não servem como base para qualquer decisão de investimento. Todos os investimentos envolvem riscos e o desempenho passado não garante resultados ou retornos futuros.

Leave a Reply