Um ensaio sobre IPOs: oportunidade ou euforia?

Bolsas, Brasil, Tônica do Dia
Tempo de leitura: 8 min

 

Sinais.

É o que muitas vezes nós, profissionais de mercado, buscamos. Mas curiosamente, na maioria das vezes são eles é que chegam até nós.

Aposto que você já deve ter sentido aquela sensação de “ eu já vi esse filme ”. Pois então, essa semana tiva mais um desses dejavus : um número para o comum de pessoas me perguntando sobre IPO’s .

E não poderia ser diferente!

Na última sexta-feira, por exemplo, tivemos 2 estreias de empresas na bolsa brasileira, e ambas fecharam seu primeiro pregão com resultados expressivos . As ações da Mobly (MBLY3), loja online de Moveis, fecharam o pregão com 25,71% de valorização. Já as ações da Mosaico (MOSI3), grupo composto por Zoom, Buscapé e Bondfaro, fecharam com alta de incríveis 96,97% !

Como E de costume, o Investidor Comum sempre E atraído POR conhecer Melhor Determinado Investimento SOMENTE DEPOIS Que ELE subiu significativamente (QUALQUÉR semelhança com o Crescente Interesse POR Bitcoins Não E mera Coincidência). São raros os contatos que recebo de pessoas que querem saber de ações que estão com seus preços lá embaixo …

Sobre os IPO’s, me lembrei de 2007 , quando as pessoas queriam tanto participar das novas ofertas que abriam a conta até qualquer tia distante para poder pegar um valor maior nos rateios das ofertas. E não estou exagerando!

Se você ainda não o conhecia, deixe-me te apresentar: prazer, efeito-manada .

 

Por que tantas empresas estão fazendo seus IPOs?

 

Bom, vamos tentar entender o que está acontecendo. O que explica esse elevado número de IPOs ? Seriam eles justificados ou o prenúncio de uma espécie de bolha?

Primeiramente é preciso entender que os juros globais nunca estiveram tão baixos . Segundo a Bloomberg, nenhum grande banco central ocidental americano irá aumentar suas taxas de juros esse ano. Pelo contrário, alguns países como Rússia, China, Índia e México venham a reduzir ainda mais suas taxas.

Em resumo, o investidor não sabe mais onde investir para fazer seu dinheiro render.

Isso explica a valorização de diversos investimentos (como ouro e criptomoedas) e uma rápida recuperação dos mercados de ações ao redor do mundo após o início da crise do Covid-19. Recuperação essa que não condiz com o crescimento dos lucros das empresas, conforme indicador de Relação Preço / Lucro histórico do S&P 500 , logo abaixo. Aliás, essa relação só esteve maior do que agora em outros 2 momentos, considerando um histórico de 90 anos !

Fonte: macrotrends.net

Não há como negar: estamos com um excesso de liquidez no mundo , mas falta ao investidor opções baratas e boas oportunidades. E nesse contexto, o investidor torna-se menos criterioso e exigente . Nessa “brecha” entram os IPOs: as empresas que ainda não adquirem capital aberto estão querendo se aproveitar desse momento e aproveitar a festa.

 

IPO’s pelo mundo

 

Ao redor do mundo, o apetite dos investidores aos IPOs é ainda maior. Para se ter uma ideia, no final de 2020 o AirBNB abriu seu capital na NASDAQ com quase 113% de valorização na sua estreia !

Mas peraí: o AirBNB não foi um dos mais afetados durante uma pandemia por conta da queda brutal nas viagens ??? Pois é … a alta das ações foi tão surpreendente que até mesmo o seu CEO, Brian Chesky, ficou sem palavras para explicar esse desempenho!

Além do AirBNB, outras empresas abriram recentemente seu capital e obtiveram êxitos semelhantes.

 

E no Brasil?

No Brasil, não poderia ser diferente. Já em 2020 muitas empresas já adquiridas se dado conta que o momento era propício para abertura de capital , até porque também nossos ativos estão, em dólar, ridiculamente original para o investidor estrangeiro.

Fonte Rafael Ragazi

E agora estão colhendo esses frutos, pois além das empresas que citei no início desse artigo, recentemente obtivemos outros IPOs com resultados expressivos, como Rede D’or, Méliuz, Enjoei, Quero-Quero, Grupo Mateus.

 

Oportunidade ou bolha?

Fica claro que esse movimento não é comum. E isso já começou a ligar um sinal de alerta entre os analistas ao redor do mundo, um ponto de alguns até considerarem esse movimento muito semelhante ao movimento da chamada bolha das empresas “.com” , ocorrido em 99 .

O índice FTSE Renaissance Global IPO acompanhado do desempenho das principais ofertas públicas ao redor do mundo, e fechou com alta de mais de 82% em 2020 ! Como esse índice só foi criado em 2009, uma forma única de traçar um paralelo com o estouro da bolha de 1999 é comparando-o com outro índice, o Bloomberg IPO Index, e buscando uma relação de movimentos com os anos que precederam o estouro bolha.

Mas o grande sinal amarelo é ligado quando vemos o que ocorre depois: há uma continuidade na aceleração do movimento, até que em algum momento há o ” estouro ” da bolha.

Preciso dizer que o objetivo desse artigo não é afirmar que há uma bolha na “farra” dos IPOs. Meu grande objetivo aqui é transmitir ao investidor que todo movimento de alta possui início, meio e fim .

Além disso, nem todos os IPO’s irão representar uma excelente oportunidade. Certamente teremos IPO’s de empresas que se prepararam de fato para abrir capital. Mas também teremos aquelas ditas oportunistas , que querem apenas participar da festa!

Lembre-se que nem tudo que reluz é ouro!

Além disso, é natural o ser humano se deixar levar pela euforia ( efeito manada ) ou ser menos criterioso quando visualiza ótimos resultados passados ​​( excesso de confiança ).

Por fim, quero te deixar dois conselhos: Em primeiro lugar, analise criteriosamente o IPO por IPO , não entre em todos que surgirem. Cada caso é um caso .

Em segundo lugar, nunca esqueça da sua estratégia e do seu gerenciamento de risco . Eles serão os seus maiores escudos para filtrar as oportunidades e racionalizar sua tomada de risco.

Te espero no próximo artigo!

 

Um forte abraço!

Ademir Gutierri
Economista, Planejador Financeiro CFP® e Consultor de Investimentos habilitado pela CVM.
Há 13 anos e mais de 3200 pregões buscando a verdade dos mercados.
Instagram:   @ ademir.gutierri
Linkedin: Ademir Gutierri
Twitter:   @GutierriAdemir

Disclaimer Os relatórios e/ou em qualquer conteúdo de análise e recomendação providos pelo Bugg possuem caráter meramente informativo e tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o usuário a tomar sua própria decisão de investimento, não devendo ser considerado como uma oferta para compra ou venda de ativos. Os editores responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos da Instrução CVM nº 598/18,que as recomendações do relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradasde forma independente. Além disso, os instrumentos financeiros discutidos neste relatório podem não ser adequados para todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou como necessidade específica de um determinado investidor. A decisão final em relação aos investimentos deve ser tomada por cada investidor, levando em consideração os vários riscos, tarifas e comissões.

2 comments

Leave a Reply