MINÉRIO, METALICOS, AMY WINEHOUSE E VALE5 – parte 2

Bolsas, Brasil, Emergentes, Empresas

Resultado Taurus Armas (TASA4) 1T22 – PREPARADA PARA CONTINUAR CRESCENDO!

11/05/2022

Bolsas, Brasil, Empresas

Resultado Sequoia (SEQL3) 1T22 – Entregando tudo!

06/05/2022

Bolsas, Brasil, Empresas

Resultado Suzano (SUZB3) 1T22 – Resultado bom, mesmo com o vento contra!

05/05/2022

Bolsas, Brasil, Empresas

Resultado 3R Petroleum (RRRP3) 1T22 – Crescimento que não acaba!

04/05/2022

Empresas EUA, EUA, Morning Dive

22052022 - Morning Dive: Adiantaram o "Sell in may and go away?!"

02/05/2022

Bolsas, Brasil, Empresas

5 OPORTUNIDADES PARA SE OLHAR ESTE ANO!

14/04/2022

7 comentarios

  • Olá Will, tudo bem?
    Leio teu blog desde o princípio. Não sou nenhum especialista em mercado de renda variável, mas estamos ai tentando aprender um pouco mais cada dia para tentar gerar um patromônio lá na frente! Nunca comentei por aqui, mas este post merce um comentário.
    Tenho (ou melhor, tinha) VALE na minha carteira. Ontem (14/11) fazendo minhas análises de padeiro achei por bem me desfazer do papel e embolsar um lucro bacana até. Entrei em VALE a R$13,85. Mandei ver no R$24,20. Logo depois de me desfazer dela acessei o teu blog e cá estava este POST! Pensei comigo. acho que fiz a coisa certa!
    E eis que lendo algumas notícias hoje em pleno feriado vejo que as ADRs da VALE estão vindo ladeira abaixo por causa do minério de ferro! Sorte de principiante a minha será? hehehe
    Abraço e continue o excelente trabalho no blog!

    Juliano

    • Excelente Juliano! É isso aí mesmo…as contas de padeiro são as que mais funcionam! A empresa é excelente e tem diversas vantagens competitivas…mas no curto prazo tem sido “driveada” por essa alta desenfreada do minério…como tentei passar, me parece haver uma bolha…logo, se isso for verdade e o minério realizar ela pode vir junto sim e ir contra o mercado, como tem ido nesses dias pós Trump. Vamos acompanhar. No mais fico a disposição. Obrigado pelo elogio!
      Forte abs!

  • Fala Will! com o a concepção do primeiro post sobre as commodities e este segundo e olhando o mercado de hoje (16/11) com minério e VALE, já dah a sensação que este “trade” foi pego na veia…rs rs rs…é cedo, mais o caminho foi aberto para queda! Wait and see…

  • Will, pegando a análise da hard commodities, o que me fala sobre as soft commodities, o que podemos esperar de soja, milho, açúcar, boi? Nestes setores temos importantes e interessantes empresas, não? Rumo, BRF, JBSS (essa só coloquei pelo tamanho e representatividade, pq o RISCO o oculto é muito grande), Minerva, SLC, BrasilAgro. E aí o que acha?

    • Cara confesso que não tenho olhado tanto todas com exceção do boi. Não gosto do case de RUMO que é a ALL…gera, gera caixa para pagar as dívidas contraídas para realizar as benfeitorias necessárias para continuar operando a concessão…sei que o pessoal da Empiricus ama esse papel, mas eu não curto e não tenho olhado. JBS o risco oculto me deixa fora. BRF é boa empresa, mas não é a opção mais barata e essa diversificação toda as vezes atrapalha pq tem muita variável envolvida..mas a empresa é boa. SLC eh uma das melhores empresas do negócio agrícola do mundo, mas veja que mesmo assim num ano bom o ROE da operação é 12%..num ano ruim 0%…na média é 8%…logo abaixo do custo de capital…se tu colocar na conta a valorização da terra ~10%aa ok, aí tu justifica a compra…mas qdo eles vão monetizar isso? Até agora nunca. Não a toa o preço da ação não se mexeu (falo do gráfico mensal de longo prazo). AGRO3 seria o papel para surfar a venda e apreciação de terras no BR…mas lembro que o ciclo disso é BEM longo…tipo 5 anos entre a compra da fazenda e a venda…então haja paciência.

      De todas essas tenho BEEF3 e estou MTO satisfeito.

  • No meu ponto de vista uma simples relação entre o carvão coque que esta bem mais em alta que o minério de ferro Fe 62% pode ter causado essa ”bolha”,ja que o minério teve essa alta repentina no mês de setembro onde a estação na china é inverno, na qual o preço do coque dá um up em relação ao minério de ferro.Logo o preço do coque volta a estabilizar fazendo com que o Fe desvalorize novamente.

Deixe uma resposta