PREVIDÊNCIA – QUEM FICA COM O MAIOR PEDAÇO DO BOLO

Bolsas, Brasil, Emergentes, Empresas

Resultado Taurus Armas (TASA4) 1T22 – PREPARADA PARA CONTINUAR CRESCENDO!

11/05/2022

Bolsas, Brasil, Empresas

Resultado Sequoia (SEQL3) 1T22 – Entregando tudo!

06/05/2022

Bolsas, Brasil, Empresas

Resultado Suzano (SUZB3) 1T22 – Resultado bom, mesmo com o vento contra!

05/05/2022

Bolsas, Brasil, Empresas

Resultado 3R Petroleum (RRRP3) 1T22 – Crescimento que não acaba!

04/05/2022

Empresas EUA, EUA, Morning Dive

22052022 - Morning Dive: Adiantaram o "Sell in may and go away?!"

02/05/2022

Bolsas, Brasil, Empresas

5 OPORTUNIDADES PARA SE OLHAR ESTE ANO!

14/04/2022

2 comentarios

  • Eu acho que se deveria comparar, também, os valores das contribuições entre os servidores e a iniciativa privada, pois este contribui, no máximo, com R$ 608,44 (11%) para ganhar R$ 5.531,31 enquanto que o servidor público não tem limite para recolher, ou seja, incide 11% sobre tudo o que ele ganha e se pegarmos, como exemplo, um(a) juiz(a) do STF a contribuição será de, no mínimo, R$ 4.312,00, ou seja, 7,1 vezes a contribuição de quem recolhe pelo teto no RGPS. Uma grande diferença, não é? Isso tem que ser explicado para se evitar análises precipitadas.

    • Sem dúvida Jose, você levantou um excelente ponto.
      Não fiz conta e como disse não sou especialista no assunto…ainda acredito que o rombo gerado pelos servidores é maior e exagerado, portanto, sendo passível de revisão. Mas sem dúvida há de se considerar essa questão de contribuição para não incorrer em análises viesadas.
      Excelente ponto!
      Muito obrigado.

Deixe uma resposta